Banco Morada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Banco Morada é um banco brasileiro e atua no Rio de Janeiro.

Especializado em crédito pessoal e crédito direto ao consumidor (CDC), atuou cerca de 30 anos no mercado de crédito, especializando-se em crédito pessoal, CDC administração de cartões, desconto de cheques pré-datados, financiamento de automóveis, empréstimos a pessoas jurídicas, inclusive como agente repassador de recursos do BNDES.

Em abril de 2005, o banco Bradesco comprou a rede e a carteira de clientes do Morada. A aquisição, que levou dois meses em negociação, contribuiu para aproximar o Bradesco de duas metas: ampliar o CDC e o crédito pessoal do Banco Finasa, e aumentar a penetração no mercado carioca. Além disso, entende-se que a operação também impediu que um banco como o Morada (pequeno, mas com bons ativos), fosse adquirido pelo grupo Itaú, que já tinha presença maior no estado do Rio de Janeiro, por ter adquirido o Banerj.

Faz parte de um grupo com quase 40 anos de atividades, o Grupo Morada. Seu desenvolvimento ocorreu a partir da fundação, em 1967, da Morada Associação de Poupança e Empréstimo, empresa voltada ao financiamento habitacional para aquisição da casa própria.

Transformada posteriormente em companhia de crédito imobiliário, financiou a construção de 25 mil imóveis, no período do apogeu do Sistema Financeiro de Habitação. Ao longo dos últimos anos, focado nas atividades de crédito massificado, o Banco especializou-se no negócio de crédito ao consumo (consumer bank), atuando em nichos específicos destas modalidades de operações, tendo apresentado um significativo crescimento em sua participação no mercado.

Intervenção[editar | editar código-fonte]

Em 28 de abril de 2011, o Banco Central do Brasil decretou intervenção no Banco Morada. Segundo a autoridade monetária, a medida foi tomada em decorrência do comprometimento patrimonial, do descumprimento de normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) e do Banco Central (BC), além de os controladores da instituição não terem apresentado um plano de recuperação viável do banco.[1]

De acordo com o BC, o banco Morada é uma instituição financeira privada, de pequeno porte, autorizada a operar as carteiras comercial e de crédito, financiamento e investimento, com apenas uma agência na cidade do Rio de Janeiro. Em dezembro de 2010, o Banco Morada detinha 0,01% dos ativos e 0,03% dos depósitos totais do sistema financeiro nacional (SFN).

A instituição faz parte do grupo econômico Morada, controlado pela empresa Morada Investimentos (Misa), e detém participação direta ou indireta das empresas Morada Viagens e Turismo, Morada Informática e Serviços Técnicos e Morada Administração de Cartões de Crédito.

Referências

  1. Ribeiro, Stênio. «Banco Central decreta intervenção no Banco Morada, do Rio». Agência Brasil. 28 de abril de 2011. Consultado em 28 de abril de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.