Caio Bonfim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caio Bonfim
Atletismo
Modalidade marcha atlética
Nascimento 19 de março de 1991 (25 anos)
Brasília, Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Compleição Peso: 60 kg Altura: 1,74 m
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Bronze Toronto 2015 Marcha 20 km

Caio Oliveira de Sena Bonfim (Sobradinho, 19 de março de 1991), é um marchador brasileiro que compete nas marchas atléticas de 20 km e 50 km. Recordista brasileiro das duas distâncias, marcas que conquistou na Rio 2016, é medalhista de bronze nos 20 km dos Jogos Pan-americanos de Toronto 2015.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Guadalajara 2011[editar | editar código-fonte]

Com apenas 20 anos, representou o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de 2011, disputados em Guadalajara no México. Sua estreia nos Jogos Panamericanos foi interrompida de forma polêmica, após percorrer 19,950 km de prova, sendo eliminado nos últimos 50 metros da marcha de 20 km. Ocupava a 8ª posição até a decisão da arbitragem de eliminá-lo com um terceiro cartão vermelho.[1]

Londres 2012[editar | editar código-fonte]

Classificado para a disputar a prova em sua primeira Olimpíada, Londres 2012, após conquistar o índice e a medalha de ouro no Campeonato Sul-americano de Marcha Atlética [2], Caio não teve uma boa participação nos Jogos, terminando apenas em 39° lugar entre os 48 atletas que completaram a prova, com o tempo de 1h24min45s .[3]

Toronto 2015[editar | editar código-fonte]

Único brasileiro a representar o país na modalidade nos Jogos Pan-Americanos de 2015, Caio conquistou a medalha de bronze nos 20 km, a primeira medalha brasileira na marcha atlética masculina do Pan desde o bronze de Marcelo Palma em Havana 1991.[4]

Rio 2016[editar | editar código-fonte]

Nos Jogos Olímpicos da Rio 2016, conseguiu o melhor resultado da história do país na marcha atlética, terminando a prova de 20 quilômetros, sua maior especialidade, na quarta posição com o tempo de 1h19m42, novo recorde brasileiro, ficando a apenas cinco segundos do medalhista de bronze, o australiano Dane Bird-Smith.[5] Na prova de marcha de 50 km, terminou em 9º lugar, novamente quebrando o recorde brasileiro, com o tempo de 3h47m02.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências