Abrunhosa-a-Velha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Portugal Abrunhosa-a-Velha 
  Freguesia  
Casa de Repouso de Abrunhosa-a-Velha
Casa de Repouso de Abrunhosa-a-Velha
Localização
Localização no município de Mangualde
Localização no município de Mangualde
Abrunhosa-a-Velha está localizado em: Portugal Continental
Abrunhosa-a-Velha
Localização de Abrunhosa-a-Velha em Portugal
Coordenadas 40° 34' 44" N 7° 38' 34" O
Região Centro
Sub-região Viseu Dão-Lafões
Município MGL1.png Mangualde
Código 180601
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 17,38 km²
População total (2021) 440 hab.
Densidade 25,3 hab./km²
Código postal 3530
Outras informações
Orago Santa Cecília

Abrunhosa-a-Velha é uma freguesia portuguesa do município de Mangualde, com 17,38 km² de área[1] e 440 habitantes (censo de 2021)[2]. A sua densidade populacional é 25,3 hab./km².

Foi vila e sede de concelho até ao início do século XIX. Era constituído por uma freguesia e tinha, em 1801, 498 habitantes. Aquando da extinção foi anexada ao município de Tavares.

História[editar | editar código-fonte]

Abrunhosa-a-Velha era, em 1747, um lugar do Concelho de Tavares, Arciprestado de Pena-Verde, Bispado e Comarca da cidade de Viseu, situado na Província da Beira. Constava toda a freguesia de cento e setenta fogos, e se compunha deste lugar, e do de Vila-Mendo. Estava fundado o lugar em um vale, e para a parte do Nascente se descobriam estas povoações: Gouveia, Melo e Folgosinho, que estão junto da serra da Estrela, da qual se avistava também grande parte.

A igreja paroquial era da invocação de Santa Cecília, anexa a Santa Maria das Chãs. Estava fundada no meio do lugar. Tinha cinco altares, dois dos quais eram capelas particulares, uma dedicada a São João Baptista, que instituiu João de Amaral com obrigação de missa quotidiana; a outra era do Espírito Santo, instituída por uma D. Maria de Moimenta da Serra, e esta tinha obrigação de dezassete missas. Os altares da igreja eram três; no maior se venerava a imagem da Santa Padroeira, e os dois colaterais era um de Nossa Senhora do Rosário, outro de São Sebastião. Era curato, que apresentava o abade de Santa Maria das Chãs. Não tinha renda alguma certa, mais que o pé-de-altar.

Havia nesta paróquia cinco ermidas, duas dentro deste lugar da Abrunhosa, uma da invocação de Santo António, outra do Menino Jesus, que instituiu Francisco de Amaral, e sua mulher Feliciana de Amaral, moradores neste mesmo lugar com obrigação de missa quotidiana, para o que tinha capelão, e sacristão, para tratar do ornato e limpeza da dita ermida, e duas mercieiras, que juntamente com o sacristão tinham obrigação de assistir a todas as missas, para o que tinham renda própria. Era na época administrador deste morgado e capela Miguel Pais de Amaral, mestre de campo e morador na sua Quinta do Canedo, Concelho de Azurara.

Havia outra ermida no lugar de Vila-Mendo da invocação de São Domingos, que festejavam os moradores no seu dia 4 de Agosto. As que estavam fora do povoado, uma era da invocação de Nossa Senhora dos Verdes com sua Irmandade, que se compunha de duzentos irmãos; era de grande romagem, e concorria a ela de várias partes muita gente com procissões: era especialmente este concurso com maior frequência no mês de Maio. A administração desta ermida corria por conta da sua Irmandade. A outra ermida era dedicada a Santa Bárbara, a qual é pobre, e ficava em um monte defronte do lugar; foi instituída por um sacerdote chamado Pedro de Albuquerque, que acabou com opinião de santo, com doze missas rezadas e uma cantada no seu dia.

Os frutos que produzia em maior abundância eram centeio, milho, feijão e azeite, Trazia caça de perdizes, e coelhos nos matos, em que pastava o gado dos moradores da terra. Corria perto deste lugar o rio Mondego, de cuja água se aproveitavam os lavradores livremente para seus campos.[3]

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população registada nos censos foi:[2]

População da freguesia de Abrunhosa-a-Velha[4]
AnoPop.±%
1864 1 023—    
1878 1 113+8.8%
1890 1 215+9.2%
1900 1 212−0.2%
1911 1 250+3.1%
1920 1 168−6.6%
1930 1 271+8.8%
1940 1 321+3.9%
1950 1 203−8.9%
1960 1 040−13.5%
1970 825−20.7%
1981 764−7.4%
1991 788+3.1%
2001 689−12.6%
2011 563−18.3%
2021 440−21.8%
Distribuição da População por Grupos Etários[5][2]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 90 101 329 169
2011 57 50 291 165
2021 41 39 216 144

Património[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Matriz de Abrunhosa-a-Velha;
  • Capela de Nossa Senhora dos Verdes e de Santo António;
  • Pelourinho de Abrunhosa-a-Velha.

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 5 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b c Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. Luís Cardoso (Pde.) (1747). Diccionario Geografico ou Noticia Historica de Todas as Cidades, Villas, Lugares e Aldeas, Rios, Ribeiras e Serras dos Reynos de Portugal e Algarve com todas as cousas raras que nelles se encontrao assim antigas como modernas Que escreve e offerece Ao Muito Alto e Muito Poderoso Rey D. João V Nosso Senhor o P. Luiz Cardoso da Congregaçao do Oratorio de Lisboa Académico Real do Numero da Historia Portugueza. I. [S.l.]: Regia Officina Sylviana. p. 41 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Abrunhosa-a-Velha

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.