Icaraí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Icaraí (desambiguação).

Icaraí é um bairro do município de Niterói, no Rio de Janeiro. Está situado na Zona Sul do município, banhado pela parte leste da Baía de Guanabara. Se estende por uma área de 9,69 km², fazendo fronteira com os também bairros niteroienses do Centro, Ingá, Jardim Icaraí, Santa Rosa, São Francisco e Vital Brazil.

Segundo dados do Censo Nacional de 2010, sua população era de 75 715 habitantes[1] naquele ano, sendo o bairro mais populoso de Niterói à época, abrigando então 15,52% do total de habitantes do município.[2] Em 2000, o bairro já ocupava o primeiro lugar da lista de melhores IDHs do Rio. Em 2014, Icaraí teve o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) mais uma vez.[3]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Icaraí" é um termo tupi que significa "água sagrada", através da junção dos termos 'y ("água") e karai ("sagrado").[4]

Localização[editar | editar código-fonte]

Situa-se na Baía de Guanabara, próximo à sua entrada, na margem oposta às praias do Flamengo e de Botafogo, na orla do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

No início do século XVI, o bairro fazia parte do território dos índios tupinambás. Com a derrota destes perante os portugueses e seus aliados temiminós em 1567, a região, sob o nome de Freguesia de São João de Carahy, foi doada ao chefe temiminó Arariboia em 1568, como parte da Sesmaria dos Índios.[5]

No século XIX, a região integrou-se à recém-criada Vila Real da Praia Grande, que mudaria seu nome para Niterói em 1834. A sua praia constituía-se, à época, em um extenso areal, margeado por pitangueiras, cajueiros, cactos e vegetação típica de restinga. O seu efetivo povoamento iniciou-se a partir das décadas de 1840 e de 1850.[5]

Em 1916, foi inaugurado o Hotel Balneário Casino Icarahy. Em 1939, o palacete que abrigava o hotel foi derrubado para a sua substituição por um edifício em estilo art déco, em projeto do arquiteto Luiz Fossati. Com a proibição do jogo no país, em 1946, o cassino deixou de funcionar. A partir de 1967, o prédio passou a abrigar a reitoria da Universidade Federal Fluminense.[6]

Em 1937, foi construído um trampolim em concreto armado no meio da praia, com recursos da prefeitura, da imprensa e do Clube de Regatas Icarahy. O trampolim era mais um projeto do arquiteto Luiz Fossati. Durante as décadas de 1930 e 1940, foi construído o Cinema Icaraí, em estilo art déco. O trampolim da Praia de Icaraí foi dinamitada no final da década de 1960 por oferecer perigo aos banhistas.[7]

A partir da década de 1970, com a construção e inauguração da Ponte Presidente Costa e Silva, o bairro consolida-se como centro urbano polarizador e de grande importância para a cidade, com forte concentração de comércio, de serviços e de atividades de lazer.[5]

Economia[editar | editar código-fonte]

O comércio do bairro é dos mais variados, destacando-se a presença das mais importantes marcas de produtos de moda, situadas principalmente ao longo das ruas Coronel Moreira César, Gavião Peixoto e outras como a Presidente Backer, a Lopes Trovão e a rua Tavares de Macedo.

Lazer e Turismo[editar | editar código-fonte]

Icaraí é um centro de lazer e turismo da cidade. Possui belo urbanismo e contém dois monumentos naturais famosos, as pedras de Itapuca[8] e do Índio, pontos para pescadores locais e apreciadores da Praia de Icaraí e do resto da Baía de Guanabara.[9] Ostenta o título de ser um dos mais belos, cosmopolitas e pujantes bairros da cidade.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo de 2010, Icaraí possuí uma população de 75 715 habitantes, dos quais 44 490 (57.09% do total) pertenciam ao sexo feminino e 33 775 (42.91% do total) ao sexo masculino. Em 2010, assim como mostrado nos Censo 2000 e Censo 1991, era o bairro mais populoso de Niterói, concentrando entre 15% e 20% da população municipal.[1]

De acordo com a faixa etária, o total de habitantes de Icaraí está agrupada da seguinte forma, em 2010: 8 816 habitantes, ou 11,2% da população local, possuía entre 0 e 14 anos de idade, 54 707 habitantes, ou 69,5% da população, possuía entre 15 e 64 anos, e 15 192, ou 19,3%, possuía acima de 65 anos de idade.[1]

Vista panorâmica de Icaraí.

