Eugénio dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eugénio dos Santos
Retrato de Eugénio dos Santos de Carvalho
Autor não identificado, séc. XVIII, Associação dos Arqueólogos Portugueses
Nome completo Eugénio dos Santos e Carvalho
Nascimento março de 1711
Aljubarrota
Morte 25 de agosto de 1760 (49 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Arquiteto
Obras notáveis Baixa Pombalina
Assinatura
Assinatura de Eugénio dos Santos
Arco Triunfal da Rua Augusta, na Praça do Comércio.

Eugénio dos Santos e Carvalho[nota 1] (Aljubarrota, março de 1711Lisboa, 25 de agosto de 1760) foi um engenheiro militar e arquitecto responsável pela reconstrução da Baixa Pombalina de Lisboa após o terramoto de 1755.[1]

Foi aluno na “Aula de Fortificação e de Arquitectura Militar” onde entrou em 1735, mas já no ano seguinte estava a trabalhar nas fortificações de Estremoz, onde foi responsável pelas obras do Paiol de Santa Bárbara, Paço e Armazéns. Posteriormente foi responsável pelas fortificações da Marinha e trabalhou na construção do Hospital das Caldas da Rainha, dirigidas por Manuel da Maia.

Em 1750 foi nomeado inspector das obras da Corte, entre as quais as obras dos paços da Ribeira e dos outros paços reais e arquitecto do Senado de Lisboa.

Homem de confiança do mestre Manuel da Maia, engenheiro-mor do Reino, a sua obra mais notável foi a Praça do Comércio que abre os horizontes de Lisboa ao Rio Tejo.

Há uma escola com o seu nome em Alvalade, Lisboa.

Referências

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Na grafia da época, ainda que não fosse normalizada, o seu nome surge como "Eugenio dos Sanctos", por exemplo, na Carta de Arquitecto da Cidade, que lhe foi dada em 1750.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]