Counterpoint

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Counterpoint
Sinfonia para um inimigo (PT)
Os heróis não se entregam (BR)
 Estados Unidos
1968 •  cor •  107 min 
Direção Ralph Nelson
Produção Richard Berg
Roteiro James Lee
Joel Oliansky
Alan Sillitoe (livro)
Elenco Charlton Heston
Maximilian Schell
Leslie Nielsen
Gênero Guerra
Música Bronislau Kaper
Distribuição Universal Pictures
NBC (Exibição original)
Página no IMDb (em inglês)

Counterpoint, também conhecido em inglês como The Battle Horns ou The General (br.: Os heróis não se entregam / pt.: Sinfonia para um inimigo) é um filme estadunidense de guerra de 1968, dirigido por Ralph Nelson para a Universal Pictures. O roteiro é baseado no romance The General de Alan Sillitoe. As audições da orquestra são de composições que incluem Tchaikovsky, Beethoven, Brahms, Wagner e Schubert, com performances da Orquestra Filarmônica de Los Angeles.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1944, o norte-americano Lionel Evans é o maestro e diretor de uma renomada orquestra que viaja pela Europa ainda sob a Segunda Guerra Mundial. Durante uma apresentação na Bélgica, a cidade é atacada por tropas alemãs e na tentativa de fuga, os músicos são capturados pelos nazistas liderados pelo coronel Arndt. As ordens dos alemães são para não fazerem prisioneiros e o coronel imediatamente prepara o fuzilamento de todos os capturados mas o General Schiller, oficial comandante, reconhece Evans e ordena a suspensão da execução. Schiller se diz fã de Evans e lhe pede que realize um concerto para seus homens, que estão temporariamente parados por falta de combustível. Evans percebe que todos serão executados após a apresentação e tenta desesperadamente ganhar tempo, na esperança de que as tropas aliadas venham para o resgate.

Produção[editar | editar código-fonte]

As filmagens nos estúdios da Universal incluíram o uso de cenário de The Hunchback of Notre Dame (1923), com início em 21 de novembro de 1966 e conclusão em 24 de janeiro de 1967. O roteiro foi reescrito sem consulta ao diretor Ralph Nelson.[2]

Referências

  1. «allmovie.com». Counterpoint. Consultado em 15 de outubro de 2007. Arquivado do original em 9 de maio de 2006 
  2. p.84 Worsley, Sue Dwiggins From Oz to E.T.: Wally Worsley's Half-century in Hollywood Scarecrow Press, 1 de janeiro de 1997

Ligações externas[editar | editar código-fonte]