102 Miriam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Miriam.
Miriam
Número 102
Data da descoberta 22 de agosto de 1868
Descoberto por Christian Heinrich Friedrich Peters
Categoria Cintura de asteroides[1]
Homenagem a Miriam
Precedido por 101 Helena
Sucedido por 103 Hera
Elementos orbitais
Semieixo maior 2,66 а.е., а.б., AU, ua UA
Perélio 1.9929 UA
Afélio 3.3332 UA
Orbita Sol
Excentricidade 0.251655
Período orbital 1587.31 d (4.35 a)
Anomalia média 108.084°
Inclinação 5.176°
Longitude do nó ascendente 210,86 °
Argumento do periastro 147,28 °
Características físicas
Dimensões 83.00 ± 1.9 km
Período de rotação 15.789 h
Classe espectral Asteroide tipo P e Asteroide tipo C
Magnitude absoluta 9.26
Albedo 0.0507 ± 0.002


102 Miriam é um asteroide da cintura de asteroides Foi descoberto pelo astrónomo dinamarquês Christian H. F. Peters, a 22 de agosto de 1868 no Observatório de Litchfield.[2]

Nome[editar | editar código-fonte]

Christian Peters nomeou asteroide, em honra de Miriam, irmã de Moisés no Antigo Testamento. Essa decisão criou alguma controvérsia porque, até aquele momento, os asteroides eram nomeados em honra a figuras mitológicas e os cristãos não considerariam as figuras bíblicas como tal.

Segundo o astrónomo norte-americano Edward S. Holden, Christian Peters escolheu um nome bíblico com o propósito de irritar um professor de teologia, afirmando que Miriam era uma personagem mitológica.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


100 Hécate | 101 Helena | 102 Miriam | 103 Hera | 104 Klymene