David Hilmers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
David Hilmers
Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 28 de janeiro de 1950 (68 anos)
Clinton, EUA
Tempo no espaço 20d 14h 16min
Missões STS-51-J, STS-26, STS-36, STS-42
Insígnia da missão Sts-51-j-patch.png Sts-26-patch.png Sts-36-patch.png Sts-42-patch.png

David Carl Hilmers (Clinton, 28 de janeiro de 1950) é um ex-astronauta norte americano veterano de quatro missões espaciais.

Formado em engenharia elétrica e medicina entrou para o US Marine Corps em julho de 1972. Fez o curso de piloto e voou no caça-bombardeiro A-6 Intruder como navegador-bombardeador. Foi selecionado para o curso de astronautas da NASA em julho de 1980 e graduou-se em agosto de 1981. Trabalhou em várias funções em terra até 3 de outubro de 1985 quando foi ao espaço na STS-51-J Atlantis, missão especial e de objetivo não revelado do Departamento de Defesa.[1]

Sua segunda missão foi na STS-26 Discovery em 29 de setembro de 1988, a primeira missão depois da tragédia da Challenger, que colocou em órbita o Tracking and Data Relay Satellite (TDRS-C). Terceira missão, STS-36 Atlantis, em 28 de fevereiro de 1990, mais uma missão com objetivos não-declarados do Departamento de Defesa. Sua quarta e última missão foi a STS-42 Discovery em 22 de janeiro de 1992, que levou ao espaço o International Microgravity Laboratory-1, para a investigação dos efeitos da microgravidade em 55 experimentos científicos de onze países.[1]

Em todos seus voos Hilmers serviu como especialista de missão, acumulando um total de 493 horas no espaço.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Biographical Data». NASA. Consultado em 30 de novembro de 2014 
  2. «David Hilmers». Spacefacts. Consultado em 30 de novembro de 2014