Comedians in Cars Getting Coffee

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Comedians in Cars Getting Coffee
Informação geral
Formato
Gênero Talk show
Comédia
Criador(es) Jerry Seinfeld
País de origem Estados Unidos
Idioma original english
Produção
Diretor(es) Jerry Seinfeld
Distribuída por Sony Pictures Television
Apresentador(es) Jerry Seinfeld
Exibição
Emissora de televisão original
Formato de exibição 16:9 HDTV
Transmissão original 19 de julho de 2012 (2012-07-19) – presente
N.º de temporadas 9
N.º de episódios 60
Cronologia
Programas relacionados Seinfeld

Comedians in Cars Getting Coffee é uma web série e talk show norte-americano, dirigido e apresentado pelo comediante Jerry Seinfeld, exibido em suas primeiras nove temporadas pela plataforma digital Crackle, mudando-se em seguida para a Netflix na décima temporada. A série estreou em 19 de julho de 2012.

Cada episódio mostra Seinfeld apresentando um carro antigo, com o apresentador buscando um comediante convidado de carona para levá-lo a uma cafeteria ou restaurante pré-selecionado, onde tomam café. Episódios podem divergir do formato espontaneamente, como quando Michael Richards implora a Seinfeld para tomar uma rua lateral, quando Seinfeld retorna depois do café com Carl Reiner para se juntar a ele para jantar com Mel Brooks—ou quando problemas com o carro ocorrem. Em maio de 2015, a série tinha sido transmitida quase 100 milhões de vezes.[2]

Em janeiro de 2017, foi anunciado que Comedians in Cars Getting Coffee iria migrar do Crackle para a Netflix, começando com a décima temporada do programa.[3] Em janeiro de 2018, a maioria dos episódios anteriores do programa tornaram-se disponíveis no Netflix (o episódio com Jason Alexander caracterizado como George Costanza não foi incluído).[1] A  décima temporada do programa, com doze episódios, estreará em 6 de julho de 2018.[4]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Seinfeld afirmou que as raízes do conceito remontam a um extra do DVD que ele fez para seu documentário de 2002 Comedian, juntamente com uma viagem que ele fez depois de adquirir um velho Fusca, no Novo México, filmando posteriormente a viagem de volta para a costa leste com um amigo.[5] Mais tarde, ao descrever o nascimento da série Seinfeld disse que foi "um experimento"—como "uma espécie de palpite."[6]

Antes do desenvolvimento da série Seinfeld, ouviu de consultores de redes sociais, incluindo aqueles no Facebook e Yahoo, que um programa de duração superior a cinco minutos tinha pouca chance de sucesso na web. Howard Schultz,  magnata do café e presidente da Starbucks, declinou a oportunidade de patrocinar a série.[7] Acura , por sua vez  patrocinou o show, dando a Seinfeld licença criativa para criar comerciais e merchandisings.

Formato[editar | editar código-fonte]

Os episódios são de um custo estimado de cerca de US $100.000, comos convidados sendo pagos em dinheiro e a filmagem inicial bruta durando, em média, três horas e meia, que é em seguida, editada ao longo de um período de duas semanas, para um episódio de 12-20 minutos. O processo usa uma equipe de produção enxuta , envolve um mínimo de interação da emissora, e é concebido e edição como um  talk show sem script e sem platéia, que pode ser facilmente visualizado em um smartphone .

O formato do programa concentra-se na viagem de carro e "movimento", especificamente porque "ao tentar mostrar as conversas sinuosas, bobas e às vezes profundas entre comediantes, você tem que remover o público para impedir os participantes de interferirem em seus atos"[8] , acrescentando que "parte do que faz o show assistível é que ele está sempre em movimento. Não há nenhuma narrativa [a] conduzir a história. Nós sabemos o que acontece. Sabemos que eles vão tomar café. Você precisa de uma energia cinética para movê-los, movimentar pessoas mantém-as acordadas."

Bob Einstein tornou-se o primeiro convidado repetido do programa, aparecendo na primeira e, novamente, na nona temporada. A participação de Jimmy Fallon  na quinta temporada foi dividida em dois episódios. Vários episódios contaram com mais de um convidado juntos, como: Carl Reiner e Mel Brooks, Colin Quinn e Mario Joyner, e Kathleen Madigan e Chuck Martin. Colleen Ballinger apareceu caracterizada como Miranda Sings como convidada um episódio, e Jason Alexander reprisou o papel de George Costanza de Seinfeld em um episódio.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Destinatários Resultado
2013 Prêmio Emmy do Primetime Outstanding Special Class – Short-Format Nonfiction Program
Jerry Seinfeld Indicado
2014 Prêmio Emmy Do Primetime Outstanding Short-Format Nonfiction Program Jerry Seinfeld Indicado
2015 Producers Guild of America Award[9] Outstanding Digital Series Venceu
2016 Producers Guild of America Award[10] Outstanding Digital Series Venceu
2016 Prêmio Emmy Do Primetime Outstanding Variety Talk Series Jerry Seinfeld, Melissa Miller, Tammy Johnston, Denis Jensen, George Shapiro, Howard Oeste Indicado
2017 Producers Guild of America Award[11] Outstanding Digital Series Venceu

Referências[editar | editar código-fonte]