Bitetti Combat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bitetti Combat
Privada
Atividade Artes marciais mistas
Fundação 28 de novembro de 2002 (17 anos)
Fundador(es) Amaury Bitetti
Sede Brasil Rio de Janeiro, Brasil
Pessoas-chave Amaury Bitetti, Lucas Rebello e Fernando Chacur
Website oficial www.bitetticombat.com

Bitetti Combat é um evento de artes marciais mistas (MMA) brasileiro criado em 2002. Desde então, o evento comandado pelo bicampeão mundial de Jiu-Jitsu Amaury Bitetti e também pelo faixa-preta Fernando Chacur, passou a figurar no noticiário dos principais meios de comunicação da mídia especializada em todo o mundo, como Sherdog, GracieMag, Tatame, Portal do Vale Tudo, MMAJunkie e o canal Premiere Combate. Sendo considerado um dos eventos mais importantes da América Latina.

História[editar | editar código-fonte]

O Bitetti Combat fez sua estreia na cidade de Natal (Rio Grande do Norte), capital potiguar, no ano de 2002 e, desde então, vem se empenhando para apresentar grandes lutadores e inovações em eventos de MMA para o grande público.

Com a proposta de realizar grandes espetáculos, o Bitetti Combat ganhou destaque mundial a partir de sua quarta edição, em 2009, realizada no Ginásio Gilberto Cardoso (Ginásio do Maracanazinho), com um público de 10 mil pessoas. O evento reuniu em uma mesma noite, atletas de reconhecimento internacional como Ricardo Arona, Pedro Rizzo, Paulo Filho, Jeff Monson, Glover Teixeira, Murilo Ninja e Milton Vieira. E teve como árbitros centrais John McCharthy – Big John e Renzo Gracie. Como grande campeão da noite Ricardo Arona venceu o americano Marvin Eastman por decisão unânime na que seria a última luta da carreira de Arona.

Em 2010, foi a vez de Brasília receber um grande evento de MMA. A sexta edição do Bitetti Combat, realizada no Ginásio Nilson Nelson, na capital, contou com um bom público, boas lutas, transmissão ao vivo pelo Canal Combate, além da presença de algumas estrelas do esporte, como Murilo Ninja e o árbitro do UFC, Mario Yamasaki.

O Bitetti Combat 8 celebrou os 100 anos do Corinthians e teve o octógono com as cores do time. Foi a primeira vez que um clube de futebol apoiou um evento de MMA. A edição histórica contou com combates nacionais e internacionais, com destaque para o atleta Glover Teixeira.

Na nona edição, dessa vez no Rio de Janeiro, mais um clube apoiou o Bitetti Combat, o Botafogo de Futebol e Regatas. Neste evento foi implantada uma novidade no formato das lutas. Foi criado o Bitetti Combat Cup, torneio que segue o mesmo formato de um Grand Prix, ou seja, para ser campeão e ganhar o cinturão, o lutador deve vencer três lutas na mesma noite.

O Bitetti Combat 10, novamente realizado no Botafogo de Futebol e Regatas, inovou mais uma vez fazendo dois GPs até 77 kg com feras como Edilberto Crocotá, Ivan Batman e André Chatuba, que combateram duas vezes na mesma noite para faturar o título. Ficando com o atleta da Team Nogueira, André Chatuba.

Na 11ª edição, foi a vez da comunidade pacificada da Rocinha, no Rio de Janeiro, receber o Bitetti Combat, que teve em seu card principal um GP para atletas da categoria dos Leves. Vencendo três lutas na noite, o atleta Andrezinho Nogueira, ficou com o cinturão de campeão do GP.

O Bitetti Combat 12, realizado mais uma vez na comunidade da Rocinha, foi marcado pela estreia da sérvia Duda Yankovich no MMA, que foi finalizada pela lutadora Jéssica Andade. A edição promoveu dois GPs – Pesos Galos e Pesos Penas –, sendo vencidos por Sheymon Moraes e Toninho Fúria respectivamente. Tivemos ainda a disputa pelo título dos Pesos Meio Médios, conquistado por Cassiano Tytschyo.

A 13ª edição foi realizada no Clube de Regatas do Flamengo, contou com a disputa do cinturão do peso leve, conquistado por Toninho Fúria, do peso galo, que ficou com Pedro Silveira, e ainda com a final do GP do peso mosca, que teve Pedro Nobre como campeão.

O Bitetti Combat 14, primeiro evento de 2013, foi realizado no Clube Hebraica, em Laranjeiras – Zona Sul do Rio de Janeiro, e teve um card repleto de grandes duelos, do início ao fim. Entre os principais lutadores estavam Andrezinho Nigueira, Claudieres Freitas, e William Viana.

