Ginásio Nilson Nelson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ginásio Nilson Nelson
Ginásio Nilson Nelson - Brasilia - DSC00168.JPG
Nomes
Nome completo Ginásio Nilson Nelson
Antigos nomes Ginásio de Esportes Presidente Médici
Características
Local Brasília, DF, Brasil
Coordenadas 15° 46' 59" S 47° 54' 11" O
Capacidade 24.000 espectadores (original)
11.397 espectadores (após reforma)
Esportes basquete, futsal, vôlei
Data de inauguração 21 de abril de 1973 (49 anos)
Administrador Governo do Distrito Federal
Mandante(s) Universo Basquete

O Ginásio Nilson Nelson (antigo Ginásio de Esportes Presidente Médici) é um ginásio de esportes multiúso localizado na cidade de Brasília, junto ao Eixo Monumental (Via N1 Oeste), entre o Estádio Nacional Mané Garrincha e o Palácio do Buriti. Faz parte do Complexo Poliesportivo Ayrton Senna.

O ginásio é uma das arenas utilizadas pela equipe de basquetebol Universo Basquete. Curiosamente, o projeto arquitetônico do ginásio foi concebido pelos arquitetos Ícaro de Castro Mello, Eduardo de Castro Mello e Cláudio Cianciarullo inspirado justamente em uma tabela de basquete. O projeto da estrutura da cobertura ficou a cargo do engenheiro Hans Eger, o mesmo que calculou o Anhembi.[1]

O ginásio foi inaugurado em 21 de abril de 1973, com capacidade para 24.000 espectadores. Seu primeiro evento foi o 1º campeonato internacional de Futebol de salão no qual participaram Palmeiras, Corinthians, Grajaú Tenis Clube (RJ), SUMOV do Ceará, Minas Brasília Tenis Clube e a Seleção do Paraguai, depois a apresentação da Vila Sésamo e seus famosos personagens: Garibaldo, Ana Maria e Gugu. O Presidente Médici, que originalmente dava nome ao ginásio, estava presente na tribuna de honra.

Em seus primeiros anos, o ginásio sediou importantes atrações, como a luta de boxe pelo título mundial dos pesos pena, entre o brasileiro Éder Jofre e o cubano naturalizado espanhol José Legra, em 5 de maio de 1973, e um show do conjunto musical Jackson 5, em 22 de setembro de 1974.

Foi finalmente rebatizado em 1º de agosto de 1987, quando recebeu o nome de Ginásio Nilson Nelson em homenagem ao jornalista esportista gaucho Nilson Nelson, presidente da Associação Brasiliense de Cronistas Esportivos falecido meses antes. [2] Em 1º de janeiro de 1991, seu teto desabou devido a um forte temporal e só foi reconstruído após alguns anos. Em 2008, a arena passou por uma grande reforma,com projeto do arquiteto Eduardo de Castro Mello, orçada em R$ 15 milhões, para abrigar o Campeonato Mundial de Futsal daquele ano.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

220px Estruturas de sustentação do ginásio

O Ginásio Nilson Nelson e seu prédio anexo possuem seis vestiários, quadra de aquecimento, sala de ginástica e musculação e uma quadra poliesportiva. A estrutura credencia o equipamento esportivo a receber delegações internacionais em treinamento para os Jogos Olímpicos de 2016.[3] A arena multiuso também conta com 84 câmeras de vigilância espalhadas por suas áreas interna e externa.

Embora sua capacidade oficial ainda seja de 16.000 pessoas em competições esportivas, o número de assentos instalados para o público no ginásio foi reduzido em 2012 para cerca de 11.000, atendendo à solicitação do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal para dar melhor vazão às saídas de emergência durante outros eventos, como shows musicais. Nessas ocasiões, a capacidade do Nilson Nelson cai para 14.666 pessoas, com lotação máxima de 3.168 espectadores na área central (pista).[4]

Mapa de assentos[editar | editar código-fonte]

Setor Quantidade de assentos: 11.397[5]
Arquibancada
Superior
Verde
1.319
Lilás
1.276
Amarelo
1.413
Vermelho
1.425
Azul
1.198
Laranja
1.197
Total
7.828
Cadeiras
Inferiores
Verde
546
Lilás
694
Amarelo
543
Vermelho
707
T. Honra
501
T. Imprensa
196
Total
3.187

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson é uma das casas do Brasília Basquete para a disputa de partidas oficiais e amistosas de basquetebol. Devido à sua maior capacidade e segurança, a arena é utilizada pela equipe brasiliense para jogos importantes, como as fases finais do campeonato nacional.

