Portal:Niterói

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Compartilhe via Google+
(Atualizar Conteúdos)
Portal da Cidade de
Niterói

Niterói

Bandeira de Niterói
Niterói é um município do estado do Rio de Janeiro, na Região Sudeste do Brasil. Com população estimada em 495.470 habitantes segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2014, e uma área de 129,3 km², integra a Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) e ostenta o mais elevado Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Rio de Janeiro e o sétimo maior entre os municípios do Brasil em 2010, no valor de 0.837 naquele período, considerado "muito elevado" segundo dados das Nações Unidas. Individualmente, é o segundo município com maior média de renda domiciliar per capita mensal do Brasil e aparece na 13ª posição entre os municípios do país segundo os indicadores sociais referentes à educação.

Foi capital estadual fluminense até a fusão entre os estados do Rio de Janeiro e da Guanabara em 1975. Dista 10,9 km da cidade do Rio de Janeiro e possui como acessos a Ponte Rio–Niterói e Avenida do Contorno, ambas trechos da BR-101, a Alameda São Boaventura, trecho urbano da RJ-104, a Avenida Everton Xavier, trecho urbano da RJ-108. Também se pode chegar à cidade por meio das linhas de ferry conhecidas como barcas. A cidade é um dos principais centros financeiros, comerciais e industriais do estado do Rio de Janeiro, sendo a 12ª entre as 100 melhores cidades brasileiras para se fazer negócios.

Artigo em destaque

Icaraí
Icaraí é um bairro do município de Niterói, no Rio de Janeiro. Está situado na Zona Sul do município, banhado pela parte leste da Baía de Guanabara. "Icaraí" é um termo tupi que significa "água sagrada", através da junção dos termos 'y ("água") e karai ("sagrado"). É um centro de lazer e turismo da cidade. Possui belo urbanismo e contém dois monumentos naturais famosos, as pedras de Itapuca e do Índio, pontos para pescadores locais e apreciadores da Praia de Icaraí e do resto da Baía de Guanabara.

No início do século XVI, o bairro fazia parte do território dos índios tupinambás. Com a derrota destes perante os portugueses e seus aliados temiminós em 1567, a região, sob o nome de Freguesia de São João de Carahy, foi doada ao chefe temiminó Arariboia em 1568, como parte da Sesmaria dos Índios. No século XIX, a região integrou-se à recém-criada Vila Real da Praia Grande, que mudaria seu nome para Niterói em 1834. A sua praia constituía-se, à época, em um extenso areal, margeado por pitangueiras, cajueiros, cactos e vegetação típica de restinga. O seu efetivo povoamento iniciou-se a partir das décadas de 1840 e de 1850.

História

Fortaleza de Santa Cruz
História de Niterói começa com a aldeia fundada por Arariboia com a posse solene em 1573, que recebeu a denominação de São Lourenço dos Índios, o primeiro núcleo de povoamento. A morte de Arariboia (1589) iniciou o processo de declínio do aldeamento, a região continua a crescer, mas longe da Aldeia de São Lourenço. No início, as atividades navais foram as maiores responsáveis pelo progresso da região, que se desenvolveu e adquiriu importância até tornar-se a Vila Real da Praia Grande, em 1819, quando foi reconhecida pelo Reino de Portugal. Em 1834, o Ato Adicional à Constituição de 1824 fez, da Vila Real da Praia Grande, a capital da província do Rio de Janeiro, e transformou a cidade do Rio de Janeiro, então capital do império, em um município neutro.

Cultura

Museu de Arte Contemporânea de Niterói
Cultura de Niterói é marcada pela diversidade, destacam-se a Vila de Pescadores de Jurujuba, fortalezas, museus, igrejas e monumentos futuristas, como o Museu de Arte Contemporânea, o símbolo do município, construído pelo arquiteto modernista Oscar Niemeyer e o Teatro Popular de Niterói, contrastando com edifícios históricos. A cidade é um importante centro histórico-cultural do Brasil. Em Niterói há diversas tradições festivas tanto as festas juninas como as de fim de ano, além de uma folia de carnaval com desfile de agremiações carnavalescas em passarela montada e "carnavais" de rua pelos vários bairros da cidade. A cidade também é sede do grupo sinfônico brasileiro a Orquestra Sinfônica Nacional (OSN-UFF).

Você sabia?

...que Niterói é a segunda cidade do mundo que mais tem obras do arquiteto Oscar Niemeyer?

...que a Fortaleza de Santa Cruz é o ponto de Niterói que fica mais próximo da cidade do Rio?

...que a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, participou do ato simbólico de inicio das obras da Ponte Rio-Niterói, em 1968?

...que Icaraí se chamava Freguesia de São João de Carahy e era um grande areal?

...que na Praia de Jurujuba que se encontra a segunda maior fazenda de criação de mariscos do Brasil?

...que décadas atrás, na igreja de São Pedro de Jurujuba, os pescadores batiam à porta da igreja ainda de madrugada para pedir a bênção ao santo? O padre tratou de colocar a imagem do santo do lado de fora.

...que no século XIX, parte de Pedra de Itapuca foi implodida para que a via principal do bairro de Icaraí fosse construída?

...que a Praia de São Francisco já se chamou Praia do Saco de São Francisco? O nome era uma referência ao formato arredondado da praia.

Subdivisões

Como colaborar!

• Crie artigos relacionados com a cidade de Niterói
dando visibilidade ao assunto escolhido.
• Adicione imagens nos artigos.
• Melhore os artigos sobre a cidade de Niterói.

Feriados municipais

Data
Feriado
24 de junho Dia de São João
22 de novembro Aniversário da Cidade

Niterói em...

Portais

Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svg
Brazil Region Sudeste.svg
BRAlogo1.png
Estado do Rio de Janeiro Sudeste brasileiro Brasil