Aleksander Čeferin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aleksander Čeferin

Aleksander Čeferin (nascido a 13 de Outubro de 1967) é um advogado esloveno e dirigente desportivo. Entre 2011 e 2016 foi presidente da Federação de Futebol da Eslovénia e desde 14 de Setembro de 2016 tornou-se Presidente da UEFA.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após se licenciar na faculdade de Direito da Universidade de Ljubljana, Čeferin ingressou na firma de advogados da sua família, desenvolvendo um interesse especial pela representação de atletas e clubes profissionais. Mais tarde substituiu o pai como director da firma.

Cargos administrativos[editar | editar código-fonte]

Čeferin assumiu um interesse formal no futebol local em 2005, através do trabalho desenvolvido com a direcção do FC Litija, um clube de futsal. Membro do comité executivo dos amadores do FC Ljubljana Lawyers desde 2005, foi igualmente dirigente no NK Olimpija Ljubljana, entre 2006 e 2011. Em 2011, Čeferin foi eleito Presidente da Federação de Futebol da Eslovénia. Também foi segundo e terceiro vice-presidente do Comité Jurídico da UEFA, entre 2011 e 2016.

Presidência da UEFA[editar | editar código-fonte]

A 14 de Setembro de 2016, Čeferin foi eleito como o sétimo Presidente da UEFA, tornando-se automaticamente vice-presidente da FIFA. Recolheu 42 votos no Congresso da UEFA realizado em Atenas, batendo a concorrência do holandês Michael van Praag, que recebeu 13 votos. Em Abril de 2017, Čeferin viu ser aprovadas diversas propostas reformistas de boa governação, onde se inclui a introdução da limitação de mandatos para presidentes da UEFA e membros do Comité Executivo da UEFA, e a condição de que candidatos a membros do Comité Executivo devem exercer um cargo (presidente, vice-presidente, secretário-geral ou director-geral) na respectiva federação. Čeferin prometeu reforçar as medidas de "fair play" financeiro da UEFA, em vigor desde 2009.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Čeferin é casado e pai de três filhos. É fluente em inglês e italiano.

Referências

  1. «Aleksander Čeferin». UEFA. 2 de janeiro de 2011. Consultado em 12 de outubro de 2017 

Weblinks[editar | editar código-fonte]