O UniCEUB/BRB/Brasília é detentor do maior público registrado em uma partida de basquete realizada no Brasil, com 24.286 torcedores na histórica vitória de 101 a 76 contra o Flamengo, em partida realizada no dia 1º de maio de 2007 no Nilson Nelson.[6]

O recorde do Novo Basquete Brasil também é do Brasília. No jogo em que venceu Franca por 77 a 68 e se sagrou campeão do NBB 2010/2011, a equipe do DF colocou 18.000 pessoas no Nilson Nelson.[7] A torcida superou a capacidade máxima da arena, de 16.000 pessoas, sendo que os ingressos se esgotaram em menos 24 horas.

Jogo das Estrelas do NBB 2012/2013[editar | editar código-fonte]

Os excelentes resultados do UniCEUB/BRB/Brasília e as ótimas médias de público dos torcedores brasilienses levaram a Liga Nacional de Basquete (LNB) a escolher a capital federal como sede do Jogo das Estrelas NBB na temporada 2012/2013.[8] O evento foi realizado nos dias 1 e 2 de março de 2013, e contou com um público de cerca de 14.000 pessoas.

Na primeira noite de evento, foram disputados os torneios de enterradas e de 3 pontos, além do desafio de habilidades. O Jogo das Estrelas entre atletas brasileiros e estrangeiros do NBB 2012/2013 aconteceu na manhã do segundo dia, com transmissão ao vivo na TV Aberta, pela Rede Globo.[9]

No mesmo fim de semana, o Ginásio Nilson Nelson recebeu as semifinais e finais da Liga de Desenvolvimento do Basquete 2012/2013, torneio sub-22 com os clubes filiados à LNB. A equipe de Bauru foi a campeã, após vencer Franca por 73 a 64.[10] Já o Flamengo ficou em 3º lugar ao derrotar São José por 82 a 79. [11]

Data Hora Jogo das Estrelas
2 de março de 2013 10:00 Brasil NBB Brasil 146 x 144 Flag of the United Nations.svg NBB Mundo

Premiações

Torneio de enterradas

Torneio de 3 pontos

Desafio de habilidades

Jogo das Estrelas

MVP

Campeonato Mundial de Basquetebol Feminino de 1983[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson sediou parte da primeira fase do Campeonato Mundial de Basquetebol Feminino de 1983, organizado no Brasil, ao lado de Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Brasília recebeu o Grupo A da competição, com Coreia do Sul, Bulgária, Cuba e Peru.

Data Hora Partida
24 de julho de 1983 20:00 Cuba Cuba 67 x 77 Coreia do Sul Coreia do Sul
24 de julho de 1983 21:45 Peru Peru 44 x 90 Bulgária Bulgária
25 de julho de 1983 20:00 Cuba Cuba 60 x 76 Bulgária Bulgária
25 de julho de 1983 21:45 Peru Peru 49 x 89 Coreia do Sul Coreia do Sul
26 de julho de 1983 20:00 Cuba Cuba 92 x 55 Peru Peru
26 de julho de 1983 21:45 Bulgária Bulgária 55 x 59 Coreia do Sul Coreia do Sul

Voleibol[editar | editar código-fonte]

Liga Mundial de Voleibol Masculino[editar | editar código-fonte]

2002[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 1ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2002. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu a Argentina.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
28 de junho Brasil 3–1 Argentina 23:25 25:17 25:23 25:20 - 98:85 Brasília 12.500
29 de junho Brasil 3–0 Argentina 25:21 25:21 25:19 - - 75:61 Brasília 14.190

2003[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 5ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2003. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu um e perdeu o outro para a Itália.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
21 de junho Brasil 0–3 Itália 27:29 23:25 19:25 - - 69:79 Brasília 19.080
22 de junho Brasil 3–1 Itália 23:25 27:25 25:22 25:21 - 100:93 Brasília 19.080

2005[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 2ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2005. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu Portugal.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
18 de junho Brasil 3–1 Portugal 26:24 25:23 20:25 25:18 - 96:90 Brasília 19.080
19 de junho Brasil 3–0 Portugal 25:21 25:20 25:23 - - 75:64 Brasília 19.080

