Caterine Ibargüen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caterine Ibargüen
Atletismo
Modalidade salto triplo
Nascimento 12 de fevereiro de 1984 (31 anos)
Apartadó, Colômbia
Nacionalidade Colômbia colombiana
Compleição Altura: 1,81 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 salto triplo
Campeonatos Mundiais
Ouro Pequim 2015 salto triplo
Ouro Moscou 2013 salto triplo
Bronze Daegu 2011 salto triplo
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 salto triplo
Ouro Guadalajara 2011 salto triplo
Bronze Guadalajara 2011 salto em distância

Caterine Ibargüen Mena (Apartadó, 12 de fevereiro de 1984) é uma saltadora colombiana, bicampeã mundial e vice-campeã olímpica do salto triplo. Além desta modalidade, também compete no salto em distância e salto em altura.

Criada pela avó, ainda criança seus pais se separaram, com seu pai indo morar na Venezuela e sua mãe trabalhando como cozinheira nas minas de ouro de Antioquia. Começou no esporte jogando voleibol antes de mudar para o atletismo aos 12 anos; mostrando talento, foi convidada a se mudar para Medellin, onde as condições de treinamento eram melhores que em sua pequena cidade. Treinando na "Villa Deportiva", um centro de atletismo moderno, sob as orientações do técnico cubano Jorge Luis Alfaro, passou a se dedicar ao salto em altura.[1]

Ganhou sua primeira medalha internacional em 1999, aos 15 anos, um bronze no Campeonato Sul-americano de Atletismo, em Bogotá. No ano seguinte conseguiu sua primeira vitória nos Jogos Bolivarianos realizados em Ambato, Equador. Competindo entre o salto em altura e o salto triplo, conquistou diversas medalhas nos anos seguintes em campeonatos regionais como o Campeonato Pan-americano Júnior de Atletismo e os Jogos Centro-Americanos e do Caribe.[1]

Recordista colombiana do salto em altura com 1,93 m, competiu nesta modalidade em Atenas 2004, sendo eliminada nas qualificatórias. Atleta versátil, também competidora dos 100 m c/ barreiras, lançamento de dardo e lançamento de peso, seu maior sucesso entretanto veio no salto triplo. Recordista sul-americana desta prova com o recorde pessoal de 15,31 m,[1] foi medalha de bronze no Mundial de Daegu 2011[2] e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, onde também ganhou um bronze no salto em distância.[3]

Em Londres 2012, ela conquistou a medalha de prata olímpica, a primeira de seu país no atletismo de campo, com um salto de 14,80m em sua última tentativa.[4] Esta foi a primeira medalha olímpica da Colômbia desde o bronze da velocista Ximena Restrepo em Barcelona 1992.[1] Em Moscou 2013, tornou-se campeã mundial do salto triplo, com um salto de 14,85m.[5]

Em Toronto 2015 conquistou sua terceira medalha pan-americana e o bicampeonato no salto triplo, com um salto de 15,08 m.[nota 1] Um mês depois sagrou-se bicampeã mundial em Pequim 2015, com um salto de 14,90 metros.[7]

Melhores marcas[editar | editar código-fonte]

  • Salto triplo – 15,31 m (Mônaco, 2014)
  • Salto em altura – 1,93 m (Cali, 2005)
  • Salto em distância – 6,73 m (Bogotá, 2012)

Notas

  1. O salto de Caterine foi o maior já conseguido em Jogos Pan-americanos e o único acima de 15 metros, mas não pode ser oficializado como recorde por causa da velocidade do vento a favor no momento do salto (+2,3 m/s), acima do limite de 2m/s.[6]

Referências

  1. a b c d Biografia IAAF. Visitado em 19 August 2015.
  2. Triple Jump - W FINAL IAAF. Visitado em 16/08/2013.
  3. Women's Triple Jump Final info.guadalajara2011.org. Visitado em 16/08/2013.
  4. Athletics at the 2012 London Summer Games: Women's Triple Jump Final Round sportsreference. Visitado em 16/08/2013.
  5. results IAAF. Visitado em 16/08/2013.
  6. results toronto2015.org. Visitado em 19 August 2015.
  7. Caterine Ibargüen ratifica su título mundial y se cuelga el oro en Beijing 2015 El Pais. Visitado em 24 August 2015.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caterine Ibargüen