Gustavo Cisneros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gustavo Cisneros Rendiles (nascido em Caracas, 1945) é um empresario venezuelano, possui também as nacionalidades espanhola e dominicana [1]

Juventude[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Caracas em 1945. Segundo filho de Diego Cisneros. Cisneros e sua família constituem a segunda fortuna da América do Sul [1]. Viveu sua juventude nos Estados Unidos, estudou na escola secundaria em Suffield Academy de Suffield (Connecticut). Seus estudos superiores realizou no Babson College en Wellesley (Massachusetts), onde se graduou Cum Laude em Economia.[2]

Empresário[editar | editar código-fonte]

Amigo do ex-presidente venezuelano Carlos Andrés Pérez, do presidente estadunidense George Bush e espanhol Felipe González. Cisneros possui uma fortuna calculada pela Revista Forbes em uns 6 bilhões de dólares estadunidenses, provenientes de suas muitas empresas de telecomunicações e afins, sendo as mais importantes Venevision International, Venevision Productions e Movida nos Estados Unidos, e Venevisión e Cervecería Regional na Venezuela, todas pertencentes ao grupo Organização Cisneros. Além disso, é dono da equipe de beisebol venezolana Los Leones del Caracas.

As empresas que formam a Organização Cisneros operam en mais de 50 países na América, Asia e Europa; 35.000 pessoas nos Estados Unidos trabalham para o conglomerado.

Cisneros é diretor ativo en várias universidades e museus entre os que destacam a Universidade Rockefeller de Nova York, a Academia de Artes e Ciencias de Televisão dos Estados Unidos (NATAS), o Museu de Arte Moderna (MOMA) de Nova York e o Instituto Espanhol Rainha Sofia de Madrid. Assim mesmo, é membro do Conselho Assessor Internacional do Presidente da Sociedade das Américas, a Junta de Supervisores do Centro Internacional para o Crescimento Econômico e o Conselho Assessor Internacional do Brookings Institution.

Desde o inicio da administração do presidente Hugo Chávez; Cisneros tem se oposto publicamente à mesma, igual o que tem feito contra o governo de Fidel Castro em Cuba.

Venevisión decidiu não transmitir as manifestações públicas a favor de Chávez, especialmente durante os Golpe de estado de 2002 e durante o Paro petrolero de 2002-2003 transmitiu, junto com os outros canais privados, informações dos atos da oposição suprimindo a programação regular e sem emitir publicidade. Chávez qualificou a Venevisión como um dos denominados Quatro cavaleiros do apocalipse junto a outras cadeias privadas de televisão (Televen, RCTV e Globovisión).

Cisneros, a diferença de Chávez, tem sido defensor das políticas de corte neoliberal que implantou Carlos Andrés Pérez em sua segunda presidência. Cisneros também é defensor da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), tratado comercial da América.

Notas

  1. Pablo Bachelet, Gustavo Cisneros Un empresario global, Barcelona, Planeta pag.20
  2. Pablo Bachelet, Gustavo Cisneros Un empresario global, Barcelona, Planeta pag. 37