Cyberbully

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cyberbully
Cyberbully: Ameaça Virtual (PT)
Bullying Virtual (BR)
 Estados Unidos
2011 •  cor •  122 min 
Direção Charles Binamé
Produção Jesse Prupas
Roteiro Teena Booth
Elenco Emily Osment
Kay Panabaker
Kelly Rowan
Gênero Drama
Música James Gelfand
Edição Simon Webb
Distribuição Muse Entertainment Enterprises
Gaiam
Lançamento Estados Unidos 17 de julho de 2011
Brasil 20 de fevereiro de 2012
Idioma Inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Cyberbully (br: Bullying Virtual) é um filme estadunidense de 2011 dirigido por Charles Binamé e estrelado por Emily Osment, que conta a história de uma garota que ganha um computador e sofre de cyberbullying após se tornar membro de uma rede social. Foi lançado somente na televisão e gravado em Montreal, no Canadá[1]. Teve seu lançamento dia 17 de julho de 2011 nos Estados Unidos. No Brasil, o filme estreou dia 20 de fevereiro de 2012 na Rede Telecine. Já em Portugal, o filme estreou a 22 de março de 2014 na SIC. A canção Drift, de Emily Osment foi utilizada para promover o filme. Na letra da faixa, ela diz ser somente mais um nada. Em 2012, o filme foi lançado em DVD apenas nos EUA, sendo um sucesso.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Taylor Hillridge é uma adolescente comum, que ganha um computador de presente de aniversário e logo cria um perfil em uma rede social chamada clicksters. Vítima de cyberbullying, ela passa a ser rejeitada pelos conhecidos no "mundo real" e tenta superar o drama trocando experiências com pessoas que sofreram o mesmo tipo de humilhação.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Papel Ator Brasil Dublagem Brasileiros
Taylor Hillridge Emily Osment Samira Fernandes
Samantha Caldone Kay Panabaker Jussara Marques
Kris Hillridge Kelly Rowan Lúcia Helena
Scott Ozsik Jon McLaren Vágner Fagundes
Cheyenne Mortenson Meaghan Rath Luciana Baroli
Caleb Jade Hassouné ---
Lindsay Fordyce Nastassia Markiewicz Melissa Garcia
Eric Hillridge Robert Naylor Italo Luiz
Karen Caldone Cristina Redekopp ---
Becca Ronda Louis-Jeune ---

Dublagem Brasil Créditos[editar | editar código-fonte]

Promoção[editar | editar código-fonte]

A ABC Family criou "insígnias" que as pessoas poderiam adicionar a suas fotos de perfil em sites como o Twitter e o Facebook; o crachá diz "delete drama digital!".[2]

Em 14 de julho de 2011, a ABC Family organizou um evento ao vivo chamado "The Rally to Delete Digital Drama" em Glendale, Califórnia. O rally incluiu aparições de Shay Mitchell, Tyler Blackburn, Daren Kagasoff, Skyler Samuels, Damon Gray, Katie Leclerc, Vanessa Marano, Emily Osment e muito mais. Emily Osment cantou sua música "Drift", assim como outras músicas. Houve também uma assinatura de autógrafos e brindes para presentes.[3]

Música[editar | editar código-fonte]

Emily Osment lançou uma música chamada "Drift", que foi destaque no filme. Foi lançado em 12 de julho de 2011. O filme também apresenta "Breathe Me" de Sia. Os spots de TV do filme contêm a música "Perfect" de Pink.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.