Charles Curran

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Charles Curran
Nascimento 13 de outubro de 1921
Dublin
Morte 9 de janeiro de 1980 (58 anos)
Alma mater Magdalene College, Cambridge
Ocupação jornalista
Prêmios Prêmio Emmy Internacional de Melhor Chefe Executivo
Empregador BBC
Causa da morte ataque cardíaco

Sir Charles John Curran (13 de outubro de 1921 - 9 de janeiro de 1980) foi diretor-geral da BBC de abril de 1969 a setembro de 1977.[1][2] Durante sua gestão à frente da emissora pública britânica, foram criados alguns dos mais famosos programas humorísticos da mesma como Dad's Army, Porridge, Fawlty Towers e Monty Python's Flying Circus. A produção do documentário Yesterday Man (1971) foi controversa, gerando protestos do partido trabalhista e do ex primeiro ministro Harold Wilson. Curran recebeu pressões para não levar o programa ao ar, desencadeando uma pequena crise política. Em 1975, as emissões da BBC na Espanha chegaram a ser prejudicadas após Curran ter dado espaço para a oposição ao regime franquista na TV, o que despertou a ira do governo espanhol.[3]

Em 1973 recebeu o prêmio Emmy Internacional de Melhor Chefe Executivo.[4]

Referências

  1. CHARLES CURRAN REVISITED
  2. Sir Charles Curran by Ruskin Spear
  3. «Imprensa sofre pressões». Folha de S. Paulo, Ano LV, edição 17044, página 5. 10 de novembro de 1975. Consultado em 20 de agosto de 2017 
  4. International Emmy Award. «DIRECTORATE AWARD». International Academy of Television Arts & Sciences. Consultado em 20 de agosto de 2017