Dear Mama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"Dear Mama"
Single de Tupac Shakur
do álbum Me Against the World
Lançamento 21 de Fevereiro de 1995
Formato(s) CD
Gravação 1994
Gênero(s) Hip hop, R & B
Gravadora(s) Interscope Records
Produção Tony Pizarro, DF Master Tee (co-produtor), Moses (co-produtor)

Dear Mama é um single de Hip Hop do artista Tupac Shakur. A faixa foi produzida por Tony Pizarro para o terceiro álbum solo de Tupac Shakur, "Me Against the World", lançado em 1995. Dear Mama foi escrito por Tupac Shakur em homenagem a sua mãe Afeni Shakur.

"Dear Mama" foi lançado em 21 de Fevereiro de 1995 como o primeiro single do álbum. O single foi o mais bem sucedido de todos os singles lançados do álbum. A canção é considerada pelos críticos e fãs como uma das melhores canções de Hip Hop de todos os tempos, e umas das melhores de Tupac Shakur, em particular, sendo classificada pela About.com como a quarta melhor canção de Rap e o primeiro lugar na Billboard Hot Singles Rap

Sucesso crítico e comercial[editar | editar código-fonte]

A canção liderou a Billboard Hot Rap Singles durante cinco semanas, o R & B / Hip-Hop Singles por uma semana, e alcançou a posição # 9 no Hot 100. O single foi certificado de platina pela RIAA em 13 de julho de 1995. É considerado por muitos como a musica mais emocional e uma das mais respeitadas música Tupac Shakur, e é elogiado por muitos artistas (Eminem cita como sua música favorita), até mesmo por muitos artistas que não estão envolvidos no negócio do hip hop. Em 1998, a canção apareceu na compilação das melhores músicas de Tupac Shakur, Greatest Hits.

Snoop Dogg disse em uma entrevista que esta música exibido um lado introspectivo de Tupac Shakur, que o fez diferente dos outros rappers, porque "ele foi para dentro", algo que rappers estavam hesitantes ou incapazes de fazer.

Vídeo[editar | editar código-fonte]

O vídeo da música "Dear Mama" foi dirigido por Calvin Caday enquanto Tupac Shakur foi preso, assim, um sósia Tupac teve de ser usado para certos momentos no vídeo. Afeni Shakur também foi destaque, folheando as páginas de um álbum de fotos que continha fotos de Tupac ainda jovem. O vídeo também mostra trechos de artigos relacionados com o partido Black Panthers, aludindo ao seu passado histórico como membro dessa organização política.