Balão Mágico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o programa de televisão. Para o grupo infantil, veja Turma do Balão Mágico.
Balão Mágico
Informação geral
Formato programa de variedades
Gênero Infantil
Duração 120 minutos
Criador(es) Nilton Travesso
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Rose Nogueira
Edi Newton
Câmera Multicâmera
Apresentador(es) Fofão
Simony
Mike
Tob
Jairzinho
Ricardinho
Ticiane Pinheiro
Elenco Castrinho
Luciana Benelli
Exibição
Emissora original Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 7 de março de 1983 – 28 de junho de 1986
Temporadas 4

Balão Mágico foi um programa infantil produzido e exibido pela Rede Globo entre 7 de março de 1983 e 28 de junho de 1986. Foi apresentado originalmente por Fofão e Simony, com adesão de Mike, Tob e Jairzinho logo depois, que formavam com a apresentadora o grupo musical Turma do Balão Mágico.[1][2] Entre março e junho de 1986, com a saída do grupo, Ticiane Pinheiro assumiu a apresentação ao lado de Fofão.[3]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em 1982, percebendo o sucesso dos programas infantis Bambalalão, da TV Cultura, e Bozo, do SBT, a Rede Globo decidiu criar seu próprio programa voltado às crianças e com tema circense, como as concorrentes, escalando o diretor Nilton Travesso para conceber o projeto.[4] O diretor convidou Simony, que fazia sucesso como membro do grupo infantil Turma do Balão Mágico, para apresentar o programa ao lado de Orival Pessini como o personagem Fofão, batizando a atração como Balão Mágico.[5] O programa estreou em 7 de março de 1983 e tinha no elenco ainda Castrinho como o palhaço Cascatinha e a prima de Simony, Luciana Benelli.[6]

Após três meses, devido ao estranhamento do público, a emissora decidiu incluir na apresentação Mike e Tob, os outros dois membros da Turma do Balão Mágico, e, em 1984, Jairzinho entrou no grupo e também no programa.[7] Em 1984 Tob deixou o grupo e foi substituído por Ricardinho, que também entrou no programa em seu lugar.[8] Em março de 1986, pouco antes do programa retornar de férias, Mike e Ricardinho deixaram o Turma do Balão Mágico e, consequentemente, também a atração, enquanto Fofão e Simony anunciaram que não iam renovar com a Rede Globo: ele assinou com a Band, onde apresentaria o TV Fofão, e ela assinou com a Rede Manchete, onde apresentaria o solo Nave da Fantasia.[9]

Com isso a emissora decidiu colocar fim no programa, porém como o Xou da Xuxa estrearia apenas em junho no horário, a atração passou a ser apresentada naqueles três meses apenas por Ticiane Pinheiro, que vinha do bem suceida TV Criança na Band.[10]

Equipe[editar | editar código-fonte]

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Palhaço Cascatinha (Castrinho) (1983–86)
  • Luciana Benelli (1983–86)

Referências

  1. «Balão Mágico». InfanTV. Consultado em 7 de março de 2020 
  2. «Relembre dez programas de TV que deixaram saudades». O Imparcial. Consultado em 7 de março de 2020 
  3. «Ticiane Pinheiro também contou que foi apaixonada por César Filho, com quem divide o comando do 'Hoje Em Dia': 'Na verdade, eu apresentava o Balão Mágico quando». Pure People. Consultado em 7 de março de 2020 
  4. «Balão Mágico». Memória Globo. Consultado em 7 de março de 2020 
  5. «Relembre o programa "Balão Mágico", que estreava há 35 anos na Globo». Consultado em 7 de março de 2020 
  6. «Há 35 anos, Balão Mágico estreava na Globo». Notícias da TV. Consultado em 7 de março de 2020 
  7. «Veja como está a turma do 'Balão Mágico', que estreava há 35 anos». Estadão. Consultado em 7 de março de 2020 
  8. «'Balão Mágico' precedeu era das loiras». Folha de S.Paulo. Consultado em 7 de março de 2020 
  9. «Clássico infantil, Balão Mágico estreava há 35 anos». Observatório da TV. Consultado em 7 de março de 2020 
  10. «iG Gente acompanhou um dia da apresentadora na Record e mostra os bastidores do "Programa da Tarde", que ela apresenta ao lado de Britto Jr. e Ana Hickmann». IG. 23 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.