No Bitetti Combat 15, também no Clube Hebraica, 13 grandes lutas agitaram a casa cheia e o grande campeão da noite foi Allan Nuguette, que derrotou Claudiere Freitas, e levou o cinturão de peso leve.

E pela terceira vez com o Bitetti Combat 16 Amaury Bitetti levou seu evento para o Clube Hebraica e trouxe 11 lutas, entre elas a disputa de três cinturões, Médio (até 84 kg), Meio Médio (até 77 kg) e Galo (até 61 kg). E para completar o card campeão, o experiente Leandro Buscapé uma das referências da Chute Boxe, retomou o caminho de vitórias sob Wilson Teixeira “Patola” da equipe, Caveira MMA.

A edição do Bitetti Combat 17 foi realizada na sede do Botafogo de Futebol e Regatas e com treze combates já é considerado um dos cards mais equilibrados na história do evento. Lutaram nesta edição grandes nomes como Leonardo Leite da BTT, Diosman Jacaré da Nigue Team, Daniel Oliveira da PRVT, Bira Lima da XGYM e Luis Philipe Monstro da Kimura/Nova União. Nesta edição o Bitetti Combat lançou uma iniciativa muitoparabenizada nos mais diversos meios, em alusão a bandeira nacional, alterou as cores dos corners de vermelho e azul para verde e amarelo, o que foi mantido nos outros eventos.

A 18° ediçao do Bitetti Combat, mais uma vez entrou para a história com o seu primeiro evento temático. Comemorando o Halloween, as ring girls utilizaram maquiagens darks, e os garçons estavam maquiados de caveira. A 18° edição também deu show dentro do octógono, com quatro lutas amadoras e 10 lutas profissionais, o público presente na sede do Botafogo de Futebol e Regatas foi a loucura. Os destaques ficaram para os combates Gugu “Besouro” x Dennys "A Máquina", Viviane “Sucuri” x Duda Yankovich, Reynaldo “Reyzinho” x Alan Gomes e Luis Philipe “Monstro” x Armando "Sapinho", que consagrou Monstro como o novo campeão dos pesos meio pesados.

Top Lutadores[editar | editar código-fonte]

  • BrasilPedro Nobre - Bitetti Combat 12
  • BrasilPedro Silveira - Bitetti Combat 13

Regras[editar | editar código-fonte]

Divisões de Peso[editar | editar código-fonte]

O Bitetti Combat se divide nessas categorias de pesos:

  • Peso Mosca (Flyweight) - até 56,7 kg / 125 lb
  • Peso Galo (Bantamweight) - até 61,2 kg / 135 lb
  • Peso Pena (Featherweight) - até 65,8 kg / 145 lb
  • Peso Leve (Lightweight) - até 70,3 kg / 155 lb
  • Peso Meio-Médio (Welterweight) - até 77,6 kg / 170 lb
  • Peso Médio (Middleweight) - até 83,9 kg / 185 lb
  • Peso Meio-Pesado (Light Heavyweight) - até 93,0 kg / 205 lb
  • Peso Pesado (Heavyweight) - até 120,2 kg / 265 lb

Regras básicas[editar | editar código-fonte]

Os lutadores se enfrentam num ringue de oito cantos com três assaltos de 5 minutos, em caso de decisão de título e luta principal com cinco assaltos de 5 minutos.

Os resultados das lutas se definem com:

  • Desqualificação - Acontece quando um dos lutadores aplica de forma intencional algum golpe ilegal (como cabeçadas, golpes na região genital, golpes na região anterior à cabeça, entre outros) ou realiza algum movimento proibido de acordo com as regras (segurar nas grades seguidamente, por exemplo). Caso o combate não possa prosseguir, ou o lutador insista em não obedecer às regras, ele será desclassificado.
  • Finalização - Ocorre quando um lutador recebe uma técnica característica da luta agarrada, tais como chaves e estrangulamentos, e demonstra clara desistência, através de batidas no chão do ringue (com os pés ou mãos) ou verbalmente.

Ps: No caso de estrangulamentos, caso o lutador não desista, ele pode desmaiar. Se isso acontecer, o arbitro irá intervir, e será decretada a finalização da mesma forma.

  • Nocaute - Ocorre quando um lutador recebe um golpe legal e fica inconsciente.
  • Nocaute Técnico - Pode ocorrer de diversas formas:

Decisão médica - Ocorre quando o médico julga que o lutador não pode continuar no combate, devido a um corte ou lesão. Portanto, o médico pode encerrar o combate se julgar que a integridade física do lutador estará ameaçada caso continue. Esta decisão não depende do lutador, portanto, por mais que ele queira continuar, se o médico determinar o fim do combate, será a decisão final.

