David Hilmers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
David Hilmers
Nome completo David Carl Hilmers
Nascimento 28 de janeiro de 1950 (69 anos)
Clinton, Iowa, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Alma mater Universidade Cornell
Escola de Pós-Graduação Naval
Ocupação engenheiro elétrico
médico
Serviço militar
Serviço Corpo de Fuzileiros Navais
dos Estados Unidos
Anos de serviço 1972–1992
Patente coronel
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 20d 14h 16min
Seleção Grupo 9 da NASA 1980
Missões
Insígnia da missão Sts-51-j-patch.png Sts-26-patch.png Sts-36-patch.png Sts-42-patch.png
Aposentadoria outubro de 1992

David Carl Hilmers (Clinton, 28 de janeiro de 1950) é um ex-astronauta norte americano veterano de quatro missões espaciais.

Formado em engenharia elétrica e medicina entrou para o Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos em julho de 1972. Fez o curso de piloto e voou no caça-bombardeiro Grumman A-6 Intruder como navegador-bombardeador. Foi selecionado para o curso de astronautas da NASA em julho de 1980 e graduou-se em agosto de 1981. Trabalhou em várias funções em terra até 3 de outubro de 1985 quando foi ao espaço na STS-51-J Atlantis, missão especial e de objetivo não revelado do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.[1]

Sua segunda missão foi na STS-26 Discovery em 29 de setembro de 1988, a primeira missão depois da tragédia da Challenger, que colocou em órbita o Tracking and Data Relay Satellite (TDRS-C). Terceira missão, STS-36 Atlantis, em 28 de fevereiro de 1990, mais uma missão com objetivos não-declarados do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Sua quarta e última missão foi a STS-42 Discovery em 22 de janeiro de 1992, que levou ao espaço o Laboratório Internacional de Microgravidade 1, para a investigação dos efeitos da microgravidade em 55 experimentos científicos de onze países.[1]

Em todos seus voos Hilmers serviu como especialista de missão, acumulando um total de 493 horas no espaço.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Biographical Data». NASA. Consultado em 30 de novembro de 2014 
  2. «David Hilmers». Spacefacts. Consultado em 30 de novembro de 2014