Instituições de Ensino[editar | editar código-fonte]

  • Centro Educacional de Niterói (CENTRINHO)
  • La Salle / Instituto Abel
  • Colégio e Curso Miguel Couto
  • Centro Educacional Alzira Bittencourt
  • Colégio Castelo do Saber
  • Colégio e Vestibulares Voltaire
  • Colégio e Curso pH
  • Colégio Lobo Torres
  • Colégio MV1 - Icaraí
  • Colégio Miraflores
  • Colégio São José
  • Colégio São Vicente de Paulo
  • Colégio Estadual Baltazar Bernardino
  • Escola Estadual Manuel Abreu
  • Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora
  • Escola Estadual Nossa Senhora do Sagrado Coração
  • Escola Municipal Professor Paulo de Almeida Campos
  • Pensi
  • Escola Estadual Júlia Cortines (antigo Jardim de Infância Júlia Cortines)
  • Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Curso Marly Cury
  • Colégio Estadual Joaquim Távora
  • Escola Divina Providência

Clínicas e Hospitais[editar | editar código-fonte]

  • Hospital São Lucas
  • Clínica OdontoCosta
  • Clínica Veterinária Icaraí
  • Clinica Veterinária 24 horas Kennel Vip
  • Age Medicina Estética
  • Labs D'Or
  • Laboratório Morales
  • Laboratório Lâmina
  • Laboratório Bronstein
  • Laboratório Sérgio Franco
  • Laboratório Bittar
  • Laboratório Dom Bosco
  • Clínica Cardiomed
  • Hospital Icaraí
  • Procordis

Esporte[editar | editar código-fonte]

  • Estádio Caio Martins
  • Clube de Regatas Icaraí
  • Clube Central Icaraí
  • Rio Cricket Associação Atlética (local do primeiro jogo de futebol da história realizado no estado do Rio de Janeiro.)

Associações Sociais e Benemerentes[editar | editar código-fonte]

  • Rotary Icaraí
  • Clube Central Icaraí

Instituições Religiosas[editar | editar código-fonte]

  • Grupo Espírita Yvonne Pereira
  • Fraternidade Franciscana Porciúncula de Sant'Ana
  • Igreja Batista Jardim Icaraí
  • Igreja Batista em Icaraí
  • Centro Evangelístico Internacional
  • Paróquia de São Judas Tadeu
  • Mitra Arquidiocesana de Niterói
  • Santuário das Almas
  • Igreja Messiânica Mundial do Brasil
  • Igreja Metodista em Icaraí
  • Igreja Metodista O. A Paz de Cristo do Brasil
  • Presbitério de Niterói - Sínodo Leste Fluminense
  • Igreja Presbiteriana Betânia de Icaraí
  • Igreja Presbiteriana Betel
  • Igreja Presbiteriana de Icaraí
  • Igreja Plena de Icaraí
  • Assembléia de Deus em Icaraí
  • Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil
  • Primeira Igreja Evangélica Congregacional de Icaraí
  • Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
  • Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c População Icaraí - Niterói Portal População.
  2. Niterói, RJ Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil.
  3. Icaraí, na Zona Sul de Niterói, tem o melhor IDH do Estado do Rio O Globo. (Novembro, 2014).
  4. TOPONÍMIA Filologia.
  5. a b c Icaraí Cultura Niterói.
  6. Cassino Icaraí-Niterói Cassinos do Brasil.
  7. Mundial de salto resgata memória de trampolim histórico de Niterói globoesporte. (Setembro, 2013).
  8. Surf na Itapuca - Niterói FERREIRA, B. N. V.. Acesso em 13 de janeiro de 2013.
  9. Principais pontos turísticos de Niterói Infotur.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Icaraí