2006[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 5ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2006. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu a Finlândia.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
12 de agosto Brasil 3–1 Finlândia 22:25 25:19 25:19 25:20 - 97:83 Brasília 18.762
23 de agosto Brasil 3–1 Finlândia 25:23 25:21 23:25 25:23 - 98:92 Brasília 18.762

2009[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 2ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2009. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu a Finlândia.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
19 de junho Brasil 3–2 Finlândia 25:22 26:28 25:16 23:25 15:9 114:100 Brasília 10.000
20 de junho Brasil 3–0 Finlândia 25:17 25:19 25:20 - - 75:56 Brasília 11.524

2010[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 2ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2010. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu um e perdeu o outro para os Países Baixos.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
12 de junho Brasil 0–3 Países Baixos 24:26 23:25 23:25 - - 70:76 Brasília 11.348
13 de junho Brasil 3–1 Países Baixos 25:14 25:27 25:18 25:19 - 100:78 Brasília 12.000

2013[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu duas partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino válidas pela 4ª rodada da Fase Intercontinental da Liga Mundial de Voleibol de 2013. Nos dois jogos disputados em Brasília na ocasião, a equipe brasileira venceu a Bulgária.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
05 de
julho
Brasil 3–1 Bulgária 24:26 25:17 25:20 25:23 - 99:86 Brasília 10.925
06 de
julho
Brasil 3–1 Bulgária 19:25 25:21 25:17 25:19 - 94:82 Brasília 11.500

Torneio Internacional de Voleibol Feminino 2011[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson recebeu três partidas da Seleção Brasileira de Voleibol Feminino em um quadrangular preparatório para Grand Prix de Voleibol de 2011. A equipe brasileira terminou a competição invicta, após vitórias contra Peru, Japão e Itália.

Data Equipe #1 Placar Equipe #2 1º Set 2º Set 3º Set 4º Set 5º Set Total Cidade Público
14 de
julho
Japão 3–0 Itália 25:21 25:19 25:15 - - 75:65 Brasília -
14 de
julho
Brasil 3–0 Peru 25:14 25:15 25:13 - - 75:42 Brasília -
15 de
julho
Peru 1–3 Itália 25:22 20:25 14:25 12:25 - 71:97 Brasília -
15 de
julho
Brasil 3–0 Japão 25:21 25:16 25:22 - - 75:59 Brasília -
16 de
julho
Japão 3–1 Peru 27:29 28:26 25:23 25:19 - 105:97 Brasília -
16 de
julho
Brasil 3–0 Itália 25:18 25:22 27:25 - - 77:65 Brasília -

Futsal[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de Futsal da Fifa de 2008[editar | editar código-fonte]

Após passar por uma extensa reforma, o Ginásio Nilson Nelson sediou metade das partidas da primeira fase do Campeonato Mundial de Futsal de 2008, incluindo os jogos da Seleção Brasileira de Futsal, que foi a campeã do torneio. Além da reforma completa do ginásio, foram instalados dos painéis provisórios de LED's para transmissão das partidas.[12]

Incluindo a partida de abertura do Mundial, o ginásio recebeu 20 jogos, sendo 9 pelo Grupo A, 9 pelo Grupo C, 1 pelo Grupo B e 1 pelo Grupo D. As demais partidas da primeira fase e a finais do campeonato foram disputadas no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

30 de Setembro Brasil Brasil 12 – 1 Japão Japão Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 6,572

30 de Setembro Cuba Cuba 10 – 2 Ilhas Salomão Ilhas Salomão Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 3,231

1 de Outubro Guatemala Guatemala 1 – 0 Flag of Egypt.svg Egito Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 5,156

1 de Outubro Argentina Argentina 5 – 0 Flag of the People's Republic of China.svg China Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 5,150

2 de Outubro Ilhas Salomão Ilhas Salomão 0 – 21 Flag of Brazil.svg Brasil Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 5,845

2 de Outubro Rússia Rússia 10 – 5 Flag of Cuba.svg Cuba Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 3,462

3 de Outubro Egito Egito 2 – 4 Flag of Argentina.svg Argentina Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 4,385

3 de Outubro Ucrânia Ucrânia 6 – 2 Flag of Guatemala.svg Guatemala Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 4,456

4 de Outubro Brasil Brasil 7 – 0 Rússia Rússia Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 8,202

4 de Outubro Japão Japão 7 – 2 Ilhas Salomão Ilhas Salomão Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 1,785

