Alfred von Schlieffen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alfred Graf[1] von Schlieffen (Berlim, 28 de fevereiro de 18334 de janeiro de 1913) foi um marechal-de-campo, estrategista militar alemão e chefe do Estado-Maior de 1891 a 1905. Seu nome está associado ao Plano Schlieffen, que tinha por objetivo derrotar a Terceira República Francesa e Império Russo.

Filho de um general prussiano, entrou para o exército em 1854, onde participou da Guerra Austro-Prussiana de 1866 e da Guerra Franco-Prussiana de 1870-1871. Substituiu Alfred von Waldersee como chefe do Estado-Maior em 1891.[2] Em 1906, Schlieffen se aposentou do exército. Seu plano foi revisado e aperfeiçoado até a eclosão da Primeira Guerra Mundial. No entanto, o enfraquecimento do flanco direito do ataque à França por Helmut von Moltke, sucessor de Schlieffen, pode ter contribuído para o seu fracasso.[3]

Embora morto em 1914, ano do início da Primeira Guerra Mundial, Schlieffen é considerado um dos responsáveis pelo conflito, pois foi dele a atitude de mobilizar as tropas na Europa em um momento tenso, em que a movimentação de tropas podia significar uma facilidade para o começo da guerra.[4]

Honrarias[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Graf é um título de nobreza germânico traduzido como "conde"
  2. http://www.firstworldwar.com/bio/schlieffen.htm Página acessada em 13 de janeiro de 2016.
  3. http://www.historylearningsite.co.uk/world-war-one/causes-of-world-war-one/count-alfred-von-schlieffen/ Página acessada em 13 de janeiro de 2016.
  4. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/especial/dezdias/re01.htm Página acessada em 13 de janeiro de 2016.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alfred von Schlieffen
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.