Carlos Roberto Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Roberto Gonçalves
Nascimento 1938 (79 anos)
Nacionalidade  brasileiro
Alma mater PUC-SP
Ocupação professor, escritor, desembargador aposentado
Magnum opus Direito Civil Brasileiro
Principais interesses direito civil

Carlos Roberto Gonçalves (1938)[1] é um professor, escritor e desembargador aposentado brasileiro, que se dedica ao estudo do direito civil. Foi desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e realizou mestrado em direito civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).[2] [3] Entre outras, sua obra Direito Civil Brasileiro, em 7 volumes,[1] é frequentemente citada no Brasil em decisões de tribunais superiores como o Superior Tribunal de Justiça (STJ).[4] [5] [6] [3] É membro fundador da Academia Brasileira de Direito Civil.[7]

Referências

  1. a b «Direito civil brasileiro, livro». LexML. Cópia arquivada desde o original em 27 de novembro de 2015. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  2. «Curso de Direito realiza palestra sobre Direito Civil Contemporâneo». Universidade de Fortaleza. Cópia arquivada desde o original em 27 de novembro de 2015. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  3. a b «Recurso em Mandado de Segurança nº 23.587 - RJ» (PDF). Superior Tribunal de Justiça do Brasil. Consultado em 27 de novembro de 2015. Carlos Roberto Gonçalves, Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo e mestre em Direito Civil pela PUC/SP, afirma que (...) (in Responsabilidade Civil, Editora Saraiva, 9ª Edição, 2005, pág. 484). 
  4. «Recurso Especial nº 913.008 - RJ» (PDF). Superior Tribunal de Justiça do Brasil. Consultado em 27 de novembro de 2015. Como leciona Carlos Roberto Gonçalves, "no direito brasileiro, (...)" (GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro. v. I. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2007. p. 322). 
  5. «Reclamação nº 3.904 - RJ» (PDF). Superior Tribunal de Justiça do Brasil. Consultado em 27 de novembro de 2015. Sobre esse princípio, da doutrina e da jurisprudência colaciono as lições e os julgados que seguem: (...) (Carlos Roberto Gonçalves, Direito civil brasileiro, volume 3: contratos e atos unilaterais , Saraiva, 2013, 10ª ed., p. 54/61). 
  6. «Recurso Especial nº 1.067.738 - GO» (PDF). Superior Tribunal de Justiça do Brasil. Consultado em 27 de novembro de 2015. Nessa mesma linha de raciocínio, trilham renomados doutrinadores, como Carlos Roberto Gonçalves (Responsabilidade civil. São Paulo: Saraiva, 10ª ed., 2007, p. 509-510), (...). 
  7. «Acadêmicos fundadores». Academia Brasileira de Direito Civil. Cópia arquivada desde o original em 27 de novembro de 2015. Consultado em 27 de novembro de 2015