Interrupção do árbitro - Neste caso, o árbitro do ringue encerra a luta por achar que um lutador não está mais se defendendo ou esboçando qualquer reação.

Lesão - Neste caso, o próprio lutador manifesta desistência, ou o árbitro do ringue encerra a luta, sem necessidade de consulta ao médico. Ocorre em casos de lesões mais visíveis, como fraturas ou graves torções.

  • Decisão do júri - Ao término dos 3 ou 5 rounds, 3 juízes decidirão quem é o vencedor. Para isso, eles se utilizam de diversos critérios: agressividade, contundência em pé, domínio no chão, trocações efetivas, agarramentos efetivos, controle da área do ringue e de luta, defesa,etc.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Data Evento Localização Arena/Estádio Média de Público
28/11/2002 Bitetti Combat Nordeste 1 Brasil Natal, Rio Grande do Norte Ginásio Humberto Nesi
20/03/2003 Bitetti Combat Nordeste 2 Brasil Natal, Rio Grande do Norte Ginásio Humberto Nesi
01/04/2004 Bitetti Combat Nordeste 3 Brasil Natal, Rio Grande do Norte Ginásio Humberto Nesi
12/09/2009 Bitetti Combat 4 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Ginásio Gilberto Cardoso 10 mil pessoas
12/12/2009 Bitetti Combat 5 Brasil Barueri, São Paulo Ginásio Poliesportivo José Corrêa
25/02/2010 Bitetti Combat 6 Brasil Brasília, Distrito Federal Ginásio Nilson Nelson
28/05/2010 Bitetti Combat 7 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Fundição Progresso 3,5 mil pessoas
04/12/2010 Bitetti Combat 8 - 100 Anos do Corinthians Brasil São Paulo, São Paulo Estádio Alfredo Schürig 3,5 mil pessoas
18/06/2011 Bitetti Combat 9 - Torneio de Lutas de Pesos Médios Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Botafogo de Futebol e Regatas 2 mil pessoas
15/10/2011 Bitetti Combat 10 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Botafogo de Futebol e Regatas 3 mil pessoas
04/05/2012 Bitetti Combat 11 - Torneio de Lutas de Pesos Leves Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Complexo Esportivo da Rocinha
08/09/2012 Bitetti Combat 12 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Complexo Esportivo da Rocinha
09/12/2012 Bitetti Combat 13 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Clube de Regatas do Flamengo
09/03/2013 Bitetti Combat 14 Brasil Laranjeiras, Rio de Janeiro Clube Hebraica Rio 3 mil pessoas
11/05/2013 Bitetti Combat 15 Brasil Laranjeiras, Rio de Janeiro Clube Hebraica Rio 3 mil pessoas
19/07/2013 Bitetti Combat 16 Brasil Laranjeiras, Rio de Janeiro Clube Hebraica Rio 3 mil pessoas
19/07/2013 Bitetti Combat 17 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Botafogo de Futebol e Regatas 3 mil pessoas
31/10/2013 Bitetti Combat 18 Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Botafogo de Futebol e Regatas 2,5 mil pessoas
06/02/2014 Bitetti Combat 19 Brasil Manaus, Amazonas Arena do Tropical Hotel, Zona Oeste. 2 mil pessoas
07/06/2014 Bitetti Combat 20 Brasil Búzios, Rio de Janeiro Fishbone, Praia de Geribá, Búzios. Transmitido pelo Esporte Interativo

Tabela atuais campeões[editar | editar código-fonte]

Categoria
Peso
Lutador
Campeão Desde
Defesas de Cinturão
Peso Pesado 120 kg Vago 0
Peso Meio Pesado 93 kg Brasil Luis Philipe "Monstro" Bitetti Combat 18 0
Peso Médio 84 kg Brasil Andre "Sergipano" Muniz Bitetti Combat 19 0
Peso Meio Medio 77 kg Brasil Marcus Vinícius "Nugget" Bitetti Combat 16 0
Peso Leve 70 kg BrasilJoão Luiz "Andrezinho" Nogueira Bitetti Combat 19 0
Peso Pena 66 kg Brasil Gleristone "Toninho Furia" Santos Bitetti Combat 12 0
Peso Galo 61 kg Brasil Sheymon da Silva Moraes/ Brasil William Vianna (interino) Bitetti Combat 12 0
Peso Mosca 57 kg Brasil Pedro Silveira (interino) Bitetti Combat 13 0
Peso Mosca Feminino 57 kg Brasil Viviane "Sucuri" Pereira Bitetti Combat 20 0

Referências


Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.