Abu Zaiane Maomé III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abu Zaiane Maomé III
Sultão do Império Merínida (1.ª vez)
Reinado 1358
Antecessor(a) Abu Inane Faris
Sucessor(a) Abu Becre ibne Faris
Sultão do Império Merínida (2.ª vez)
Reinado 1362-1366
Predecessor Taxufine ibne Ali
Sucessor Abu Faris Abdalazize I
 
Morte 1366
Casa merínida
Religião Islão

Abu Zaiane Maomé III ibne Faris (em árabe: أبو زَيَّان محمد إبن فارس; romaniz.: Abū Zaiiān Muhammad ibn Faris) foi o sultão do Império Merínida em 1358 e então de 29 de dezembro de 1361 a 30 de agosto de 1366.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Abu Zaiane Maomé III assumiu brevemente o trono após a morte de Abu Inane Faris em 1358 antes de ser substituído por Abu Becre ibne Faris. Foi novamente feito sultão desde 29 de dezembro de 1361 em sucessão a Taxufine ibne Ali. Até 1364, Sijilmassa, no sul, foi governada de forma independente, primeiro por Abu Maomé Abde Alhalim ibne Omar (r. 1362–1363) e depois por Abu Maleque Abde Almumine ibne Omar (r. 1353–1364).[2] Em 1366, o sultão tentou remover seu vizir Omar ibne Abedalá Aliabani do cargo e foi morto em resposta. Abu Faris Abdalazize I subiu ao trono em 30 de agosto daquele ano. Quando o último estava firmemente no controle, ordenou a execução do regicida.[3]

Referências

  1. Zaghi 1973, p. 17.
  2. Bosworth 1996, p. 41.
  3. Abun-Nasr 1987, p. 113.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Abun-Nasr, Jamil M. (1987). A History of the Maghrib in the Islamic Period. Cambrígia: Imprensa da Universidade de Cambrígia. ISBN 978-0-521-33184-5 
  • Bosworth, C. E. (1996). The New Islamic Dynasties. Nova Iorque: Imprensa da Universidade de Colúmbia 
  • Zaghi, Carlo (1973). L'Africa nella coscienza europea e l'imperialismo italiano. Nápoles: Guida