Areias betuminosas do Athabasca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização do Athabasca Oil Sands na província de Alberta.

As Areias Betuminosas do Athabasca) são um imenso depósito de areias betuminosas, de onde se explora petróleo, localizado no nordeste da província de Alberta. É o segundo maior depósito de areias betuminosas do mundo, atrás somente da Faja Petrolífera del Orinoco na Venezuela. O betume, ali localizado, já era usado pelos povos nativos Cree e Dene em suas canoas a fim de deixá-las resistente à agua. A exploração comercial de petróleo no local começou em 1967, quando a empresa Great Canadian Oil Sands (atualmente Suncor) construiu sua primeira mina. O Athabasca Oil Sands está localizado primariamente no região de Fort McMurray. O nome Athabasca vêm do Rio Athabasca que cruza a região.

São calculadas atualmente reservas da ordem de 1,7 trilhões de barris (270 bilhões de metros cúbicos). Trata-se de um imenso volume de petróleo presente nessas areias, que são também mineradas por grandes escavadeiras. A origem dos hidrocarbonetos é explicada por migração através de falhas geológicas profundas que atingem o interior da terra (manto). Os hidrocarbonetos são alojados em reservatórios arenosos a baixa profundidade ou mesmo semi-expostos, onde ocorreu intenso retrabalhamento por bactérias, em ambiente mais oxidante, tornando o petróleo original mais pesado e concentrado em metais como níquel, vanádio, cobalto, cromo, arsênio, cádmio, etc.[1]

Companhias petrolíferas no local[editar | editar código-fonte]

  • Suncor
  • Syncrude
  • Shell Canada
  • MEG Energy
  • CNRL
  • Imperial Oil
  • SinoCanada

Referências

  1. «Alberta's Oil Sands 2006» (PDF). Government of Alberta. 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2008. Arquivado do original (PDF) em 27 de fevereiro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Canadá é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.