Aljubarrota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Aljubarrota  
—  Freguesia  —
Monumento à Padeira de Aljubarrota
Monumento à Padeira de Aljubarrota
Brasão de armas de Aljubarrota
Brasão de armas
País  Portugal
Concelho ACB1.png Alcobaça
Fundação 2013
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 47,95 km²
População (2011)
 - Total 6 639
    • Densidade 138,5 hab./km²

Aljubarrota é uma freguesia portuguesa do concelho de Alcobaça com 47,95 km² de área e 6 639 habitantes (2011). Densidade: 138,5 hab/km².

História[editar | editar código-fonte]

A vila conserva a traça de natureza histórico-medieval, com prédios que, não ultrapassando o primeiro andar, são caracterizados pelo uso de cantarias, colunas, janelas de geometria vária e cor branca nas paredes.

Foi nas suas proximidades que se travou uma das mais decisivas batalhas pela independência nacional - a Batalha de Aljubarrota, em 14 de agosto de 1385. Aljubarrota tem sido palco de uma feira medieval, realizada anualmente em Agosto, comemorando a Batalha.

Foi vila e sede de concelho até ao início do século XIX. Recuperou o estatuto de vila em 2 de julho de 1993.

Foi em Aljubarrota que, no século XVIII nasceu Eugénio dos Santos, o arquitecto português responsável pela reconstrução da Baixa Pombalina de Lisboa após o terramoto de 1755.

A freguesia foi constituída em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, pela agregação das antigas freguesias de Prazeres de Aljubarrota e São Vicente de Aljubarrota.[1]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Freguesia atual Freguesias antigas
Brasão Freguesia População[2](2011) Área[2](km²) Brasão Freguesia População[3](2011) Área[4](km²)
Coats of arms of None.svg
Aljubarrota 6 639 47,95
ACB-prazeres.png
Prazeres de Aljubarrota 4 235 27,04
Coats of arms of None.svg
São Vicente de Aljubarrota 2 404 20,91

Património[editar | editar código-fonte]

Locais de Interesse Turístico[editar | editar código-fonte]

  • Capela de São Pedro
  • Capela de Santo Amaro
  • Capela de S. Romão
  • Capela da Boavista
  • Ermida de Santa Teresa
  • Ermida de Nossa Senhora da Graça
  • Ermida de Nossa Senhora das Areias
  • Capela Nossa Senhora do Carmo
  • Capela Nossa Senhora da Piedade
  • Ponte Romana do Carvalhal

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  2. a b Ainda não existem dados geográficos e populacionais oficiais para a nova configuração desta freguesia. Os valores apresentados são calculados a partir dos dados dos territórios agregados.
  3. INE Instituto Nacional de Estatítica
  4. IGP Instituto Geográfico Português -Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2012.1