Bauk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bauk (em sérvio: Баук) é uma criatura mítica de forma animal na mitologia sérvia[1]. Bauk é descrito como se escondendo em lugares escuros, buracos ou casas abandonadas, esperando agarrar, carregar pra longe e devorar sua vítima; mas pode ser assustado para fora por luz e barulho[1]. Tem um passo desajeitado (bauljanje) e sua onomatopéia é bau [1].

Interpretação dos atributos de bauk leva à conclusão de que bauk é na verdade a descrição de ursos reais[1], que já tinham sido regionalmente extintos em algumas partes da Sérvia e conhecidos apenas como uma lenda[1]. A palavra "bauk" foi inicialmente usada como um hipocorismo[1].

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Bauk é usado como tradução para trasgo nas edições sérvias das obras de J. R. R. Tolkien, primeiramente traduzidos por Mary e Milan Milišić[2]. Bauk é também usado como tradução para o Demônio na edição sérvia da série As Crônicas de Gelo e Fogo, traduzida por Nikola Pajvančić[3].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f Kulišić, Špiro. «Баук». Српски митолошки речник. Eds. Kulišić, Špiro, Petar Ž. Petrović, e Nikola Pantelić. (em Serbian). Belgrade: Nolit, 1970. p. 20 
  2. Tolkien, J. R. R.. Hobit [The Hobbit] (em Serbian). Belgrade: Nolit, 1986. p. 65. ISBN 86-19-00897-8. COBISS.SR 31269383 
  3. Martin, G. R. R.. Igra prestola [A Game of Thrones] (em Serbian). Belgrade: Laguna, 2003. p. 37, correspondendo à página 34 (início do capítulo "Eddard") de uma edição inglesa. ISBN 86-7436-099-8. COBISS.SR 107207180 
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia europeia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.