Cydia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cydia
Screenshot de Cydia
Screenshot do Cydia
Desenvolvedor Jay Freeman (saurik)
Plataforma iOS
Lançamento fevereiro de 2008 (9 anos)
Versão estável 1.1.27 (31 de março de 2012; há 4 anos)
Idioma(s) Inglês, Italiano, Espanhol, Holandês, Chinês, Grego, Alemão, Hebraico, Polonês, Sueco
Sistema operativo iOS (jailbreak)
Licença Código aberto
Página oficial cydia.saurik.com

Cydia é um software aplicativo de código aberto para o sistema operacional móvel iOS da Apple. Ele possibilita a instalação de aplicativos não oficiais no iPhone, iPod touch ou iPad, manipulados por jailbreak.

Cydia foi desenvolvido por Jay Freeman (também conhecido por saurik)[1] que em março de 2009 abriu o Cydia Store que oferece, em concorrência do App Store da Apple, diversos aplicativos.[2]

Em setembro de 2010 Jay Freeman anunciou a compra de Rock, um outro App Store não oficial.[3]

Propósitos e funções[editar | editar código-fonte]

Cydia propõe uma interface gráfica para o usuário usando repositórios Advanced Packaging Tool (APT) para instalar programas não presentes na App Store. Cydia é baseado em APT, portado para o iOS por parte do projeto Freeman's Telesphoreo.[4] Pacotes de programas são baixados diretamente para o aparelho, na mesma localização dos aplicativos oficiais da Apple, o diretório /Applications.[5] Aparelhos com jailbreak podem baixar aplicativos normalmente na App Store.

Softwares presentes no Cydia[editar | editar código-fonte]

Cydia permite procurar e baixar pacotes open source ou comprar modificações para o aparelho com jailbreak. Essas modificações são baseadas em um framework chamado MobileSubstrate que deixa mais fácil baixar e atualizar os pacotes.[6] Linhas de comando UNIX também são encontradas no Cydia, incluindo bash, coreutils e OpenSSH.

iOS SHSH[editar | editar código-fonte]

O Cydia armazena uma assinatura digital chamada SHSH blobs usada pela Apple para verificar restaurações e atualizações de sistema (A Apple limita os usuários a instalar sempre a ultima versão do sistema operacional após uma restauração).[7] O Cydia salva mecanismos que permite os usuários a fazer um downgrade para uma versão anterior do iOS,[8] por exemplo, uma pessoa com jailbreak atualiza o iOS para uma versão que não é possível fazer o jailbreak pode voltar para a versão anterior.[9]

Referências

  1. «Bringing Debian APT to the iPhone - Jay Freeman (saurik)». saurik.com. Consultado em 10 de novembro de 2010 
  2. «Breaking Apple's Grip on the iPhone». The Wall Street Journal. Consultado em 10 de novembro de 2010 
  3. «Cydia, Rock To Merge». osnews.com. Consultado em 10 de novembro de 2010 
  4. Jay Freeman (saurik) (fevereiro de 2008). «Bringing Debian APT to the iPhone». saurik.com. Consultado em 2 de agosto de 2011 
  5. Goodman, Danny (2010). Learning the IOS 4 SDK for JavaScript Programmers: Create Native Apps with Objective-C and Xcode. [S.l.: s.n.] pp. 6–7 
  6. Chris Foresman (13 de dezembro de 2010). «iPhone jailbreaker set to bring Cydia to Mac OS X». Infinite Loop. Ars Technica. Consultado em 2 de agosto de 2011 
  7. Adam Dachis (25 de abril de 2011). «Save Your iDevice's SHSH to Avoid Losing the Ability to Jailbreak». Lifehacker. Consultado em 2 de agosto de 2011 
  8. Jay Freeman (saurik) (setembro de 2009). «Caching Apple's Signature Server». saurik.com. Consultado em 28 de julho de 2010 
  9. Nat Futterman (25 de maio de 2010). «Jailbreaking the iPad: What You Need to Know». Geek Tech. PCWorld. Consultado em 2 de agosto de 2011