Motörhead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Motörhead
Motörhead em concerto.
Informação geral
Origem Londres, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Heavy metal, hard rock, speed metal, rock and roll[1] [2]
Período em atividade 1975 - atualmente
Página oficial www.iMotorHead.com
Integrantes Lemmy
Phil Campbell
Mikkey Dee
Ex-integrantes Larry Wallis
"Fast" Eddie Clarke
Brian Robertson
Würzel
Lucas Fox
Phil "Philthy Animal" Taylor
Pete Gill
Tommy Aldridge

Motörhead é uma banda de rock britânica, formada em 1975, na Inglaterra pelo vocalista, letrista e baixista Lemmy Kilmister. É conhecida pelo seu peso e velocidade, que influenciou muitas bandas de heavy, thrash metal e punk rock.

Em 40 anos de carreira, a banda já lançou 21 álbuns de estúdio e é tida como uma das maiores bandas de heavy metal do mundo, ao lado de Black Sabbath, Judas Priest e Iron Maiden. Até 2012, a banda já havia vendido mais de 15 milhões de cópias mundialmente.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O baixista Lemmy Kilmister começou na música ainda na década de 1960, como roadie da banda de Jimi Hendrix. A sua estreia profissional no meio artístico dar-se-ia com a banda de rock psicodélico Hawkwind que alcançou alguns hits na década de 1970.

Lemmy foi demitido do Hawkwind em maio de 1975 por, segundo ele, "usar as drogas erradas". Ele foi detido por suspeita de posse de cocaína na fronteira canadense e passou cinco dias na prisão, forçando a banda cancelar alguns shows de sua tour norte-americana. Agora sozinho, Lemmy decidiu formar sua própria banda com o baterista Lucas Fox e o guitarrista Larry Wallis e chamá-la de Bastards, nome que mudou para Motörhead (uma gíria americana usada por viciados em anfetaminas), inspirado pela última canção que havia escrito para o Hawkwind. Lucas Fox foi trocado por Phil Taylor, que era um músico amador e amigo de infância de Lemmy, e Larry Wallis dá lugar a "Fast" Eddie Clarke.

Lemmy sempre concentrou-se em uma música bem básica: barulhenta, rápida, rouca, rock n roll... Em abril de 1977, vivendo em lugares apertados e com pouco reconhecimento, e após algum debate, a banda concordou em fazer um show de despedida no Marquee Club em Londres. Lemmy acabou conhecendo Ted Carroll da Chiswick Records e pediu-lhe para trazer um estúdio móvel para o show para gravar nele posteriormente. Carroll não pôde trazer a unidade móvel ao Marquee Club mas mostrou-o nos bastidores após o show e ofereceu dois dias nos Escape Studios com o produtor Speedy Keen para gravar um single. A banda aproveitou a chance e, ao invés de gravarem um single, acabaram formulando 11 faixas inacabadas. Carroll deu a eles alguns dias a mais no Olympic Studios para terminar os vocais e a banda completou 13 faixas para lançar como um álbum.

A Chiswick publicou o single "Motörhead" em junho, seguido do álbum Motörhead em agosto, o qual passou uma semana nas paradas musicais inglesas na posição 43. A banda fez shows dando suporte ao Hawkwind em junho, iniciando no fim de julho a tour 'Beyond the Threshold of Pain' com The Count Bishops. Em setembro de 1978, o single "Louie Louie" foi lançado, chegando ao numero 68 no UK Singles Chart, e a banda excursionou pelo Reino Unido para promovê-lo, aparecendo pela primeira vez no programa de TV da BBC Top of the Pops em 25 de outubro. A Chiswick capitalizou esse novo nível de sucesso relançando o álbum de estreia em vinil branco via EMI Records. Nessa época, o padrão de suas performances melhorou consideravelmente, e a natureza descompromissadora de sua música foi começando a ganhar seguidores de entusiastas tano do metal quando do punk.

O sucesso do single levou-os aos estúdios para gravar um álbum. Em 9 de março de 1979 tocaram a canção "Overkill" no programa Top of the Pops em suporta ao single, que precedeu o lançamento do LP Overkill, lançado em 24 de março. Foi o primeiro disco da banda a entrar no top 40 do UK Albums chart, chegando à posição 24, com o single ficando em 39º lugar no UK Singles Chart. Meses depois, a banda começou a trabalhar no próximo disco, Bomber, o qual alcançou a posição 12 no Reino Unido. Em 1 de dezembro, foi seguido pelo single de mesmo nome ("Bomber"), chegando em 34º lugar no UK Singles Chart. A turnê europeia e inglesa deste lançamento contou com o grupo Saxon como apoio. O palco dos shows continha um equipamento de iluminação com um espetacular aeroplano bombardeiro de enfeite. A faixa-título de Bomber foi inspirada pelo romance Bomber de Len Deighton, o qual era uma crônica em tempo-real de um bombardeio aéreo RAF do ponto de visão de todos os interessados: das tripulações de RAF, os Luftwaffe, e os civis no chão.

Em tempos, começaram a destacar-se no cenário do rock, trazendo já algumas canções que tornariam-se clássicos do power-trio, como "Overkill", "Stay Clean", "Damage Case", "Metropolis", "Bomber", "Poison" e "Stone Dead Forever".

Durante a 'Bomber tour', a United Artists colocaria conjuntamente fitas gravadas durante as sessões no Rockfield Studios entre 1975/76 e lançá-las-ia no álbum On Parole, atingindo a posição 65 inglesa. O single "Ace of Spades" foi lançado em 27 de outubro de 1980 como prévia do disco Ace of Spades, publicado em 8 de novembro. O single alcançou o posto 15 e o álbum a posição 4 nas paradas inglesas, obtendo Certificado de Ouro. O álbum foi descrito como "um dos melhores álbuns de metal de qualquer banda, de qualquer época".

