Christian Drosten

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Christian Heinrich Maria Drosten (Lingen, 1972) é um virologista alemão cujo foco de pesquisa está em novos vírus (vírus emergentes). Durante a pandemia de coronavírus de 2019-2020, Drosten ganhou destaque nacional como especialista nas implicações e ações necessárias para combater o surto na Alemanha.

Infância e educação[editar | editar código-fonte]

Drosten cresceu em uma fazenda em Emsland. Depois de se formar no colégio episcopal em Meppen, Drosten inicialmente estudou engenharia química e biologia em Dortmund e Münster. Desde 1994, estudou Medicina na Universidade Johann Wolfgang Goethe de Frankfurt am Main e completou seu terceiro exame estadual em maio de 2000. Ele fez seu doutorado no Instituto de medicina transfusional e imuno - hematologia do serviço de doação de sangue da Cruz Vermelha Alemã, em Hessen, Frankfurt am Main; sua tese de doutorado sobre o estabelecimento de um sistema de alto rendimento para testar doadores de sangue foi classificada como summa cum laude.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Desde junho de 2000, Drosten trabalhou como estagiário no grupo de laboratório do médico Herbert Schmitz no departamento de virologia do Instituto Bernhard Nocht de Medicina Tropical (BNITM) em Hamburgo, onde chefiou o grupo de laboratório Molecular Diagnostics e estabeleceu um programa de pesquisa para o diagnóstico molecular de doenças virais tropicais. Desde 2007, Drosten chefiou o Instituto de Virologia do Hospital Universitário de Bonn. Em 2017, ele aceitou uma ligação para o Charité em Berlim, onde chefia o Instituto de Virologia.

Pandemia de coronavírus 2019-2020[editar | editar código-fonte]

Durante a pandemia de coronavírus de 2019-2020, Drosten foi chamado pelo The Guardian como "a verdadeira face do país alemão da crise dos coronavírus", que também observou que o Süddeutsche Zeitung havia descrito Drosten como a principal lideranca nas explicacoes sobre o COVID-19.[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11]

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bartsch, Matthias; Buse, Uwe; Eberle, Lukas; Fahrion, Georg; Friedmann, Jan; Grolle, Johann; Hackenbroch, Veronika; Hujer, Marc; Müller, Martin U.; Schaap, Fritz (21 de fevereiro de 2020). «Gerät Covid-19 außer Kontrolle? Neue Erkenntnisse zum Coronavirus». Der Spiegel (em alemão). Consultado em 4 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020  Verifique o valor de |url-access=subscription (ajuda)
  2. «Prof. Dr. Christian Drosten» (em alemão). Institut für Virologie der Charité, Universitätsmedizin Berlin. Consultado em 16 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020 
  3. Drosten, Christian; Günther, Stephan; Preiser, Wolfgang; van der Werf, Sylvie; Brodt, Hans-Reinhard; Becker, Stephan; Rabenau, Holger F.; Panning, Marcus; Kolesnikova, Larissa; Fouchier, Ron A. M.; Berger, Annemarie; Burguière, Ana-Maria; Cinatl, Jindrich; Eickmann, Markus; Escriou, Nicolas; Grywna, Klaus; Kramme, Stefanie; Manuguerra, Jean-Claude; Müller, Stefanie; Rickerts, Volker; Stürmer, Martin; Vieth, Simon; Klenk, Hans-Dieter; Osterhaus, Albertus "Albert" Dominicus Marcellinus Erasmus; Schmitz, Herbert; Doerr, Hans Wilhelm (2003). «Identification of a novel coronavirus in patients with severe acute respiratory syndrome» (PDF). Massachusetts Medical Society. The New England Journal of Medicine. 348 (20): 1967–1976. PMID 12690091. doi:10.1056/NEJMoa030747. pasteur-00167033. Consultado em 16 de março de 2020. Cópia arquivada (PDF) em 16 de março de 2020 
  4. «SARS testing: First past the post». Nature. 423. 114 páginas. 2003. doi:10.1038/423114a  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  5. «Das neue Coronavirus - Was uns erwartet». Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung (Interview with Christian Drosten). Wissenschaft: Medizin & Ernährung (em alemão) (5). Frankfurter Allgemeine Zeitung GmbH. 2 de fevereiro de 2020. p. 53. Consultado em 16 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda); Verifique o valor de |url-access=subscription (ajuda) [1]
  6. Heine, Hannes; Spannagel, Lars (14 de março de 2020). «Christian Drosten ist Deutschlands einflussreichster Arzt - Was Charité-Chefvirologe Christian Drosten rät, versucht die Politik umzusetzen. Warum selbst die Bundeskanzlerin diesem Mediziner zuhört.». Der Tagesspiegel. Politik (em alemão). Consultado em 15 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020 
  7. «Virologe Christian Drosten: Corona-Aufklärer der Nation». Süddeutsche Zeitung (em alemão). 13 de março de 2020. Consultado em 15 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  8. «Christian Drosten: Der Informant». DIE ZEIT (em alemão). 2020 (7). Hamburg, Germany: Zeitverlag Gerd Bucerius GmbH & Co. KG. 7 de fevereiro de 2020 [2020-02-05]. Consultado em 7 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  9. «Virologen des Tropeninstituts erhalten Preis der Werner Otto Stiftung - Identifizierung des SARS-Coronavirus gewürdigt» (press release) (em alemão). Bernhard-Nocht-Institut für Tropenmedizin. 4 de dezembro de 2003. Consultado em 14 de março de 2020. Cópia arquivada em 16 de março de 2020 
  10. «Coronavirus: meet the scientists who are now household names». The Guardian. 22 de março de 2020. Consultado em 22 de março de 2020  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  11. «About - Leadership - Scientific Committee». World Health Summit. 2020. Consultado em 23 de março de 2020. Cópia arquivada em 23 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

DNB 108492532X