Viradouro (Niterói)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Viradouro é um bairro da Zona Sul do município de Niterói.[1][2][3] Já foi um prolongamento do bairro de Santa Rosa, por isso, eventualmente, é dito que as escolas de samba Unidos do Viradouro e Folia do Viradouro são originárias de lá.

Localização[editar | editar código-fonte]

O Viradouro situa-se sobre um terreno montanhoso, conhecido como Garganta do Viradouro, entre o Morro do Africano e o Morro da União. Faz limites com Ititioca, Largo da Batalha e Santa Rosa, bairro que o originou.

O Complexo do Viradouro, conjunto de favelas que ocupa praticamente todo o bairro, é uma das regiões mais violentas de Niterói, onde os confrontos são frequentes. Também é uma área onde a infraestrutura urbana é muito precária. Garganta, Curral das Antas, União, Mar de Rosas, Chiqueirinho e Ponte Velha são algumas das favelas que compõem o complexo.

História[editar | editar código-fonte]

Localização do bairro do Viradouro no município de Niterói.

Até os anos 40 e 50 o local era ocupado apenas por poucas famílias. Na época os terrenos eram de posse, e um senhor José Lopez, proprietário do armazém, anotava as dívidas das famílas que eram trocadas por posses de terras e das benfeitorias, tornando-o um grande proprietário de terras.[4]

Nos períodos dos anos 60/70, a população teve um aumento significativo, a área favelizada e a própria expressão do bairro materializava a crise habitacional, mesmo as residências q eram de taipas foram substituídas pro alvenaria, com características próprias.[4]

Ao final dos anos 70 é Fundada a Associação dos Moradores do Viradouro e hoje associada a Federação das Associações de Moradores de Niterói (FAMNIT).[4] Nos anos 80, com a crise econômica brasileira e processo acelerado de urbanização, ocorreu a intensificação da violência urbana.[4]

Dados[editar | editar código-fonte]

  • Área: 0,89 km2 
  • População: 3516 habitantes (IBGE 2000)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]