Abel Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abel Neves
Nascimento
Montalegre, Portugal Portugal
Género literário Romance, teatro
Movimento literário Pós-modernismo

Abel Neves (Montalegre, Abril de 1956) é um dramaturgo e romancista português[1][2].

Obras[editar | editar código-fonte]

Textos dramáticos[editar | editar código-fonte]

  • Amadis [ed. Imprensa Nacional/Casa da Moeda, Lisboa, 1987]

Produção: Comuna-Teatro de Pesquisa, Direcção de João Mota, Lisboa, 1985

  • Anákis [ed. Sociedade Portuguesa de Autores, Lisboa 1987]
  • Touro [ed. Europress, Lisboa, 1986]

Produção: Comuna-Teatro de Pesquisa, Direcção de João Mota, Lisboa, 1986

  • Terra [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1991]

Produção: Comuna-Teatro de Pesquisa, Direcção de João Mota, Lisboa 1991

  • Medusa [ed. Sociedade Portuguesa de Autores, Lisboa, 1994
  • Amo-te

Produção e Direcção de Almeno Gonçalves, Lisboa, 1992

  • Atlântico [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1997]
  • Finisterrae [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1997]
  • Arbor Mater [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1997]
  • El gringo [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1998]

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Steve Johnstone, Campo Benfeito, 1996

Produção: Grupo da Missão Cultura da UTAD, Direção de Rita de Azevedo, Vila Real, 2016

  • Lobo-Wolf [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1998]

Produção: Teatro do Montemuro e Pentabus Theatre Company, Direcção de Steve Johnstone, Campo Benfeito, 1995

  • Inter-rail [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 1999]

Produção: Comuna-Teatro de Pesquisa, Direcção de Álvaro Correia, Lisboa, 1999

  • Além as estrelas são a nossa casa [ed. Edições Cotovia, Lisboa, 2000]

Primeira Leitura Pública: Centro Cultural de São Paulo, Direcção de Silnei Silqueira, Setembro de 1998

Produção: A Escola da Noite, Direcção de António Augusto Barros e Sílvia Brito, Coimbra, 2000

Produção: OdivelCultur/Teatro da Malaposta, Direcção de Jorge Estreia, 2001

Produção: Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo, Direcção de Cláudio Lucchesi, São Paulo, 2001

Produção: Compagnie du Zephir e Ferme du Buisson, Direcção de Véronique Bellegarde, Paris, 2002

Produção: Le Zephir/ Le Colombier, Direcção de Véronique Bellegarde, Paris, 2006

Produção: CENDREV, Direcção de José Russo, Évora, 2007

Produção: La Compagnie de la Incertitude, Direcção de Jean-Claude Parent, Bordeaux, 2007

Produção: Compagnie Garnapia, Bouin, 2007

Produção: Compagnie Le Souffleur de Verre, Direcção de Pierre-François Pommier, Cournon d'Auvergne, 2007

Produção: L'Oeil du Silence-Compagnie Théâtrale d'Art & d'Essai, Anglars-Juillac, 2007

Produção: Centre Simone Signoret/Théâtre du Quai À Décors, Direcção de Evelyne Gachet, Bordeaux, 2008

Produção: Compagnie Ici Londres, Direcção de Jean-Marc Haloche, Paris, 2009

Produção: Grupo Lasnoias e cia [textos integrados no espectáculo "Há um crocodilo dentro de mim"] Direcção de Silvana Garcia, São Paulo, 2009

Produção: Tentáculos Espetáculos, Direcção de Guilherme Delgado, Rio de Janeiro, 2012

  • Olhando o céu estou em todos os séculos - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Espaço das Aguncheiras, Direcção de São José Lapa, Sesimbra, 2012

  • Supernova [ed. Cena Lusófona, Coimbra, 2000]

Produção: DRAMAT/Teatro Nacional de S. João/Teatro Vila Velha/Teatro Viriato/CENDREV/Assédio, Direcção de Fernando Mora Ramos, Salvador da Bahia, Brasil, 2000

