102 Miriam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Miriam.
Miriam
Número 102
Data da descoberta 22 de agosto de 1868
Descoberto por Christian Heinrich Friedrich Peters
Categoria Cintura de asteroides[1]
Homenagem a Miriam
Precedido por 101 Helena
Sucedido por 103 Hera
Elementos orbitais
Semieixo maior 2,66 unidade astronómica UA
Perélio 1.9929 UA
Afélio 3.3332 UA
Orbita Sol
Excentricidade 0.251655
Período orbital 1587.31 d (4.35 a)
Anomalia média 108.084°
Inclinação 5.176°
Longitude do nó ascendente 210,86 grau°
Argumento do periastro 147,28 grau°
Características físicas
Dimensões 83.00 ± 1.9 km
Período de rotação 15.789 h
Classe espectral Asteroide tipo P e Asteroide tipo C
Magnitude absoluta 9.26
Albedo 0.0507 ± 0.002


102 Miriam é um asteroide da cintura de asteroides Foi descoberto pelo astrónomo dinamarquês Christian H. F. Peters, a 22 de agosto de 1868 no Observatório de Litchfield.[2]

Nome[editar | editar código-fonte]

Christian Peters nomeou asteroide, em honra de Miriam, irmã de Moisés no Antigo Testamento. Essa decisão criou alguma controvérsia porque, até aquele momento, os asteroides eram nomeados em honra a figuras mitológicas e os cristãos não considerariam as figuras bíblicas como tal.

Segundo o astrónomo norte-americano Edward S. Holden, Christian Peters escolheu um nome bíblico com o propósito de irritar um professor de teologia, afirmando que Miriam era uma personagem mitológica.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


100 Hécate | 101 Helena | 102 Miriam | 103 Hera | 104 Klymene