Classificação por equipas na Volta a França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Classificação por equipas na Volta a França
Classificação por equipas
Nome local
História
Primeira edição 1930
Número de edições 80 (até 2017)
Primeiro vencedor  França
Último vencedor Espanha Movistar Team
Mais vitórias

A classificação por equipas na Volta a França é uma das classificações secundárias do Tour de France e foi instaurada na edição de 1930. A maneira de calcular-se tem ido variando ao longo dos anos. Não há uma camisa distintiva pelo líder desta classificação, sinão que se outorgam uns dorsais sobre o fundo amarelo aos ciclistas que pertencem à equipa líder da classificação.

Cálculo[editar | editar código-fonte]

Desde 2011 a classificação por equipas é calculada a partir da soma dos tempos dos três melhores ciclistas da equipa a cada etapa, sendo ignoradas as penalizações e as bonificações. No contrarrelógio por equipas a equipa toma o tempo do quinto ciclista da equipa que cruza a linha de meta ou do último ciclista se há menos de cinco ciclistas à equipa. Se uma equipa combina com menos de três ciclistas na prova deixa de participar nesta classificação.

História[editar | editar código-fonte]

Nas primeiras edições da Volta a França os ciclistas participavam de maneira individual. Apesar de ter patrocinadores em comum, não lhes permitia trabalhar em equipa, porque o organizador da Volta, Henri Desgrange, queria que a Volta da França fosse uma exibição de força individual. Nestas primeiras edições os ciclistas também podiam participar sem patrocinador, recebendo diferentes nomes:[1]

1909-1914: Isolasse
1919: Categoria B
1920-1922: 2en Classe
1923-1936: Touristes-Routiers
1937: Individuais

Em 1930 Henri Desgrange renunciou à ideia que os ciclistas corressem de maneira individual e optou para admitir a presença de equipas reais. Contrário ainda à presença de equipas comerciais, os ciclistas agruparam-se por nacionalidades. Esta foi a maneira como se disputaram as Voltas entre 1930–1961 e 1967 e 1968. Entre 1962 e 1966 e a partir de 1969, as equipas comerciais passaram a fazer parte da prova.

Com a incorporação da classificação por equipas em 1930, introduziu-se um prémio para a equipa vencedora, então denominado o Desafio internacional.[2] Em 1930 a classificação calculou-se somando os tempos dos três melhores ciclistas à classificação geral.[3]

Em 1961 o cálculo mudou. A classificação por equipas transformou-se numa classificação por pontos, em que a melhor equipa da cada etapa recebia um ponto, sendo a equipa vencedora a que mais pontos recebia. Este sistema também vai ser utilizado em 1962, mas em 1963 volto-se ao cálculo por tempo. Durante a década de 1970 este sistema foi reintroduzido, apesar de que de uma maneira diferente: após a cada etapa, todos os ciclistas recebiam pontos (1 pelo vencedor, 2 pelo segundo...) e estes se somavam, e a equipa com a pontuação mais baixa era o ganhador da classificação por pontos por equipa.[4]

Ano Ganhador País
1930  França
1931  Bélgica
1932  Itália
1933  França
1934  França
1935  Bélgica
1936  Bélgica
1937  França
1938  Bélgica
1939  Bélgica B [5]
1947  Itália
1948  Bélgica A[5]
1949  Itália A[5]
1950  Bélgica A[5]
1951  França
1952  Itália
1953  Países Baixos
1954 Suíça
1955  França
1956  Bélgica
1957  França
1958  Bélgica
1959  Bélgica
1960  França
1961  França
1962 St. Raphaël  França
1963 St. Raphaël  França
1964 Pelforth  França
1965 Kas Flag of Spain.svg Espanha
1966 Kas Flag of Spain.svg Espanha
1967  França
1968 Flag of Spain.svg Espanha
1969 Faema  Bélgica
1970 Salvarani  Itália
1971 Bic  França
1972 Gan-Mercier  França
1973 Bic  França
1974 Kas Flag of Spain.svg Espanha
1975 Gan-Mercier  França
1976 Kas Flag of Spain.svg Espanha
Ano Vencedor País
1977 Ti-Raleigh  Países Baixos
1978 Miko-Mercier  França
1979 Renault  França
1980 Miko-Mercier  França
1981 Peugeot  França
1982 Coop-Mercier  França
1983 Ti-Raleigh  Países Baixos
1984 Renault  França
1985 La Vie Claire  França
1986 La Vie Claire  França
1987 Système U  França
1988 PDM  Países Baixos
1989 PDM  Países Baixos
1990 Z  França
1991 Banesto Flag of Spain.svg Espanha
1992 Carreira  Itália
1993 Carreira  Itália
1994 Festina  Andorra
1995 ONZE Flag of Spain.svg Espanha
1996 Festina  França
1997 Team Telekom  Alemanha
1998 Cofidis  França
1999 Banesto Flag of Spain.svg Espanha
2000 Kelme Flag of Spain.svg Espanha
2001 Kelme Flag of Spain.svg Espanha
2002 ONZE Flag of Spain.svg Espanha
2003 Team CSC  Dinamarca
2004 T-Mobile  Alemanha
2005 T-Mobile  Alemanha
2006 T-Mobile  Alemanha
2007 Disconery Channel  Estados Unidos
2008 CSC Saxo Bank  Dinamarca
2009 Astana Cazaquistão
2010 Team RadioShack  Estados Unidos
2011 Garmin-Cervélo  Estados Unidos
2012 RadioShack-Nissan  Luxemburgo
2013 Tinkoff-Saxo  Dinamarca
2014 Ag2r-La Mondiale  França
2015 Movistar Team Flag of Spain.svg Espanha
2016 Movistar Team Flag of Spain.svg Espanha
2017 Team Sky  Reino Unido

Classificação por pontos[editar | editar código-fonte]

Entre 1973 e 1988 fez-se também uma classificação por pontos por equipa.

Vencedor
Ano Equipa
1973 França Gan–Mercier
1974 França Gan–Mercier
1976 França Gan–Mercier
1977 França Peugeot
1978 Países Baixos TI-Raleigh
1979 França Renault
1980 Países Baixos TI-Raleigh
1981 França Peugeot
1982 Países Baixos TI-Raleigh
1983 Países Baixos TI-Raleigh
1984 Países Baixos Panasonic-Raleigh
1985 França La Vie Claire
1986 Países Baixos Panasonic
1987 França Système U
1988 Países Baixos PDM

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. Tour Xtra Geral info
  2. Official Tour de France history 1930 (em francês)
  3. Amaury Sport Organisation (ed.). «TDF». Letour.fr 
  4. Other Classifications & Awards
  5. a b c d Em algumas edições alguns países participavam com diversas equipas. Em 1939 a Bélgica alinhou duas equipas e o vencedor foi a equipa B. Em 1948 e 1950 a Bélgica ganhou com a equipa A. Em 1949 a equipa A italiana ganhou a classificação.

ligações externas[editar | editar código-fonte]