5 de Outubro China China 2 – 6 Flag of Egypt.svg Egito Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 6,264

5 de Outubro Argentina Argentina 2 – 2 Flag of Ukraine.svg Ucrânia Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 6,335

6 de Outubro Japão Japão 4 – 1 Flag of Cuba.svg Cuba Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 5,096

6 de Outubro Rússia Rússia 31 – 2 Ilhas Salomão Ilhas Salomão Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 5,548

7 de Outubro China China 1 – 10 Flag of Guatemala.svg Guatemala Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 5,609

7 de Outubro Ucrânia Ucrânia 5 – 1 Flag of Egypt.svg Egito Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 5,703

8 de Outubro Brasil Brasil 9 – 0 Flag of Cuba.svg Cuba Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 8,530

8 de Outubro Portugal Portugal 3 – 2 Flag of Thailand.svg Tailândia Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 4,826

9 de Outubro República Checa República Checa 2 – 3 Flag of Iran.svg Irã Ginásio Nilson Nelson, Brasília
10:30
Relatório Público: 5,786

9 de Outubro Argentina Argentina 2 – 1 Flag of Guatemala.svg Guatemala Ginásio Nilson Nelson, Brasília
12:30
Relatório Público: 6,178

Boxe[editar | editar código-fonte]

Éder Jofre[editar | editar código-fonte]

Em um dos primeiros grandes eventos realizados no Ginásio Nilson Nelson, o boxeador paulista Éder Jofre conquistou seu terceiro título mundial ao derrotar o cubano naturalizado espanhol José Legra em Brasília, no dia 5 de maio de 1973.

O pugilista, que já havia unificado os títulos mundiais na categoria Peso Galo em 1960 e 1963, levantou então o cinturão da categoria Peso Pena pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB).[13]

Juiz Decisão arbitral (15 assaltos)
Estados Unidos Jay Edson Brasil Éder Jofre 146 x 141 Espanha José Legra
Brasil Newton Campos Brasil Éder Jofre 148 x 143 Espanha José Legra
Espanha Lourenço Sanchez Villar Brasil Éder Jofre 143 x 143 Espanha José Legra

Acelino Popó Freitas[editar | editar código-fonte]

O boxeador baiano tetracampeão mundial Acelino "Popó" Freitas defendeu e manteve o cinturão da categoria Peso Superpena pela Organização Mundial de Boxe (OMB) em luta realizada no Ginásio Nilson Nelson no dia 27 de janeiro de 2001. O pugilista brasileiro derrotou o panamenho Orlando Soto por nocaute ainda no primeiro assalto.

Antes do combate principal, outras sete lutas foram realizadas no ringue montado no centro da quadra do ginásio. Além disso, os organizadores do evento pediram que os espectadores levassem donativos e destinaram parte da renda, inclusive do cachê dos puglistas, para as vítimas do terremoto que havia atingido El Salvador dias antes.[14]

Nocaute (1/12 assaltos)
Brasil Popó Freitas  2:13 Panamá Orlando Soto

Giovanni Andrade[editar | editar código-fonte]

O boxeador baiano campeão mundial Giovanni Andrade defendeu e manteve o cinturão da categoria Peso Supergalo pela Comissão Mundial de Pugilismo (CMP) em luta realizada no Ginásio Nilson Nelson no dia 22 de setembro de 2012. O pugilista brasileiro derrotou o argentino Luiz Alberto Cevero no 11º assalto e chegou a seu 51º nocaute, ultrapassando a marca do lendário Éder Jofre.[15]

O evento organizado em Brasília foi batizado como "Nocaute ao Crack" e contou com apresentações de dança e de atletas de academias locais de Jiu-Jitsu, Muai Thay e Karatê. As cerca de 8.000 pessoas presentes no Nilson Nelson também puderam acompanhar uma exibição de treinamento do ex-tetracampeão mundial de boxe e então deputado federal Acelino Popó Freitas.

Nocaute (11/12 assaltos)
Brasil Giovanni Andrande 33:40 Argentina Luiz Alberto Cevero

MMA[editar | editar código-fonte]

A partir da segunda década do século XXI, o Ginásio Nilson Nelson se transformou em uma das principais arenas para os torneios nacionais de Artes Marciais Mistas (MMA). Com a popularização do esporte no País, Brasília deixou de ser apenas uma das mais importantes cidades formadoras de atletas da modalidade, como passou ser também sede de eventos de grande repercussão, com transmissão ao vivo em canais especializados no combate.

