Clyde Tombaugh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Clyde Tombaugh
Nascimento 4 de fevereiro de 1906
Streator
Morte 17 de janeiro de 1997 (90 anos)
Las Cruces
Nacionalidade estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação astrônomo, professor(a) universitário(a)
Prêmios Medalha Jackson-Gwilt (1931), Medalha Rittenhouse (1990)
Empregador New Mexico State University, Universidade da Califórnia em Los Angeles
Campo(s) astronomia
Religião Unitário-Universalismo

Clyde Tombaugh (Streator, 4 de fevereiro de 1906Las Cruces, 17 de janeiro de 1997)[1] foi um astrônomo estado-unidense, responsável pela descoberta do planeta anão Plutão, em 1930.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Clyde nasceu em 4 de fevereiro de 1906 em Streator, Illinois. Ainda criança, mudou-se junto de sua família para Kansas, passando a viver em uma fazenda, mas não tinha vocação para trabalho no campo.[1] Iniciou suas observações espaciais a partir de telescópios que ele mesmo criava com sucatas de equipamentos agrícolas da fazenda onde ele trabalhava.[2]

Após entrar em contato com o Observatório Lowell para pedir sugestões sobre como montar telescópios melhores, e mostrar seus desenhos de Marte e Júpiter, Vesto M. Slipher, diretor do observatório, o contratou, e foi trabalhando para eles que em 13 de março de 1930 anunciou a descoberta do planeta anão Plutão, descoberta que o tornou célebre.[2] Também descobriu diversos asteroides e apelou para a pesquisa científica séria de objetos voadores não identificados, além da descoberta de 30 mil galáxias.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Clyde Tombaugh morreu em 17 de janeiro de 1997. Sofria de insuficiência cardíaca congestiva e estava a usar oxigênio nos últimos anos de vida. Uma parcela de suas cinzas está a bordo da sonda espacial New Horizons, que busca informações detalhadas de Plutão e os confins do Sistema Solar.[4] Um recipiente contento suas cinzas esta preso ao teto da sonda, contendo a seguinte inscrição:

“Aqui dentro estão os restos do americano Clyde W. Tombaugh, descobridor de Plutão e da ‘terceira zona’ do sistema solar, filho de Adelle e Muron, marido de Patricia, pai de Annette e Alden, astrônomo, professor, piadista, e amigo: Clyde W. Tombaugh (1906-1997).”[2]

Referências

  1. a b «O descobridor de Plutão». UFSC Planetário. Consultado em 4 de julho de 2020 
  2. a b c «Cinzas de astrônomo que descobriu Plutão estão a bordo da sonda New Horizons». Exame. Consultado em 4 de julho de 2020 
  3. «Frieza da mídia e os contemporâneos de Plutão». Observatório da Imprensa. Consultado em 4 de julho de 2020 
  4. «Cinzas de astrônomo que descobriu Plutão estão a bordo da sonda New Horizons» (em inglês) 
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.