Baleizão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Baleizão 
  Freguesia  
Brasão de armas de Baleizão
Brasão de armas
Baleizão está localizado em: Portugal Continental
Baleizão
Localização de Baleizão em Portugal
Coordenadas 38° 01' 32" N 7° 42' 52" O
País Portugal Portugal
Região Alentejo
Sub-região Baixo Alentejo
Província Baixo Alentejo
Concelho BJA.png Beja
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Silvestre do Calvário Troncão (PCP-PEV)
Área
 - Total 139,74 km²
População (2011)
 - Total 902
    • Densidade 6,5 hab./km²

Baleizão é uma freguesia portuguesa do concelho de Beja, na região do Alentejo, com 139,74 km² de área e 902 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 6,5 hab/km².

Catarina Eufémia foi morta a tiro, em 19 de Maio de 1954, no Monte do Olival, um lugar desta freguesia.[1]

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Baleizão (1864 – 2011) [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 994 2 252 2 367 2 463 2 896 2 628 3 200 2 736 3 028 3 083 1 869 1 564 1 236 1 056 902

Nos anos de 1890 a 1930 tinha incluida a freguesia de S. Pedro de Pomares. Pelo decreto lei nº 27.424, de 31/12/1936, aquela freguesia voltou a ter autonomia, mas foi extinta de novo pelo decreto lei nº 39,448, de 23/11/1953, e incluída na freguesia de Baleizão

Morfologia urbana[editar | editar código-fonte]

Baleizão divide-se entre a Aldeia Velha ou Aldeia de Baixo e a Aldeia Nova ou Aldeia de Cima. Na Aldeia Velha encontram-se, tradicionalmente, os baleizoeiros mais activos na política que se consideram os verdadeiros "comunistas" de Baleizão.[3]

Baleizão na literatura[editar | editar código-fonte]

A aldeia de Baleizão é assim descrita na obra Anatomia dos Mártires de João Tordo: "É um conjunto de casas brancas com telhados em tijolo castanho, janelas de cantaria e portas extraordinariamente pequenas onde, durante as tardes, os locais se abrigam do calor. Tem uma escola, uma Junta de Freguesia e, no centro da aldeia, um busto de Catarina Eufémia sobre uma coluna branca cercada por uma pequena vedação onde, ao final da tarde, os velhos se sentam a descansar.
Há três cafés neste redondel. (...) Andei ao acaso pelas ruas de alcatrão quente e as portas baixinhas, de laranjeiras podadas e cães vadios farejando as bermas." [4]

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições autárquicas (Junta de Freguesia)[editar | editar código-fonte]

Partido % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M
1976 1979 1982 1985 1989 1993 1997 2001 2005 2009 2013
FEPU/APU/CDU 72,4 8 70,6 10 72,1 11 70,2 7 67,6 7 75,2 7 68,4 7 53,9 6 63,5 7 62,8 5 58,9 5
PS 15,8 1 9,3 1 13,0 1 15,6 1 21,6 2 20,9 2 19,7 2 26,1 2 16,9 1 21,2 1 30,5 2
UDP 17,7 2 11,7 1 10,6 1 8,2 -
B.E. 11,6 1 15,1 1 13,1 1

Referências

  1. «Catarina Eufémia». Infopédia. Consultado em 23 de Agosto de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Tordo, João (2011). Anatomia dos Mártires, D. Quixote, pág. 87.
  4. Tordo, João (2011). Anatomia dos Mártires, D. Quixote, págs. 214 e 217.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.