Data Evento Resultados
25 de fevereiro de 2010 Bitetti Combat 6 Lutas
17 de setembro de 2010 Shooto Brasil 18 Lutas
5 de novembro de 2010 Capital Fight 3 Lutas
3 de abril de 2011 Shooto Brasil 22 Lutas
5 de agosto de 2011 Shooto Brasil 24 Lutas
6 de setembro de 2011 Capital Fight 4 Lutas
3 de dezembro de 2011 Shooto Brasil 27 Lutas
29 de junho de 2012 Shooto Brasil 31 Lutas
21 de setembro de 2012 Shooto Brasil 34 Lutas
23 de novembro de 2012 Shooto Brasil 36 Lutas
15 de março de 2013 Shooto Brasil 37 Lutas
10 de maio de 2013 Capital Fight 5 Lutas
17 de maio de 2013 Shooto Brasil 39 Lutas
12 de julho de 2013 Shooto Brasil 41 Lutas

Patinação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de Patinação Artística de 2011[editar | editar código-fonte]

O Ginásio Nilson Nelson sediou o 56º Campeonato Mundial de Patinação Artística entre os dias 14 e 27 de novembro de 2011. O torneio foi o primeiro da modalidade a ser disputado no Brasil e contou com a presença de 1.080 atletas de 36 países.[16] As provas foram disputadas nas categorias júnior e sênior.

A delegação brasileira contou com aproximadamente 70 atletas, tendo como destaque os patinadores Marcel Stürmer e Talitha Haas, que participaram dos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara.

Modalidades em disputa[editar | editar código-fonte]

  • Figuras obrigatórias
  • Duplas de dança
  • Duplas de levantamento
  • Dança solo
  • Dança livre
  • Livre
  • Inline
  • Grupos de precisão
  • Minigrupos de show
  • Grupos de show

Espetáculos de patinação no gelo[editar | editar código-fonte]

Data Show Público
27 de maio de 2012 Rússia Circo de Moscou no Gelo -
16 a 19 de junho de 2011 Estados Unidos Disney On Ice – Aventuras em Walt Disney World -
15 de maio de 2008 Estados Unidos Holiday on Ice - Pernalonga e seus amigos
na volta ao mundo em 80 minutos
-

Música[editar | editar código-fonte]

Apresentações internacionais[editar | editar código-fonte]

Data Show Público
22 de março de 2016 Reino Unido Iron Maiden 12.000 pessoas[17]
25 de março de 2014 Estados Unidos Guns N' Roses 11.000 pessoas[18]
19 de maio de 2013 Reino Unido Yes 3.000 pessoas[19]
28 de março de 2013 Estados Unidos Kaskade -
25 de outubro de 2012 Reino Unido Robert Plant 10.000 pessoas[20]
7 e 8 de setembro de 2012 Porão do Rock:
Estados Unidos Trivium, Estados Unidos Red Fang, Reino Unido Gaz Coombes e outros
30.000 pessoas[21]
15 de maio de 2012 Suécia Roxette -
28 de abril de 2012 Reino Unido Duran Duran -
17 de abril de 2012 Estados Unidos Bob Dylan -
25 de outubro de 2011 Reino Unido Sade -
21 de setembro de 2011 Barbados Rihanna 9.000 pessoas[22]
15 de setembro de 2011 Reino Unido Judas Priest e Reino Unido Whitesnake -
4 de agosto de 2011 Canadá Avril Lavigne 7.000 pessoas[23]
29 e 30 de julho de 2011 Porão do Rock:
Estados Unidos The Jon Spencer Blues Explosion, Estados Unidos Helmet e outros
55.000 pessoas[24]
15 de maio de 2011 Estados Unidos Sublime with Rome -
22 de abril de 2011 Reino Unido Motörhead -
5 de abril de 2011 Reino Unido Ozzy Osbourne 11.000 pessoas[25]
30 de março de 2011 Reino Unido Iron Maiden -
23 de março de 2011 Reino Unido Seal 3.500 pessoas[26]
15 de março de 2011 Finlândia Tarja Turunen -
20 de fevereiro de 2011 Estados Unidos Backstreet Boys 5.000 pessoas[27]
16 de fevereiro de 2011 Estados Unidos Paramore 5.000 pessoas[28]
7 de novembro de 2010 França David Guetta -
19 de outubro de 2010 República da Irlanda The Cranberries 6.000 pessoas[29]
17 de outubro de 2010 Estados Unidos Green Day 8.000 pessoas[30]
22 de setembro de 2010 Alemanha Scorpions 10.000 pessoas[31]
11 de setembro de 2010 Porão do Rock:
Estados Unidos She Wants Revenge, Estados Unidos The Supersuckers e outros
30.000 pessoas[32]
21 de agosto de 2010 Escócia Simple Minds 2.000 pessoas[33]
22 de abril de 2010 Estados Unidos Megadeth 3.000 pessoas[34]
16 de março de 2010 Noruega A-ha 5.000 pessoas[35]
7 de março de 2010 Estados Unidos Guns N' Roses 13.000 pessoas[36]
26 de maio de 2009 Reino Unido McFly -
13 de maio de 2009 Reino Unido Heaven and Hell 10.000 pessoas[37]
23 de janeiro de 2009 Canadá Alanis Morissette -
30 de novembro de 2008 México RBD 20.000 pessoas [carece de fontes?]
18 de outubro de 2008 Jamaica The Wailers -
11 de abril de 2008 Estados Unidos Riders on the Storm -
28 de abril de 2007 México RBD 12.000 pessoas[38]
14 de novembro de 2006 Estados Unidos Black Eyed Peas 15.000 pessoas[39]
10 de novembro de 2006 Reino Unido New Order -
26 de setembro de 2006 Austrália Hillsong United -
16 de março de 1997 Reino Unido Deep Purple -
9 de outubro de 1990 Reino Unido Eric Clapton -
22 de setembro de 1974 Estados Unidos Jackson 5 25.000 pessoas

