Aeroporto Ernesto Bonomo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto de São Mateus - Ernesto Bonomo
Aeroporto
IATA: SBJ - ICAO: SNMX
Características
Tipo Público
Administração Municipal
Serve Espírito Santo
Altitude 30 m (98 ft)
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
08 x 26 1 350 m (4 429 ft) Asfalto

O Aeroporto de São Mateus - Ernesto Bonomo (IATA: SBJ - ICAO: SNMX) é o segundo maior aeroporto do Espírito Santo e está situado na Rodovia Estadual ES-315, s/n, localizado no município de São Mateus.

Suas coordenadas são as seguintes: 18°43'15.00"S de latitude e 39°49'59.00"W de longitude. Possui uma pista de 1350m de asfalto.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Não há data precisa de quando o antigo campo de aviação passou a chamar-se Aeroporto Ernesto Bonomo.

História[editar | editar código-fonte]

No princípio da década de 40 foi construído um campo de pouso para atender os aviões da FAB (Força Aérea Brasileira), no período da Segunda Guerra Mundial.

Além da pista de pouso, também foram construídas três casas e um reservatório de combustíveis para abastecimento das aeronaves. Numa dessas casas ficava o escritório, sendo as outras duas usadas para descanso de pilotos e, mais tarde, como moradia de funcionários.

A base era chefiada por Carlos Schimidt, funcionário da Aeronáutica, havendo também alguns auxiliares e um vigia.

Terminada a Segunda Guerra, o Campo de Aviação (assim ficou conhecida aquela base pelos moradores da cidade) passou a atender também os chamados teco-tecos (pequenas aeronaves), de propriedade particular e aviões do Correio Aéreo Nacional.

Esse aeródromo foi denominado mais tarde de Ernesto Bonomo e adequado para dar maior segurança aos voos de aviões e helicópteros da Petrobras.

Durante a década de 1950, recebia voou regulares da NAB.

Em 1998 o Ministério da Aeronáutica realizou um trabalho de ampliação, iluminação e modernização da pista de pouso.[1] Previsto para receber voos comerciais até o fim de 2011. Até julho de 2011, prevê autorização da ANAC para ativar pousos e decolagens no aeroporto mateense. O prefeito Amadeu Boroto quer ponte aérea ligando São Mateus à capital Vitória.[2]

Reforma[editar | editar código-fonte]

É um dos 4 aeroportos do Estado do Espírito Santo incluídos no PDAR - Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional, criado pelo Governo Federal em 2012, que será reformado para voltar a receber voos regulares de cargas e passageiros. Um total de 200 milhões de reais será destinado para a reforma dos 4 aeroportos do estado, são eles: São Mateus, Linhares, Colatina e Cachoeiro do Itapemirim.

Companhias Aéreas e Destinos[editar | editar código-fonte]

Atualmente não há nenhuma companhia aérea operando no local.

Companhias Aéreas Destinos Aeronaves

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

[1] Mapa da aviação Regional do Espírito Santo [2] ES recebe R$ 200 milhões para investir em quatro aeroportos (jan/13)

Ícone de esboço Este artigo sobre o município de São Mateus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.