Batalha de Fahl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Batalha de Fahl
Conquista muçulmana da Síria (parte das conquistas islâmicas e das guerras bizantino-árabes)
20100921 pella08.JPG
Vista do sítio arqueológico de Pela
Data janeiro de 635 (1 383 anos)
Local Pela, vale do Jordão (atualmente no noroeste da Jordânia)
Desfecho Vitória do Califado Ortodoxo
Beligerantes
Império Bizantino Califado Ortodoxo
Comandantes
Forças
desconhecidas 30 000
Baixas
10 000 pouco significativas
Fahl (Pela) está localizado em: Jordânia
Fahl (Pela)
Localização da Fahl (Pela) no território atual da Jordânia

A batalha de Fahl ou de Pela foi um confronto militar entre o exército do Califado Ortodoxo, comandado por Calide ibne Ualide, cognominado Saifulá ("A Espada de Alá"), e um exército bizantino comandado por Teodoro Tritírio. Ocorreu em Pela, no vale do Jordão (atualmente no noroeste da Jordânia) ou nas suas imediações, em janeiro de 635, durante a conquista muçulmana da Síria, a qual constituiu a primeira fase das guerras bizantino-árabes.

A batalha saldou-se numa clara vitória dos muçulmanos. Alguns soldados bizantinos fugiram para Beisan (atual Bete-Seã), uma fortaleza bizantina que foi depois conquistada pelas tropas muçulmanas de Xurabil ibne Haçana e Amir ibne Alas

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.