Catedral de Cristo Salvador de Moscou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Catedral de Cristo Salvador
A Catedral em julho de 2011.
A Catedral em julho de 2011.


País Rússia
Coordenadas 55° 44' 41" N 37° 36' 20" E






A Catedral de Cristo Salvador (em russo Хра́м Христа́ Спаси́теля) é um templo da Igreja Ortodoxa Russa situado na cidade de Moscou. Destacam-se as suas cinco cúpulas douradas.

Esta catedral disputa com a Catedral de São Basílio o título de "principal da cidade de Moscou", pois as principais solenidades da Igreja Ortodoxa Russa, são ali celebradas.

A catedral Cristo Salvador é considerada um ícone do renascimento cristão ortodoxo na Rússia. Ela é um marco na cidade, não apenas por sua grande beleza, mas também por sua história que tem início no século XIX quando, após a vitória do exército russo sobre as forças napoleônicas, o então imperador russo Alexandre I decidiu construir uma catedral em honra de seus soldados mortos.

História[editar | editar código-fonte]

A catedral foi inaugurada no dia 26 de maio de 1883, com a realização da coroação do imperador Alexandre III.

Dinamitação da catedral em 1931.

Durante a vigência do comunismo a igreja foi dinamitada em 1933 pois ela era considerada um símbolo do Império Czarista. Os comunistas tiveram planos de construir no local o "Palácio dos Sovietes". Esse palácio deveria ter uma torre de 400 metros de altura e no topo dessa torre uma estátua de 98 metros do Lênin. Mas, devido a dificuldades técnicas, o projeto nunca pode ser realizado. Porém, foi decidido a construção de uma espécie de piscinão público.

Nos anos 90, após a queda da URSS, o Patriarcado de Moscou liderou um movimento para reconstrução da catedral. Após muita luta do patriarcado, com apoio da sociedade, o governo pós comunismo apoiou a ideia. A catedral foi reinaugurada em 2000, idêntica à catedral original.[carece de fontes?]

Os melhores pintores da Academia de Belas Artes da Rússia contribuíram na sua pintura. Já seus belos ícones foram pintados por monges ortodoxos.[carece de fontes?]

Números[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
  • Altura máxima: 104,50 metros.
  • Capacidade: 15.000 pessoas.
  • Iconóstase: 27 metros de altura. O Iconóstase ocupa uma área total 4.000 m².
  • Iluminação: 2.500 lâmpadas.
  • Velas: Capacidade para 4.000 velas.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Cristo Salvador de Moscou