Barbara Tuchman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barbara Wertheim Tuchman
William Shirer, Barbara Tuchman, John Eisenhower (1971)
Nacionalidade  Estados Unidos
Gênero(s) Histórico
Ocupação Escritora, jornalista, historiadora
Grupo étnico judia
Temas abordados Revolução americana, Primeira Guerra Mundial, Idade Média, Renascimento, 1900;
Movimento História Popular
Magnum opus The Guns of August
Cônjuge Lester R. Tuchman
Filhos Três filhas
Parentes Maurice Wertheim (pai)
Henry Morgenthau Sr.(avô materno)
Henry Morgenthau Jr. (tio materno)
Robert M. Morgenthau (primo)
Jessica Mathews (filha)
Prémios Prémio Pulitzer de Não Ficção Geral (1963, 1972)

Barbara Wertheim Tuchman (30 de janeiro de 19126 de fevereiro de 1989) foi uma escritora e historiadora autodidata estadunidense. Ficou conhecida pelo livro The Guns of August ("Os Canhões de Agosto", no Brasil), uma história do prelúdio do primeiro mês da Primeira Guerra Mundial que lhe garantiu o Prémio Pulitzer de Não Ficção Geral. Ela venceu o Pulitzer novamente por Stilwell and the American Experience in China, 1911–45, uma biografia do General Joseph Stilwell.[1]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • America's Security in the 1980s. London: International Institute for Strategic Studies, 1982.
  • The Book: A Lecture Sponsored by the Center for the Book in the Library of Congress and the Authors’ League of America, Presented at the Library of Congress, October 17, 1979. Washington, DC: Livraria do Congresso, 1980.

Referências

  1. Ernest Becker. «The Pulitzer Prizes». Pulitzer.org.  Texto " General Nonfiction" ignorado (Ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.