Antologia de Humor Negro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Arte.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

A Antologia de humor negro é uma antologia reunida por André Breton, publicada pela primeira vez em 1940. Introduz cada autor conservado por uma instrução, situando-o no campo que ele próprio definiu num prefácio intitulado «paratonnerre», em homenagem a um aforismo de Lichtenberg contido na sua escolha de textos:

Génese do projecto[editar | editar código-fonte]

A partir do início do ano de 1935, Breton deu a conhecer o seu projecto ao responsável das edições Sagitaire.

Histórico das edições[editar | editar código-fonte]

Em 1940 sai a primeira edição e é fortemente atacada pela censura do regime de Vichy, sendo os primeiros exemplares apenas difundidos a partir da segunda metade do ano de 1945. É então apenas em 1950 que as edições Le Sagitaire propõem a obra num formato completamente diferente. Esta edição acaba por ser revista por Breton que exclui alguns autores e acrescenta outros. Em 1966 é publicada a edição definitiva da antologia por Jean Jacques Pauvert, que permite finalmente a Breton a publicação de alguns textos de Raymond Roussel, os quais as edições Lemerre haviam vetado a reprodução.

Sobre a expressão «humour noir»[editar | editar código-fonte]

Ao que tudo indica, foi Breton o primeiro a falar em «humour noir» (humor negro), no sentido que lhe é atribuído a partir de então.

Autores presentes na edição definitiva de 1966[editar | editar código-fonte]