Abádidas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Abádidas ou Abaditas (Banu Abbad) foram uma dinastia árabe que surgiu no século XI no Al-Andalus, durante o período da anarquia em que se deu a decomposição do Califado de Córdova (756-1031). Governaram o reino taifa de Sevilha entre 1023 e 1091. Conhecida pelo brilho cultural de sua corte, a dinastia contou três soberanos sucessivos. O nome desta dinastia não deve ser confundido com os Abássidas de Bagdade.

A família dos Abádidas tinha se estabelecido em Sevilha desde a conquista árabe do século VIII.

A dinastia foi fundada em 1023 por Abu al-Qasim Muhammad ibn 'Abbad, um cádi (juiz religioso) que declarou Sevilha independente de Córdova. O seu filho, Abu 'Amr 'Abbad (1042-1069), mais conhecido pelo nome de al-Mu'tadid, alargou o território do reino com a conquista dos reinos de Huelva e Mértola (em 1044), bem como dos reinos taifas de Niebla, Saltés, Silves e Algarve (entre 1051 e 1052). Este rei foi também um poeta, tendo conquistado uma reputação de crueldade: em 1053 ele sufocou uma série de líderes berberes num banho de vapor, tendo depois se apoderado dos seus reinos (Arcos, Morón e Ronda).

O terceiro e último dos soberanos Abádidas foi Muhammad ibn 'Abbad al-Mu'tamid (1069-1095), natural de Beja, que fez de Sevilha capital das artes e da cultura, sendo também poeta. Em 1071 tomou Córdova que manteve até 1075; a cidade voltaria a estar sob seu domínio entre 1078 e 1091.

Com o avanço da Reconquista cristã em finais do século XI, os reinos de taifas do Al-Andalus viram-se submetidos à pressão militar. Em 1085 o rei Fernando I conquista Toledo aos muçulmanos. Vários soberanos do Al-Andalus decidem pedir aos Almorávidas do norte de África ajuda na luta contra os cristãos. Neste apelo participou Al-Mu'tamid, que terá comentado preferir morrer pastor no Magrebe a converter o Al-Andalus na morada do "infiel". Os Almorávidas aceitam e contribuem para a derrota dos cristãos na Batalha de Zalaca. Porém, em pouco tempo os Almorávidas viraram-se contra os seus anfitriões e em 1091 conquistam Sevilha. Apesar de ter defendido a cidade até ao fim, Al-Mu'tamid foi derrotado, acabando por ser desterrado para Aghmat, em Marrocos, onde se encontra hoje o seu túmulo.

Reis de Sevilha[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Encyclopedia Britannica 1911:Abbadides (em inglês)
  • Grande História Universal Ediclube, 2006.
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa, Ed. Publicações Ediclube, 1996.