Jones dos Santos Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jones dos Santos Neves
22.° e 28.° Governador do Espírito Santo
Período 21 de janeiro de 1943
até 27 de outubro de 1945
Antecessor João Punaro Bley
Sucessor José Rodrigues Sette
Período 31 de janeiro de 1951
até 10 de outubro de 1952
Antecessor Carlos Lindenberg
Sucessor Francisco Alves Ataíde
Senador do Espírito Santo
Período 4 de abril de 1947
até 31 de janeiro de 1951
Dados pessoais
Nascimento 29 de dezembro de 1901
São Mateus, Espírito Santo
Morte 20 de dezembro de 1973 (71 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Albina da Silva Neves
Pai: João dos Santos Neves
Cônjuge Alda Magalhães Santos Neves
linkWP:PPO#Brasil

Jones dos Santos Neves (São Mateus, 29 de dezembro de 190120 de dezembro de 1973) foi um político brasileiro.

Governou duas vezes o estado do Espírito Santo, primeiramente como interventor federal, de 21 de janeiro de 1943 a 27 de outubro de 1945, e depois como governador eleito, de 31 de janeiro de 1951 a 31 de janeiro de 1955.

Interventor Federal[editar | editar código-fonte]

  • Com a nomeação de Punaro Bley para a diretoria da CVRD, criada em 1942, sucederam vários interventores o primeiro deles, foi Jones entre 1943 e 1945.

Governador[editar | editar código-fonte]

  • Eleito governador do Espirito Santo pelo PSD Jones se destacou com políticas inovadoras tais quais:

Plano de Valorização Econômica[editar | editar código-fonte]

O planejamento de sua gestão foi organizado através do Plano de Valorização Econômica, que estabeleceu prioridades de governo. Acreditando que o Espírito Santo não poderia ficar dependendo do café, pretendeu estruturar as bases de um processo industrial.Absorveu quase metade da receita estadual e concentrou-se nas seguintes áreas:

Transportes[editar | editar código-fonte]

  • Aparelhamento e ampliação do Porto de Vitória
  • Construção da ponte sobre o rio Doce, em Linhares, facilitando a comunicação e o escoamento da produção do norte e noroeste do estado;
  • Ampliação das vias rodoviárias - Vitória/Colatina, Vitória/Cachoeiro de Itapemirim e Cachoeiro/Alegre/Guaçuí
  • Início da pavimentação asfáltica no Espírito Santo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João Punaro Bley
Governador do Espírito Santo
19431945
Sucedido por
José Rodrigues Sette
Precedido por
Carlos Fernando Monteiro Lindenberg
Governador do Espírito Santo
19511952
Sucedido por
Francisco Alves Ataíde