Bruno Bara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bruno Bara
Nome completo Bruno G. Bara
Nascimento 28 de fevereiro de 1949 (71 anos)
Milão, Itália
Nacionalidade Italiano
Alma mater Universidade de Milão
Universidade de Turim
Ocupação Psiquiatra e psicoterapeuta
Principais trabalhos Pragmática cognitiva

Bruno Bara (Milão, 28 de fevereiro de 1949) é um psiquiatra, neurocientista e linguista italiano. Graduado em Medicina pela Universidade de Milão em 1973, foi professor na Universidade de Sussex e na Universidade de Cambridge, sob a supervisão do psicólogo Philip Johnson-Laird, com quem publicou trabalhos fundamentais sobre raciocínio dedutivo e sua reprodução com técnicas de inteligência artificial. Em seguida, passou pela Universidade da Califórnia em Berkeley e estudou psicologia na Universidade de Trieste, Universidade de Florença e Universidade de Turim.[1]

Fundou em Turim o Centro de Pesquisa em Ciências Cognitivas e, entre 2014 e 2015, foi presidente da Associação Internacional de Ciências Cognitivas. Sua atividade como neurocientista concentra-se na comunicação humana, no campo que autointitulou neuropragmática, dedicada ao estudo da deterioração da comunicação devido a traumas ou patologias cerebrais.[2] Sua teoria, conhecida como pragmática cognitiva, descreve os estados mentais dos interactantes em uma interação real. Baseia-se em experiências com adultos e crianças, saudáveis ​​e portadoras de patologias genéticas ou adquiridas, e em métodos de neurociência, como imagem por ressônancia magnética funcional.[3]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • La simulazione del comportamento. L'intelligenza artificiale: analisi e riproduzione di attività mentali umane, Franco Angeli, 1977
  • Computational models of natural language processing, Elsevier Science, Amsterdam, 1984
  • Pragmatica cognitiva: I processi mentali della comunicazione, Bollati Boringhieri, 1999
  • Il metodo della scienza cognitiva: Un approccio evolutivo alla simulazione della mente, Bollati Boringhieri, 2000
  • Il sogno della permanenza: L'evoluzione della scrittura e del numero, Bollati Boringhieri, 2003
  • Nuovo manuale di psicoterapia cognitiva (vol. I: Teoria; vol. II: Clinica; vol. III: Patologie). Bollati Boringhieri, 2005-6
  • Dinamica del cambiamento e del non cambiamento, Bollati Boringhieri, 2007
  • Cognitive Pragmatics: the mental processes of communication, MIT Press, Cambridge, MA, 2010
  • Dimmi come sogni. Interpretazione emotiva dell'esperienza onirica, Mondadori, 2012
  • Cognitive Science: A developmental approach to the simulation of the mind, Psychology Library Editions, Routledge, London and New York, 2016
  • Il terapeuta relazionale: Tecnica dell'atto terapeutico, Bollati Boringhieri, 2018

Referências

  1. Università degli Studi di Torino. «Bruno Bara». Dipartimento di Psicologia. Consultado em 4 de fevereiro de 2020 
  2. «STPC - Studio Torinese Psicologia Cognitiva». www.stpc.it. Consultado em 4 de fevereiro de 2020 
  3. «Centro Terapia Cognitiva di Como». Centro Terapia Cognitiva di Como. Consultado em 4 de fevereiro de 2020