Álvaro García Linera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Álvaro García Linera
Álvaro García Linera Foto:Marcello Casal Jr/ABr
Vice-presidente da Bolívia
Período 22 de janeiro de 2006
a 10 de novembro de 2019
Presidente Evo Morales
Antecessor Carlos Mesa
Dados pessoais
Nascimento 19 de outubro de 1962 (57 anos)
Cochabamba
Partido MAS

Álvaro García Linera (Cochabamba, 19 de outubro de 1962) é um político boliviano. Foi vice-presidente da Bolívia de 2006 até 2019, eleito ao lado do presidente Evo Morales.

Linera é autor do livro A potência plebeia – ação coletiva e identidades indígenas, operárias e populares na Bolívia, sendo um destacado intelectual de seu país e do continente latino-americano. Com longa trajetória de militância e elaboração teórica, Linera busca construir um marxismo adaptado à realidade concreta boliviana e sul-americana, conciliando o pensamento materialista dialético clássico com uma série de influências indígenas e de outras matrizes do pensamento social.[1]

No ano 2016 foi revelado um caso em que ele supostamente não havia recebido um diploma académico. Ainda foi professor de Sociologia e Ciências Políticas da Universidad Mayor de San Andrés, em La Paz.[2]

Integra o grupo Comuna, responsável pela teorização do governo de Evo Morales. Recebeu o prêmio Agustín Cueva 2004, da Escola de Sociología e Ciências Políticas da Universidad Central del Ecuador.

No dia 10 de novembro de 2019, renunciou ao cargo de vice-presidente, logo após a renúncia do presidente Evo Morales.[3]

Referências

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Álvaro García Linera
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.