Portal:São Mateus (Espírito Santo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Portal de São Mateus

Casario do PortoBarra NovaCatedral São MateusIgreja VelhaPraia de GuririSede da PrefeituraMonumento a colonização do solo mateenseExploração de petróleo na região do NativoCachoeira do Cravo
Este portal foi criado em 28 de janeiro de 2015 e pretende reunir dados relacionados ao município brasileiro de São Mateus (ES)
São Mateus | Imagens
Comentários na página de discussão.
 ver · editar São Mateus
Diversas imagens sobre São Mateus

São Mateus é o segundo município mais antigo e sétimo mais populoso do estado do Espírito Santo, Brasil. Foi fundado em 21 de setembro de 1544, recebendo autonomia municipal apenas em 1764. Originalmente, chamava-se Povoado do Cricaré, sendo rebatizado no ano de 1566 pelo padre José de Anchieta para o nome de São Mateus. Sua população atual gira em torno dos 121 mil habitantes, sendo considerado um marco na colonização do solo do Espírito Santo.

É considerado o município com a maior população negra do estado. Tal fato se dá, pois, até a segunda metade do século XIX, o Porto de São Mateus era uma das principais portas de entrada de negros no Brasil. Também há a forte presença de italianos, que são responsáveis pela colonização de grande parte dos sertões mateenses.

Sua economia está baseada na oferta de serviços e na exploração e produção de petróleo. Na década de 1970, foram descobertos vários campos de exploração e na década de 1980, essas descobertas foram ampliadas. Na década de 2000 foi implantado na região de Campo Grande o Terminal Norte Capixaba, responsável pelo escoamento de toda a produção da região.

Localiza-se a uma latitude 18º42'58" sul e a uma longitude 39º51'21" oeste, estando a uma altitude de 36 metros. Sua área total é de 2 338,727 km², equivalente a 5,12% do território capixaba. Limita-se ao norte com os municípios de Boa Esperança, Pinheiros e Conceição da Barra; ao sul com São Gabriel da Palha, Vila Valério, Jaguaré e Linhares; a leste com o oceano Atlântico e a oeste com Nova Venécia. Dista da Capital do Estado, Vitória, 215 km. Também destaca-se pelo forte apelo turístico, tanto histórico quanto de temporada. O carnaval de Guriri, principal balneário do município, é um dos mais animados do estado e chega a ser conhecido nacionalmente, recebendo, principalmente, turistas de Minas Gerais.

Crystal 128 forward.png
Saiba mais...


 ver · editar Artigo destacado aleatório
Interior da Igreja Velha

A Igreja Velha é um patrimônio histórico da cidade de São Mateus. A Igreja Velha foi projetada a mando dos Jesuítas para ser a maior igreja do município. A verba empregada seria de cunho municipal. O inicio da sua construção é do início do século XIX. Seu projeto grandioso fez com que os vereadores encerrassem as obras no dia 6 de agosto de 1853. Segundo a Ata da Câmara Municipal que da fim a sua construção, a igreja Matriz da Praça do Campo, como era conhecida na época, demandava mais de 40 contos de réis e aproximadamente 50 anos para a conclusão, enquanto que a Igreja Matriz da Praça de São Mateus, que já se encontrava com as obras adiantadas, demandaria não mais de 8 contos de réis para a conclusão.

A alvenaria utilizada foi de pedras e uma argamassa feita de óleo de baleia e cal. As pedras utilizadas vinham nos lastros dos navios que atracavam no Porto de São Mateus. Já a cal era retirada dos sambaquis, que eram facilmente encontrados na região de Barra Nova. Muitas dessas pedras dos alicerces da igreja Velha foram utilizadas pelos moradores para a construção de edificações no município.

Encontra-se no centro da cidade e é um dos principais cartões postais de São Mateus. Segundo os Moradores mais antigos, a igreja seria dedicada a São Brás.

Crystal 128 forward.png
Leia o artigo completo...


 ver · editar História

A história de São Mateus inicia-se no final do século XVI. Não há data precisa da chegada dos primeiros colonos, nem a indicação dos seus nomes, mas, pela tradição oral, os primeiros colonizadores portugueses chegaram a São Mateus por volta de 1544.

É o segundo município mais antigo do Espírito Santo, Brasil. Foi fundado em 21 de setembro de 1544, recebendo autonomia municipal apenas em 1764. Originalmente, chamava-se Povoado do Cricaré, sendo rebatizado no ano de 1566 pelo padre José de Anchieta para o nome de São Mateus. Sua população atual gira em torno dos 121 mil habitantes, sendo considerado um marco na colonização do solo do Espírito Santo.

É considerado o município com a maior população negra do estado. Tal fato se dá, pois, até a segunda metade do século XIX, o Porto de São Mateus era uma das principais portas de entrada de negros no Brasil. Também há a forte presença de italianos, que são responsáveis pela colonização de grande parte dos sertões mateenses.

Crystal 128 forward.png
Veja mais em História de São Mateus
 ver · editar Imagem aleatória
 ver · editar Você sabia que...
  • ...São Mateus é considerado o município com a maior população negra do Espírito Santo?
  • ...em 13 de abril de 1848 Villa Nova do Rio de Sam Matheus a então ganhou foros de cidade?
  • ...inicialmente, o território mateense compreendia 29,8% do território capixaba?
  • ...a Igreja Velha, se concluída, teria mais de 300 metros de comprimento?


 ver · editar Categorias
 ver · editar Artigos relacionados
 ver · editar Colabore
  • Adicione imagens nos artigos.
Colabore!
  • Melhore os artigos sobre São Mateus.
  • Crie artigos relacionados ao município de São Mateus dando visibilidade ao assunto escolhido.


 ver · editar Portais relacionados
Bandeira do Espírito Santo.svg
BRAlogo1.png
Rotating earth (Very small).gif
Portal:Espírito Santo Portal:Brasil Portal:Geografia
 ver · editar São Mateus no...
 ver · editar Veja também
Recarregue o conteúdo desta página