Cariri do Tocantins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cariri do Tocantins
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 20 de fevereiro
Fundação 20 de fevereiro de 1991 (26 anos)
Gentílico caririense
Lema Harmonia, trabalho e paz (bandeira) e Honra e progresso (brasão)
Prefeito(a) Junior Marajo (PV)
(2017–2020)
Localização
Localização de Cariri do Tocantins
Localização de Cariri do Tocantins no Tocantins
Cariri do Tocantins está localizado em: Brasil
Cariri do Tocantins
Localização de Cariri do Tocantins no Brasil
11° 53' 27" S 49° 09' 39" O11° 53' 27" S 49° 09' 39" O
Unidade federativa  Tocantins
Mesorregião Ocidental do Tocantins IBGE/2008[1]
Microrregião Gurupi IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Gurupi e Dueré; Sul: Figueirópolis; Leste: Sucupira; Oeste: Formoso do Araguaia
Distância até a capital 255 km
Características geográficas
Área 1 128,596 km² [2]
População 3 754 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 3,33 hab./km²
Altitude 295 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,752 elevado PNUD/2000[4]
PIB R$ 52 196,119 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 214,63 IBGE/2008[5]
Página oficial

Cariri do Tocantins é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localiza-se a uma latitude 11º53'27" sul e a uma longitude 49º09'40" oeste, estando a uma altitude de 295 metros. Sua população estimava em 2004 era de 3 100 habitantes, hoje um pouco mais de 6 700. Possui uma área de 1066,6 km².

A cidade fica localizada às margens das rodovias federais BR-153 e BR-242. Pela zona rural do município, passa a Ferrovia Norte-Sul.

É a quarta cidade do estado do Tocantins em melhor IDH e a 8° da região norte. A cidade também sofre uma grande influência de Brasília e Goiânia, por serem relativamente próximas. Mais sua maior influência é a cidade de Gurupi (Tocantins|TO), pois devido a grande proximidade a cidade de Cariri acaba se tornando região metropolitana de Gurupi.

A cidade também é conhecida por sua bela praça central, o magnifico Balneário Municipal e seu programa de bolsa universitária, possui forte influência educacional onde a massa jovem preza exaustivamente o conhecimento.

História[editar | editar código-fonte]

Foi a partir do assentamento de duas famílias que, aos poucos surgiu a pequena e pacata Cariri. Segundo dados fornecidos pelas primeiras famílias a habitarem este espaço, conclui-se que por volta dos anos 50 chegou à região a família do Sr. Sebastião Rodrigues Neponoceno, vulgo Cariri, aqui fez sua morada, que era um casa, cujas paredes eram feitas de pau-a-pique, coberta por palhas de coco. Contam, a viúva e toda a família do falecido, Sebastião Cariri, que aqui só havia mato e apenas eles habitavam o local e que por não encontrarem meios para sobrevivência, partiram para o Estado do Pará e por lá ficaram durante dois anos. Retornando depois com o lugar modificado e habitado pelos Poncianos.

Já os Poncianos declaram que chegaram antes dos Neponucenos, construíram a primeira casa por volta de 1960 e os Srs. João Bandeira e Paulo Coroneiro é que tiveram a ideia de construir casas e fundar uma vila. A partir desses dados fica difícil designar qual o verdadeiro fundador de Cariri. A vila foi crescendo lentamente e pouco a pouco foi tomando aspectos de povoado, isso se deu devido a BR 153 que passava dentro do povoado, onde hoje é Avenida Bernardo Sayão. Com o tempo o povoado que já se chamava Cariri, foi aumentando o seu número de habitantes tornando-se distrito de Gurupi. Da data de seu povoamento até 1991, a administração de Cariri, ficou a cargo da Prefeitura Municipal de Gurupi, cujos prefeitos eram os Srs. Jacinto Nunes da Silva e posteriormente João Lisboa Cruz. Cariri teve um Sub-Prefeitos os Srs. Arlindo Martins e Alípio Augusto de Lima e como vereadores por Gurupi, representando Cariri, os Srs. Arlindo Martins e Electo Azevedo, Acácio Marra e Osvaldo Ribeiro Martins.

Nessa época, os serviços públicos oferecidos, eram apenas para alguns funcionários da Sub-Prefeitura, outros no Posto de Saúde, e para um pequeno número de professores que atuavam em uma única escola na zona urbana e pequenos postos de ensino na zona rural. Em Cariri não se podia contar com energia elétrica, água tratada, asfalto, telefone, nem hospital, só a partir da década de 80 é que tais benefícios foram sendo trazidos para o distrito. Mais tarde surgiu a Escola Estadual Julieta Zeferino de Oliveira para o ensino fundamental.

Tendo em vista o progresso do município em 1990, realizou-se com sucesso o plebiscito que deu a Cariri sua emancipação política.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.