A banda conseguiu mais sucesso nas paradas musicais em 1981 com o lançamento do EP St. Valentine's Day Massacre, em colaboração com o Girlschool, chegando ao posto 5 no UK Singles Chart em fevereiro; a versão ao vivo de "Motörhead" estreou em 6º no the UK Singles Chart em julho; e o álbum da qual foi tirada, No Sleep 'til Hammersmith, acabou sendo número 1 em junho. Entre 26 e 28 de janeiro de 1982, o trio iniciou as gravações de seu de produção independente. Em 3 de abril, o single "Iron Fist" foi revelado, chegando em #29 no UK Singles Chart, seguido pelo álbum completo Iron Fist, lançado em 17 de abril, e que foi o sexto mais vendido no Reino Unido na semana de estreia.

Em 1982 o guitarrista original Fast Eddie abandonou a banda, sendo substituído por Brian Robertson (que havia tocado com o Thin Lizzy), que não esquentou lugar em virtude da péssima recepção por parte dos fãs (e por se negar a tocar algumas faixas antigas), sendo substituído por uma dupla de guitarristas, Mick Wurzel e Phil Campbell.

Lemmy ao vivo, 2005.

O baterista original Phil Taylor também foi substituído por Pete Gill nesta mesma época. Philty ficaria fora da banda por pouco tempo, voltando logo após a gravação do clássico Orgasmatron de 1986 (cuja faixa título foi regravada pelo Sepultura). Com seu baterista original gravariam os discos Rock 'n' Roll e 1916. Na tour de 1916 Philty novamente abandonou a banda, sendo substituído por Mikkey Dee, baterista da banda de King Diamond.

Em 1992 lançaram March ör Die, seu maior sucesso comercial, com participação do guitarrista Slash (Ex-Guns N' Roses) em diversas canções e uma parceria com Ozzy Osbourne na canção "Hellraiser" (também lançada por Ozzy no álbum No More Tears), presente no game Grand Theft Auto San Andreas e fartamente divulgada em rádios e MTV.

Após desentendimentos com a gravadora Sony lançaram Bastards (1993) por um pequeno selo germânico, tendo pouca repercussão, assim como os discos que se seguiram.

Após o lançamento do álbum Sacrifice o guitarrista Mick Wurzel abandonou a banda, que voltou a ser um trio.

O ano de 2000 é marcado pelo aniversário de 25 anos do Motörhead com um show na Brixton Academy, que vira álbum três anos depois. Em 2004, a banda grava o disco Inferno e segue em turnê pelo Reino Unido em parceria com o Sepultura. Um ano depois, o Motörhead ganha o Grammy na categoria Melhor Performance de Metal.

Nos anos seguintes o Motörhead grava mais três discos: “Kiss of Death” (2006), “Better Motörhead Than Dead: Live at Hammersmith” (2007) e “Motörizer” (2008).

A banda esteve presente nas edições do Rock in Rio, Lisboa em 30 de maio de 2010 e no Rio de Janeiro em 25 de Setembro de 2011.

Como prometido aos fãs, em 2010 eles voltaram aos estúdios e gravaram o álbum: The Wörld Is Yours. A banda finalizou seu mais recente álbum, Bad Magic , programado para ser lançado em 28 de agosto de 2015.

Ace of Spades[editar | editar código-fonte]

Álbum que saiu em outubro de 1980, é considerado por muitos como o ápice, o melhor momento registrado pelo Motörhead, o álbum que capturou a banda no seu auge. Com esse álbum a banda ganhava pela primeira vez notoriedade, aparecendo na capa do LP, no lugar da rotineira ilustração, fato que iria se repetir somente em 1996 com o Overnight Sensation. Ace of Spades, foi gravado com o produtor mais requisitado da época, Vic Maile. Com todo o sucesso, o disco tounou-se um dos maiores clássicos na história do Heavy Metal, fazendo do Motörhead um grande nome na cena metálica.

Em 2000 a música "Ace of Spades" foi incluída trilha sonora do game Tony Hawk's Pro Skater 3.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Logotipo do Motörhead
Formação atual
Membros Anteriores
Membros convidados

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde janeiro de 2010).
  • Lemmy já amputou alguns dedos de um dos pés, por sofrer de diabetes e diz não estar muito preocupado em controlar a doença.
  • Lemmy ainda vive no mesmo apartamento, que alugou em 1991. Segundo ele, por ser pequeno e se localizar próximo do "The Roxy" (clube famoso em Los Angeles por revelar grandes bandas).
  • As Músicas "The Game", "King Of Kings" e "Line in the Sand" são usadas por Triple H na WWE. A música "Line in the Sand" foi usada de 2003 a 2005 pela stable Evolution, formada por Triple H, Batista, Randy Orton e Ric Flair. Quando a stable voltou à ativa em Abril de 2014 (desta vez sem Ric Flair), após a WrestleMania 30, o grupo continuou usando a música "Line in the Sand" como sua música de entrada.
  • A música "Ace of Spades" aparece no segundo episódio da 3ª temporada da série inglesa Skins sendo cantada pelo personagem Cook, além de fazer parte do Tony Hawk Pró Skate 3 para PC e na propaganda da etapa de Fórmula 1 de Interlagos em São Paulo em 2011.

Referências

  1. Buckley 2003, p. 587, "represented muscular, deadly rock and roll"
  2. Buckley 2003, p. 588, "No holds barred, no-frills, rock 'n' roll"
  3. Motorhead Motorheadphones. Visitado em 12 January 2015.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Buckley, Peter (2003). The Rough Guide to Rock. London: Rough Guides. ISBN 1-85828-201-2.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Motörhead
Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.