Cariri do Tocantins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cariri do Tocantins
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de fevereiro
Fundação 20 de fevereiro de 1991
Gentílico caririense
Lema Harmonia, trabalho e paz (bandeira) e Honra e progresso (brasão)
Prefeito(a) José Gomes (Zé da Maquina)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cariri do Tocantins
Localização de Cariri do Tocantins no Tocantins
Cariri do Tocantins está localizado em: Brasil
Cariri do Tocantins
Localização de Cariri do Tocantins no Brasil
11° 53' 27" S 49° 09' 39" O11° 53' 27" S 49° 09' 39" O
Unidade federativa  Tocantins
Mesorregião Ocidental do Tocantins IBGE/2008[1]
Microrregião Gurupi IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes norte: Gurupi e Dueré; sul:Figueiropolis; Leste:Sucupira Oeste:Formoso do Araguaia
Distância até a capital 255 km km
Características geográficas
Área 1 128,596 km² [2]
População 3 754 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 3,33 hab./km²
Altitude 295 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,752 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 52 196,119 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 214,63 IBGE/2008[5]
Página oficial

Cariri do Tocantins é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localiza-se a uma latitude 11º53'27" sul e a uma longitude 49º09'40" oeste, estando a uma altitude de 295 metros. Sua população estimava em 2004 era de 3 100 habitantes, hoje um pouco mais de 6 700. Possui uma área de 1066,6 km².

A cidade fica localizada às margens das rodovias federais BR-153 e BR-242. Pela zona rural do município, passa a Ferrovia Norte-Sul.

É a quarta cidade do estado do Tocantins em melhor IDH e a 8° da região norte. A cidade também sofre uma grande influência de Brasilia e Goiânia, por serem relativamente próximas. Mais sua maior influência é a cidade de Gurupi (Tocantins|TO), pois devido a grande proximidade a cidade de Cariri acaba se tornando região metropolitana de Gurupi.

A cidade também é conhecida por sua bela praça central, o magnifico Balneário Municipal e seu programa de bolsa universitária, possui forte influência educacional onde a massa jovem preza exaustivamente o conhecimento.

História[editar | editar código-fonte]

Foi a partir do assentamento de duas famílias que, aos poucos surgiu a pequena e pacata Cariri. Segundo dados fornecidos pelas primeiras famílias a habitarem este espaço, conclui-se que por volta dos anos 50 chegou à região a família do Sr. Sebastião Rodrigues Neponoceno, vulgo Cariri, aqui fez sua morada, que era um casa, cujas paredes eram feitas de pau-a-pique, coberta por palhas de coco. Contam, a viúva e toda a família do falecido, Sebastião Cariri, que aqui só havia mato e apenas eles habitavam o local e que por não encontrarem meios para sobrevivência, partiram para o Estado do Pará e por lá ficaram durante dois anos. Retornando depois com o lugar modificado e habitado pelos Poncianos.

Já os Poncianos declaram que chegaram antes dos Neponucenos, construíram a primeira casa por volta de 1960 e os Srs. João Bandeira e Paulo Coroneiro é que tiveram a idéia de construir casas e fundar uma vila. A partir desses dados fica difícil designar qual o verdadeiro fundador de Cariri. A vila foi crescendo lentamente e pouco a pouco foi tomando aspectos de povoado, isso se deu devido a BR 153 que passava dentro do povoado, onde hoje é Avenida Bernardo Sayão. Com o tempo o povoado que já se chamava Cariri, foi aumentando o seu número de habitantes tornando-se distrito de Gurupi. Da data de seu povoamento até 1991, a administração de Cariri, ficou a cargo da Prefeitura Municipal de Gurupi, cujos prefeitos eram os Srs. Jacinto Nunes da Silva e posteriormente João Lisboa Cruz. Cariri teve um Sub-Prefeitos os Srs. Arlindo Martins e Alípio Augusto de Lima e como vereadores por Gurupi, representando Cariri, os Srs. Arlindo Martins e Electo Azevedo, Acácio Marra e Osvaldo Ribeiro Martins.

Nessa época, os serviços públicos oferecidos, eram apenas para alguns funcionários da Sub-Prefeitura, outros no Posto de Saúde, e para um pequeno número de professores que atuavam em uma única escola na zona urbana e pequenos postos de ensino na zona rural. Em Cariri não se podia contar com energia elétrica, água tratada, asfalto, telefone, nem hospital, só a partir da década de 80 é que tais benefícios foram sendo trazidos para o distrito. Mais tarde surgiu a Escola Estadual Julieta Zeferino de Oliveira para o ensino fundamental.

Tendo em vista o progresso do município em 1990, realizou-se com sucesso o plebiscito que deu a Cariri sua emancipação política.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.