Barrinha de Esmoriz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Caniço (Phragmites australis), a espécie de flora dominante na Barrinha de Esmoriz.

Barrinha de Esmoriz ou Lagoa de Paramos é uma lagoa costeira de água salobra, com uma área 396 hectares. A Lagoa de Paramos situa-se entre os concelhos de Espinho e Ovar banhando a aldeia de Paramos e a cidade de Esmoriz.[1]

A Barrinha de Esmoriz está integrada numa área com 396 hectares considerada pela BirdLife International como Área Importante para a Preservação de Aves[2] Entre as espécies locais está a Charadrius alexandrinus e os passeriformes canaviais: Acrocephalus arundinaceus e Acrocephalus scipaceus. A Barrinha de Esmoriz é muito importante para as aves migratórias na passagem do outono.[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Esta área é alimentada por águas de duas ribeiras - a vala de Silvalde, que tem a sua foz no lado norte da lagoa e a vala de Maceda/Rio Lambo/ Rio do Buçaquinho que desagua no seu lado sul - que devido ao cordão dunar litoral originam o corpo central da lagoa. Originada pela deposição de areia junto à foz de uma pequena linha de água, o cordão dunar que é aberto sazonalmente para renovação da água.

A Barrinha de Esmoriz está integrada na Rede Natura 2000.[3]

Praia[editar | editar código-fonte]

Panorama a 360º entre a barrinha de Esmoriz (lado direito) e a praia, do ponto de vista de um dos lados do paredão que fecha a barrinha. Notar que está visível uma pequena lagoa fora da barrinha (centro da imagem), por onde passa a água da barrinha em direção ao mar, quando esta é aberta.

Os antigos e típicos palheiros de madeira são espécies em via de extinção numa marginal já muito descaracterizada, dominada por blocos de apartamentos. Para travar o avanço do mar, foi construído um enorme paredão central entre os dois esporões, o que não impede que a zona sul da praia já quase não exiba areia. A norte, o areal tem maiores dimensões e concentra a maior parte da animação.[4]

Fauna[editar | editar código-fonte]

As espécies que é possível encontrar são:[5]

Flora[editar | editar código-fonte]

Os tipos que se podem encontrar:[6]

Referências

  1. «Barrinha de Esmoriz à mercê do capricho dos homens». Jornal de Notícias 
  2. a b BirdLife International. «BirdLife DataZone: Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos». Consultado em 24 de abril de 2020 
  3. «Natura 2000 Network» 
  4. Guia Visão das Praias (2004), pág. 40.
  5. «Barrinha de Esmoriz». Consultado em 4 de novembro de 2014 
  6. «Plano Sectorial da Rede Natura». Consultado em 4 de novembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Barrinha de Esmoriz
Ícone de esboço Este artigo sobre pesca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.