Apresentações nacionais[editar | editar código-fonte]

Data Show Público
20 de maio de 2016 Roupa Nova[40] -
15 de maio de 2016 Larissa Manoela[41] -
29 de agosto de 2015 Zezé di Camargo & Luciano e Gusttavo Lima[42] -
11 de julho de 2015 Brasília Capital do Rock:
Ira! e Nando Reis[43]
-
22 de maio de 2015 Roupa Nova -
13 de março de 2015 Leonardo e Eduardo Costa -
7 de março de 2015 Brasília Rock Show:
Paralamas do Sucesso e Titãs[44]
-
4 de outubro de 2014 Fernandinho -
10 de maio de 2014 Roupa Nova[45] -
13 de abril de 2013 Naldo e Chiclete com Banana -
25 de janeiro de 2013 Paralamas do Sucesso e Plebe Rude -
16 de dezembro de 2012 Rebeldes[46] -
7 e 8 de setembro de 2012 Porão do Rock:
Raimundos, Sepultura, Vanguart e outros
30.000 pessoas[21]
5 de maio de 2012 Los Hermanos 10.000 pessoas[47]
14 de abril de 2012 Racionais MC's -
12 de janeiro de 2012 Gilberto Gil e Monobloco -
3 de dezembro de 2011 O Rappa 10.000 pessoas[48]
15 de outubro de 2011 Seu Jorge -
1 de outubro de 2011 Roberto Carlos 15.000 pessoas[49]
29 e 30 de julho de 2011 Porão do Rock:
Raimundos, Krisiun, Cidadão Instigado, Garotas Suecas, Copacabana Club, Ratos de Porão, Angra, Dead Fish, Wander Wildner e outros
55.000 pessoas[24]
1 de julho de 2011 Paula Fernandes 16.000 pessoas[49]
4 de junho de 2011 Nando Reis, Victor & Leo e outros 18.000 pessoas[50]
11 de setembro de 2010 Porão do Rock:
Andre Matos, Mombojó, GOG, Pato Fu e outros
30.000 pessoas[32]
25 a 27 de junho de 2010 Festival de Inverno:
Pato Fu, Pitty, Skank, Capital Inicial, NX Zero, Mallu Magalhães, Jorge Ben Jor e outros
21.000 pessoas[51]
9 de janeiro de 2010 Biquíni Cavadão -
16 de outubro de 2009 Roberto Carlos -
3 de abril de 2009 Seu Jorge -
19 de dezembro de 2008 Zé Ramalho -
14 de dezembro de 2008 Xuxa 8.000 pessoas[52]
13 de dezembro de 2008 NX Zero -
8 de novembro de 2008 Capital Inicial -
26 de abril de 2008 Natiruts -
15 de dezembro de 2007 Ana Carolina -
16 de novembro de 2007 Sandy & Junior -
17 de março de 2007 Marisa Monte -
23 de setembro de 2000 Sandy & Junior -
18 de agosto de 1990 Titãs -
4 de fevereiro de 1990 Titãs -
13 de agosto de 1989 Raul Seixas e Marcelo Nova -
1985 Legião Urbana, Plebe Rude e Ultraje a Rigor -

Teatro[editar | editar código-fonte]

Data Espetáculo Público
11 de maio de 2013 Turma da Mônica - Era uma vez na floresta -
28 de abril de 2013 Looney Tunes Live -
25 de abril de 2013 Escola do Teatro Bolshoi no Brasil - Don Quixote -
1 de dezembro de 2012 Turma da Mônica - A fábrica de brinquedos do Papai Noel -
15 de novembro de 2012 Circo da Rússia - Kukli Teatral -
18 de agosto de 2012 Turnê Oficial da Galinha Pintadinha -

Outros usos[editar | editar código-fonte]

Motoristas em treinamento na área externa do Ginásio Nilson Nelson

A maioria dos Centros de Formação de Condutores nas categorias B e AB de Brasília utilizam o espaço externo do Ginásio Nilson Nelson para as aulas práticas de condução. As provas do Detran do Distrito Federal também são realizadas nesse local.

Referências

  1. «Série especial - Brasília 50 anos». ARCO Editorial. Consultado em 23 de julho de 2020. Arquivado do original em 12 de outubro de 2011 
  2. Sérgio Maggio (22 de junho de 2017). «Quem foi Nilson Nelson? Entenda os nomes que batizam os espaços do DF». Metropoles. Consultado em 23 de julho de 2020 
  3. Correio Braziliense (17 de janeiro de 2012). «Delegações internacionais olímpicas vão treinar em Brasília em 2016». Consultado em 7 de março de 2013. Cópia arquivada em 4 de julho de 2018 
  4. «Nilson Nelson terá público menor». Brasil 247. 13 de abril de 2012. Consultado em 7 de março de 2013. Cópia arquivada em 23 de julho de 2020 
  5. Esporte DF. «Aluguel do Nilson Nelson». Consultado em 6 de novembro de 2021 
  6. «Correio Braziliense». Consultado em 30 de setembro de 2011. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2012 
  7. «Liga Nacional de Basquete» (PDF). Consultado em 6 de junho de 2012 
  8. «Basketeria». Consultado em 6 de fevereiro de 2013 [ligação inativa]
  9. «Na primeira prorrogação da história do Jogo das Estrelas, NBB Brasil bate o NBB Mundo, desempata o confronto geral e leva o público ao delírio em Brasília». Liga Nacional de Basquete. 2 de março de 2013. Consultado em 6 de março de 2013. Cópia arquivada em 23 de julho de 2020 
  10. «Liga Nacional de Basquete». Consultado em 6 de março de 2013 
  11. «Com triplo-duplo de Gegê e duas prorrogações, Flamengo supera o São José e conquista o terceiro lugar da LDB 2012». Liga Nacional de Basquete. 3 de março de 2013. Consultado em 23 de julho de 2020. Cópia arquivada em 23 de julho de 2020 
  12. Inguz. «Copa do Mundo de Futsal da FIFA». Consultado em 5 de março de 2013 
  13. Estadão. «Eder Jofre, 75, o grande campeão». Consultado em 5 de março de 2013 
  14. Diário popular. «Esporte: Popó mantém título com nocaute no primeiro round». Consultado em 5 de março de 2013 
  15. Esporte DF. «Nocaute ao Crack conscientizou e divertiu os jovens no Ginásio Nilson Nelson». Consultado em 5 de março de 2013 
  16. Correio Braziliense. «Seis grandes eventos esportivos já foram anunciados neste ano em Brasília». Consultado em 5 de março de 2013 
  17. «Iron Maiden 'resiste' a músicas novas e empolga público em Brasília». 23 de março de 2016. Consultado em 30 de setembro de 2016 
  18. Rock em Geral. «Guns N'Roses leva 11 mil ao show de Brasília». Consultado em 11 de abril de 2014 
  19. Correio Braziliense. «Show da banda britânica Yes leva cerca de 3 mil pessoas ao Nilson Nelson». Consultado em 20 de maio de 2013 
  20. G1. «Robert Plant não empolga, mas faz show marcante em Brasília». Consultado em 5 de março de 2013 
  21. a b Rock Express. «Porão do Rock reúne 30 mil pessoas em 2 dias de festa». Consultado em 5 de março de 2013 
