Campeonato Uruguaio de Futebol de 1933

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Uruguaio de Futebol de 1933
XXX Campeonato Uruguayo
Dados
Participantes 10
Organização AUF
Local de disputa Uruguai
Período
Gol(o)s 404
Partidas 138
Média 2,93 gol(o)s por partida
Campeão Nacional (12º título)
Vice-campeão Peñarol
Melhor marcador UruguaiURU Juan Young (Peñarol) – 33 gols[1]
Melhor ataque (fase inicial) Peñarol – 77 gols
Melhor defesa (fase inicial) Nacional – 10 gols
Maior goleada
(diferença)
Nacional 7 – 0 River Plate
◄◄ Uruguai Uruguaio 1932 Soccerball.svg Uruguaio 1934 Uruguai ►►

O Campeonato Uruguaio de Futebol de 1933 foi a 2ª edição da era profissional do Campeonato Uruguaio. O torneio consistiu em uma competição com três turnos, no sistema de todos contra todos. Como Nacional e Peñarol empataram em número de pontos, disputaram uma final para decidir quem venceria o campeonato. Já que nos dois primeiros jogos o resultado foi de empate em 0 a 0, houve a necessidade de se jogar uma terceira partida, onde o Nacional venceu o Peñarol por 3 a 2 e se sagrou campeão uruguaio de 1933.[2][3]

Classificação[1][4][editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
Nacional 46 27 20 6 1 56 10 46
Peñarol 46 27 21 4 2 77 18 59
Rampla Juniors 32 27 14 4 9 39 29 10
Wanderers 31 27 11 9 7 39 36 3
Defensor 29 27 12 5 10 50 39 11
Sud América 25 27 9 7 11 30 40 -10
River Plate 18 27 6 6 15 19 45 -26
Racing 15 27 4 7 16 29 58 -29
Central 14 27 4 6 17 33 63 -30
10º Bella Vista 14 27 6 2 19 27 61 -34


 Classificados para a final.

Final[1][editar | editar código-fonte]

Primeiro desempate[editar | editar código-fonte]

27 de maio de 1934 Nacional 0 – 0 Peñarol Estádio Centenário, Montevidéu

Público: 42 000
Árbitro: Telésforo Rodríguez

Após o árbitro Telésforo Rodríguez ter sido agredido e levado à enfermaria do Estádio Centenário, foi substituído por Scandroglio, que suspendeu o jogo por falta de luz aos 25 minutos da segunda etapa.[5] Em 30 de julho foi decidido que a partida seria continuada a partir dos 25 minutos do segundo tempo e sem espectadores.

Continuação do primeiro desempate[editar | editar código-fonte]

25 de agosto de 1934 Nacional 0 – 0 Peñarol Estádio Centenário, Montevidéu

Público: Sem espectadores
Árbitro: Aníbal Tejada

Como o Nacional teve dois jogadores expulsos pela agressão ao árbitro Telésforo Rodríguez, teve que continuar os 20 minutos restantes do jogo com os dois homens a menos e ainda uma prorrogação com 30 minutos cada tempo, totalizando 80 minutos de jogo com dois atletas a menos em relação ao Peñarol. Esse jogo ficou conhecido como o "Clássico dos nove contra onze".

Segundo desempate[editar | editar código-fonte]

2 de setembro de 1934 Nacional 0 – 0 Peñarol Estádio Centenário, Montevidéu

Público: 35 000
Árbitro: Domingo Lombardi

Ainda foi jogada uma prorrogação com 30 minutos cada tempo, totalizando 60 mais minutos de jogo. Como o placar persistiu em 0 a 0, foi necessário um terceiro desempate.

Terceiro desempate[editar | editar código-fonte]

18 de novembro de 1934 Nacional 3 – 2 Peñarol Estádio Centenário, Montevidéu

Héctor Castro Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53' Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77' Braulio Castro Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
Juan Arremón Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58'
Público: 35 000
Árbitro: Juan Carlos Cerón


Campeonato Uruguaio de 1933
Flag of Uruguay.svg
Nacional
Campeão
(12º título)

Referências

  1. a b c Rsssf.com
  2. Campeoesdofutebol.com.br
  3. Sobrefutbol.com
  4. Scoreshelf.com
  5. El Gráfico, Nacional 100 Años de Gloria (edição extra). Buenos Aires. Página 40. 1999.