  • Fénix e Kota-Kota

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Graeme Pulleyn, Campo Benfeito, 2000

  • Amor-Perfeito - um disparate em três actos

Produção: OdivelCultur/Teatro da Malaposta, Direcção de Jorge Estreia, Lisboa, 2004

  • A caminho do oeste

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Graeme Pulleyn, Campo Benfeito, 2002

  • Nunca estive em Bagdad [ed. Revista Galega de Teatro, nº 65, Inverno de 2010; Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Fedinchi, Direcção de Jorge Eines, Madrid, 2006

Produção: Lêndias d'Encantar, Direcção de António Revez, Beja, 2008

Produção: Théâtre du Centaure, Direcção de Sophie Langevin, Luxembourg, 2009

Produção: L'Arrière Scène, Direcção de Marcel Gonzalez, Bruxelas, 2010

Produção: A Escola da Noite, Direcção de Sofia Lobo, Coimbra, 2012

  • Provavelmente uma Pessoa [ed. Revista Magma, Lajes do Pico, 2007]

Produção: Rui Luís Brás/Susana Farrajota/Sala Estúdio do Teatro da Trindade, Direcção de Rui Luís Brás, Lisboa, 2007

Produção: Teatro das Beiras, Direcção de Gil Salgueiro Nave, Covilhã, 2011

  • Qaribó

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Paulo Duarte, Campo Benfeito, 2006

  • Ubelhas, mutantes e transumantes

Produção: Teatro do Montemuro/Teatro das Beiras, Direcção de Gil Nave, Covilhã, 2006

  • Querido Che - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Sola do Sapato/Teatro Mundial, Direcção de Almeno Gonçalves, Lisboa, 2007

  • Este Oeste Éden - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: A Escola da Noite, Direcção de Sílvia Brito, Coimbra, 2009

  • Saloon Yé-Yé

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Graeme Pulleyn, Campo Benfeito, 2009

  • A Visita

Produção: Teatro Nacional D. Maria II, Direcção de Natália Luiza, Lisboa, 2009

  • A mãe e o urso [ed. Revista O escritor - Associação Portuguesa de Escritores, nº24/25, Dezembro de 2009]

Produção: LNW Produções Artísticas, Lda, São Paulo (texto integrado no espectáculo "Da possibilidade de alegria no mundo")Direcção de Newton Moreno, São Paulo, 2009

  • Vulcão [ed. Teatro Nacional D. Maria II/Bicho do Mato, Lisboa, 2009]

Produção: Teatro Nacional D. Maria II/Teatro do Bolhão, Direcção de João Grosso, Lisboa, 2009

  • O Senhor de La Fontaine em Lisboa''' [espectáculo de marionetas]

Produção: Lua Cheia, Direcção de Maria João Trindade, Lisboa, 2009

  • Jardim suspenso - [Prémio Luso-Brasileiro de Dramaturgia António José da Silva 2009 - [ed. Sextante Editora, Lisboa 2010]

Produção: Teatro Nacional D. Maria II, Direcção de Alfredo Brissos, Lisboa, 2010;

Produção: Centro Dramático Galego, Direcção Cándido Pazó, Santiago de Compostela, 2015 [Prémios Maria Casares, 2016, Galiza: Melhor Actriz Protagonista; Melhor Cenografia; Melhor Iluminação]

  • Clube dos pessimistas - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Teatrosfera, Direcção de Paula Sousa, Lisboa, 2010;

Produção: Teatro das Beiras, Direcção de Gil Nave, Covilhã, 2016

  • Flores para mim - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Teatro Meridional, Direcção de Natália Luiza, Lisboa, 2011

  • Atlântica [Leitura Pública com Adriana Londoño, Clovys Torres e Martha Meola]

Produção: "Letras em cena", MASP, Direcção William Pereira, São Paulo, 2012

  • Sabe Deus pintar o Diabo [Prémio SPA (Sociedade Portugues de Autores)Teatro - 2014: Melhor Texto Português Representado, em 2013]- [ed. Cadernos de Cena - Companhia de Teatro de Braga, Braga, 2013]

Produção: Companhia de Teatro de Braga, Direcção de Rui Madeira, Braga, 2013

  • Cruzeiro - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: Teatro O Bando, Direcção de João Brites, Vale dos Barris, Palmela, Outubro de 2015

  • Jardim de estrelas

Produção: Teatro do Montemuro, Direcção de Paulo Duarte, Campo Benfeito, Outubro de 2015

  • Purgatório - [ed. Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, 2015]

Produção: CENDREV (Centro Dramático de Évora), Direcção de José Russo, Évora, Novembro de 2015

. Ainda o último judeu e os outros (ed. adab edições, V.N. de Famalicão, 2016)

Produção: CTB - Companhia de Teatro de Braga, Direcção de Abel Neves, Braga, Julho de 2016

Romance[editar | editar código-fonte]

  • Corações piegas [Edições Cotovia, Lisboa, 1996; Círculo de Leitores, Lisboa, 1998]
  • Asas para que vos quero [Edições Cotovia, Lisboa, 1997]
  • Sentimental [Edições Asa, Porto, 1999]
  • Centauros - imagens são enigmas [Edições Asa, Porto, 2000]
  • Precioso [Publicações D. Quixote, Lisboa, 2006]
  • Cornos da fonte fria [Sextante Editora, Lisboa, 2007]
  • Lisboa aos seus amores (Felizes e Aliança) [Sextante Editora, 2010]
  • Um optimista acima dos enxofres [Edições Húmus, 2018]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Eis o amor a fome e a morte' [Edições Cotovia, Lisboa, 1998]
  • Quasi Stellar [Língua Morta, Lisboa, Fevereiro de 2013]
  • Úsnea [Edições Averno, Lisboa, Fevereiro de 2015]

Ensaio[editar | editar código-fonte]

  • Algures entre a resposta e a interrogação [Edições Cotovia, Lisboa, 2002]

Traduções[editar | editar código-fonte]

  • Além as estrelas são a nossa casa:

Tradução francesa: "Au-delà les étoiles sont notre maison - Alexandra Moreira da Silva e Jorge Tomé [Éditions Theatrales, Paris, 2004]

  • Nunca estive em Bagdad:

tradução francesa:"Je ne suis jamais allé à Bagdad" - Alexandra Moreira da Silva [Les Solitaires Intempestifs, Besançon, 2007]

tradução romena: "Niciodata n-am fost la Bagdad" - Adriana Coman - ["Teatru portughez contemporan, Antologie de Andrea Dumitru, Fundatia Culturalã Camil Petrescu, Bucaresti, 2007]

tradução alemã: "Ich war nie in Bagdad" - Marianne Gareis [Revista "Theater der Zeit", Berlin, 2007]

tradução castelhana: "Nunca estuve en Bagdad" - Luz Peña Tovar;

tradução húngara: "Soha nem voltam Bagdadban"- Mohácsi Árpád;

tradução inglesa: "Never been in Bagdad" - Duncan McLean;

tradução polaca: "Nigdy Nie Bylem w Bagdadzie" - Michal Lipszyc [Revista "Dialog", Varsóvia, 2010]

  • Finisterrae:

Tradução castelhana:"Finisterrae" - Ignacio Pajón Leyra [Ediciones Antigona, Madrid, 2009]

  • Vulcão:

Tradução francesa: "Volcan" - Alexandra Moreira da Silva.

  • Provavelmente uma Pessoa:

Tradução francesa: "Probablement quelqu'un" - Jean-Baptiste Fournier.

  • Clube dos pessimistas:

Tradução francesa: "Le club des pessimistes" - Jean-Baptiste Fournier.

