César Augusto Sebba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
César
Informações pessoais
Nome completo César Augusto Sebba
Data de nasc. 27 de setembro de 1945 (72 anos)
Local de nasc. Goiânia,  Goiás,  Brasil
Altura 1,87 m
Peso 79 kg
Informações no clube
Clube atual Aposentado
Posição Ala
Clubes de juventude
1959–1961
1962–1963
Brasil Jóquei Clube-GO
Brasil Anapolino
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
1964
1965
1966–1969
1970–1971
1972–1973
Brasil Flamengo
Brasil Vasco da Gama
Brasil Botafogo
Brasil Fluminense
Brasil Vila Nova
Seleção nacional
1966–1969 Brasil Brasil 00018 000(101)
Medalhas
Campeonato Mundial
Bronze Uruguai 1967 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Prata Argentina 1966 Equipe
Prata Uruguai 1969 Equipe

César Augusto Sebba (Goiânia, 27 de setembro de 1945), mais conhecido como César ou César Sebba, é um empresário e ex-jogador de basquete brasileiro que atuava como ala. Defendeu os quatro grandes clubes do Rio de Janeiro e atuou pela Seleção Brasileira no Campeonato Mundial de 1967.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Natural de Goiânia, César iniciou no basquete como jogador do Jóquei Clube da cidade em 1959, transferindo-se para o C.R. Anapolino três anos depois. Em 1964, mudou-se para o Rio de Janeiro para jogar no Flamengo, onde sagrou-se campeão estadual. Na temporada seguinte, defendeu o Vasco da Gama, conquistando mais uma vez o Campeonato Carioca.[1]

Em 1966, transferiu-se para o Botafogo. No alvinegro, foi três vezes campeão carioca e conquistou também a Taça Brasil de 1967, o primeiro título nacional de um clube carioca no basquete. Na última partida do torneio, contra o Corinthians, César foi o cestinha do confronto com 23 pontos.[2] Nas temporadas de 1970 e 1971, foi bicampeão carioca com o Fluminense.[3] Em 1973, voltou a levantar o troféu da Taça Brasil, dessa vez pelo Vila Nova, o único título brasileiro de um clube goiano na modalidade.[4]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira, marcou 101 pontos em 18 partidas oficiais. Foi medalhista de bronze no Campeonato Mundial de 1967 e duas vezes vice-campeão do Campeonato Sul-Americano.[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Vasco da Gama
Botafogo
Fluminense
Vila Nova

Referências

  1. Garcia, Victor (6 de outubro de 1966). «Tude Sobrinho diz que renovação constante, reforços e apoio deram título ao Botafogo» (pdf). Rio de Janeiro. Jornal do Brasil. LXXV (235). 18 páginas. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  2. «Botafogo é campeão brasileiro». Rio de Janeiro. Jornal do Brasil. LXXVI (76). 26 páginas. 2 de abril de 1967. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  3. Praça, Gustavo (27 de dezembro de 1971). «Fluminense, os problemas de quem possui um grande time de basquetebol» (pdf). Rio de Janeiro. Jornal do Brasil. LXXXI (224). 38 páginas. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  4. a b «César Sebba - Perfil no site da CBB». CBB. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre basquetebol é um esboço relacionado ao Projeto Basquetebol. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.