Adelor Vieira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adelor Francisco Vieira
Presidente do PSC em Santa Catarina
Período 20 de dezembro de 2010
Dados pessoais
Nascimento 7 de janeiro de 1947 (70 anos)
Blumenau-SC
Primeira-dama Maria Marlinda Vieira
Partido PSC
Profissão securitário e professor

Adelor Francisco Vieira (Blumenau, 7 de janeiro de 1947) é um político catarinense. É o líder do Partido Social Cristão (PSC) em Santa Catarina, e diretor da CASAN, atualmente é presidente interino da estatal.

Seu nome esteve envolvido no Escândalo dos Sanguessugas,[1] na época que era filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) de Santa Catarina e líder da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.[2]

Formação escolar[editar | editar código-fonte]

Formado em matemática pela Universidade da Região de Joinville, FURJ/UNIVILLE.

Atividades extra-curriculares[editar | editar código-fonte]

  • Centro de Estudos do Desenvolvimento - Problemas do Desenvolvimento Brasileiro
  • Jornalismo (a nível técnico) pelo Instituto Universal Brasileiro
  • Teologia - Escola de Educação Teológica da Assembleia de Deus
  • Estado Maior das Forças Armadas/Rio de Janeiro
  • Programa Brasil/Miami de Política, Administração Pública, Educação e Saúde
  • Escola Superior de Guerra – Ciclo de Política e Estratégica para o País e Conjuntura Sócio-econômica Brasileira

Vida política[editar | editar código-fonte]

Títulos e honrarias[editar | editar código-fonte]

  • Membro do Quadro da Comissão Metropollitan Dade County (Flórida)
  • Distinção Ordem da Machadinha – Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville
  • Medalha Anita Garibaldi, por notáveis serviços prestados aos catarinenses
  • Cidadão honorário de São Francisco do Sul
  • Cidadão honorário de Florianópolis
  • Cidadão honorário de Itapoá

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.