  22. The Christian Post. «Rihanna leva púbico ao delírio em show em Brasília». Consultado em 5 de março de 2013 
  23. GPS Brasília. «Retrospectiva I». Consultado em 5 de março de 2013 
  24. a b Porão do Rock. «Porão do Rock 2011 atrai 55 mil pessoas». Consultado em 5 de março de 2013 
  25. Correio Braziliense. «Ozzy Osbourne leva 11 mil pessoas para o Ginásio Nilson Nelson». Consultado em 5 de março de 2013 
  26. Jornal de Brasília. «Seal faz show para 3.5 mil pessoas no Nilson Nelson». Consultado em 5 de março de 2013 
  27. Correio Braziliense. «Sucessos antigos do Backstreet Boys agitaram cinco mil fãs no Nilson Nelson». Consultado em 5 de março de 2013 
  28. Cult22. «Briga de shows grandes». Consultado em 5 de março de 2013 
  29. Blog do Filipe. «The Cramberries lota Nilson Nelson». Consultado em 6 de março de 2013 
  30. Correio Braziliense. «Green Day anima o público brasiliense com hits e acessórios de palco». Consultado em 6 de março de 2013 
  31. Whiplash. «Scorpions». Consultado em 6 de março de 2013 
  32. a b Jornal de Brasília. «Porão do Rock 2010 leva 30 mil ao Ginásio Nilson Nelson». Consultado em 6 de março de 2013 
  33. Cult22. «Em algum lugar do passado». Consultado em 6 de março de 2013 
  34. Correio Braziliense. «Aproximadamente 3 mil pessoas conferiram a performance do Megadeth na área externa do Ginásio Nilson Nelson, na última quinta». Consultado em 6 de março de 2013 
  35. Correio Braziliense. «Trio norueguês reúne cinco mil pessoas no Ginásio Nilson Nelson». Consultado em 6 de março de 2013 
  36. Jornal de Brasília. «Guns N Roses leva 13 mil ao Nilson Nelson». Consultado em 6 de março de 2013 
  37. Whiplash. «Heaven & Hell: resenha do show em Brasília no Movin' Up». Consultado em 6 de março de 2013 
  38. a b «Ginásio Nilson Nelson». www.brasiliabrasileventos.com.br. Consultado em 30 de setembro de 2016 
  39. Terra. «Público de Brasília recebe Black Eyed Peas com luzes de celulares». Consultado em 6 de março de 2013 
  40. Agita Brasília. «Roupa Nova em Brasília – 20/05». Consultado em 3 de maio de 2016 
  41. Jornal de Brasília. «Estrela teen, Larissa Manoela faz show em Brasília». Consultado em 3 de maio de 2016 
  42. G1. «Zezé Di Camargo & Luciano fazem show com Gusttavo Lima em Brasília». Consultado em 3 de maio de 2016 
  43. G1. «'Brasília Capital do Rock' traz Nando Reis e Ira! para celebrar 'Dia do Rock'». Consultado em 3 de maio de 2016 
  44. G1. «Titãs e Paralamas tocam no Brasília Rock Show neste sábado». Consultado em 3 de maio de 2016 
  45. G1. «Roupa Nova traz 'Cruzeiro' para show em homenagem às mães em Brasília». Consultado em 3 de maio de 2016 
  46. «Rebeldes se apresentam em Belo Horizonte neste sábado (3)». R7. 3 de novembro de 2012. Consultado em 29 de março de 2022. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  47. G1. «Em Brasília, Los Hermanos faz homenagem a Legião Urbana». Consultado em 5 de março de 2013 
  48. GPS Brasília. «Valeu a pena?». Consultado em 5 de março de 2013 
  49. a b Clica DF. «Bombeiros emitem um parecer limitando a ocupação do Ginásio Nilson Nelson». Consultado em 5 de março de 2013 
  50. Festa do Seu João. «Festa». Consultado em 5 de março de 2013 
  51. RollingStone. «Festival de Inverno de Brasília termina em clima de romantismo e rock 'n' roll». Consultado em 6 de março de 2013 
  52. Brasília em Tempo Real. «Xuxa leva 8 mil pessoas ao Nilson Nelson». Consultado em 6 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ginásio Nilson Nelson