Conselho para a Ortografia Alemã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rat für deutsche Rechtschreibung
(Conselho para a Ortografia Alemã)
(RdR)
Fundação 2004 (16 anos)
Sede  Alemanha
Línguas oficiais Alemão
Presidência Hans Zehetmair
Sítio oficial rechtschreibrat.ids-mannheim.de

O Rat für deutsche Rechtschreibung (RdR) (em português: Conselho para a Ortografia Alemã) é o principal órgão regulador internacional da língua alemã.

Com sede em Mannheim, Alemanha, o Rat für deutsche Rechtschreibung foi formado em 2004, como sucessor da Zwischenstaatliche Kommission für deutsche Rechtschreibung (Comissão Intergovernamental para a Ortografia Alemã), a fim de compreender tanto os proponentes, bem como os opositores da reforma ortográfica alemã de 1996 (e as reformas subsequentes).[1]

Apesar de ter o alemão como uma de suas línguas oficiais, Luxemburgo, que não aplicou os conceitos da reforma de 1996, não faz parte do conselho. O governo do Luxemburgo, unilateralmente adotou a reforma e, dada a sua eficiência, foi bem aceite pelos professores do país. Segundo o jornal mais importante do Grão-Ducado do Luxemburgo, o Luxemburger Wort, Luxemburgo não se considera um território germanófono (a única língua nacional é o luxemburguês) e, portanto, não tem o direito de fazer parte do conselho.[2] No entanto, é interessante assinalar que Luxemburgo participa da Organização Internacional da Francofonia e têm membros na Academia Francesa, já que o francês é uma língua oficial, junto com o alemão.[3]

O presidente da Gesellschaft für deutsche Sprache (GfdS) é um membro do conselho. Em 2003, o Rat für deutsche Rechtschreibung, o Gesellschaft für deutsche Sprache, o Instituto Goethe e o Instituto da Língua Alemã, fundaram o Deutscher Sprachrat (Conselho da Língua Alemã), que mais tarde se juntou ao Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD) (Serviço Alemão de Intercâmbio Académico).

Membros[editar | editar código-fonte]

  Locais onde o alemão é a língua (co-)oficial (de jure ou de facto) e a língua materna da maioria da população
  Locais onde o alemão é a língua co-oficial, mas não é a língua materna da maioria da população
  Locais onde o alemão (ou uma variação linguística do alemão) é legalmente reconhecida como uma língua minoritária (representado por um quadrado onde a repartição geográfica é dispersa ou demasiada pequena para ser localizada com precisão sobre o mapa)
  Locais onde o alemão (ou um dialeto da língua alemã) é falado por uma minoria significativa, no entanto, não tem estatuto legal

Atualmente, o Rat für deutsche Rechtschreibung é composto por trinta e nove membros dos seguintes países e regiões:[4]

Membros
Observadores

Referências

  1. «Statut des Rats für deutsche Rechtschreibung vom 17.06.2005 i.d.F. vom 30.03.2015» (PDF) (em alemão). Rat für deutsche Rechtschreibung. Consultado em 22 de outubro de 2015 
  2. Luxemburger Wort, 9 de agosto de 2004
  3. «Carte des Etats et gouvernements membres» (em francês). Organização Internacional da Francofonia. Consultado em 22 de outubro de 2015 
  4. «Mitglieder des Rats für deutsche Rechtschreibung (Stand: Juli 2014)» (PDF) (em alemão). Rat für deutsche Rechtschreibung. Consultado em 22 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]