  • Jardim suspenso

Tradução galega: "Xardín suspenso" - Manuel Guede Oliva e Cándido Pazó

  • Ainda o último judeu e os outros

Tradução ucraniana: Larissa Semenova

Antologias[editar | editar código-fonte]

Teatro

  • "Anthologie Critique des Auteurs Dramatiques Européens (1945-2000)", Michel Corvin, [éditions Theatrales, Paris, 2007]
  • "European Theatre Today - 2010 9th edition" [European Theatre Convention, Junho, 2010]

Poesia

  • "Lisboa com os seus poetas" - Colectânea de Poesia sobre Lisboa, org. Adosinda Providência Torgal e Clotilde Correia Botelho [Publicações D. Quixote, Lisboa, 2000]
  • "366 Poemas de Amor" - Antologia organizada por Vasco da Graça Moura [Quetzal Editores, Lisboa,2003]
  • "Poezz - Jazz na Poesia em Língua Portuguesa", org. José Duarte e Ricardo António Alves [Almedina, Coimbra, 2004]

Revistas

  • Revista "Telhados de Vidro", nº 16, [Editora Averno, Lisboa, Abril de 2012]
  • "Deitar a língua de fora", [Edições Língua Morta [032], Lisboa, Julho de 2012]
  • "Resumo - a poesia em 2012", [Documenta/Fnac, Lisboa, Março de 2013]
  • "Resumo - a poesia em 2013", [Documenta/Fnac, Lisboa, Março de 2014]
  • "Lisbonne - Histoire, Promenades, Anthologie & Dictionaire", sous la direction de Luisa Braz Oliveira, [Bouquins-Éditions Robert Laffont, Paris, 2013]
  • Revista "Telhados de Vidro", nº 18, [Editora Averno, Lisboa, Maio de 2013]
  • Revista "Cão Celeste", nº 4, Lisboa, Novembro de 2013
  • Revista "Cão Celeste", nº 5, Lisboa, Maio de 2014
  • Revista "Cão Celeste", nº 7, Lisboa, Julho de 2015
  • Revista "Cão Celeste", nº 8, Lisboa, Dezembro de 2015
  • Revista "Cão Celeste", nº 9, Lisboa, Julho de 2016
  • Revista "Cão Celeste", nº 10, Lisboa, Dezembro de 2016
  • Revista "Cão Celeste", nº 11, Lisboa, Agosto de 2017
  • Revista "Cão Celeste", nº 12, Lisboa, Março de 2018

Conto[editar | editar código-fonte]

  • O luzeiro da Graça - Antologia "Fotografia de Grupo" [Edições Cotovia, Lisboa, 2003]
  • Bibliófago - Antologia "40-Quarenta" [Publicações D. Quixote, Lisboa, 2005]
  • O homem dos sapatos de verniz [Revista "Magma", Lajes do Pico, 2005]
  • "O cão e a fala", e "Stephanotis" - Revista "O Escritor" [Associação Portuguesa de Escritores, Lisboa, 2008]; Revista "Cão Celeste" nº 4
  • Verme - Revista "Cão Celeste" nº 5
  • Dois textos - Revista "Cão Celeste" nº 7
  • O Bibliófago e mais historietas breves - Edições Adab, Vila do Conde, Abril de 2017

ENSAIO SOBRE A OBRA TEATRAL

  • "El teatre polític portuguès als segles XX i XXI. La proposta dramatúrgica d'Abel Neves"

Tese de Doutoramento de Josep Ramon Garcia Ibáñez

Dirigida por: Dra. Na María Rosa Álvarez Sellers

Universitat de València

Facultat de Filologia, Traducció i Comunicació

Departament de Filologia Espanyola

València, 2015

  • "Fresco Bruegeliano - Dez estudos e um ensaio sobre dramaturgias portuguesas entre 1990 e 2010

António Conde

Edição: Companhia das Ilhas (edição comparticipada pelo CHAIA - Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora

Lajes do Pico, Dezembro de 2014

Referências

  1. «Abel Neves». Livros Cotovia. Consultado em 20 de Dezembro de 2013. 
  2. «Abel Neves» (pdf) (em espanhol). Fundación Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes. 2005. Consultado em 29 de maio de 2015.. Cópia arquivada (PDF) em 29 de maio de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.