Demografia de Liechtenstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Liechtenstein é o quarto menor país da Europa, depois do Vaticano, Mônaco e San Marino. 1/3 de sua população é nascida no estrangeiro, principalmente alemães, portugueses, suíços e austríacos.

Características da população[editar | editar código-fonte]

O Liechtenstein é um país cujo território é muito pequeno, não dando espaço para uma larga população. O país é o quarto menor da Europa, sucedendo o Vaticano, o San Marino e o Mónaco.

Estimada em Julho de 2006, a população ronda os 34.911 habitantes, sendo que estes são maioritariamente nascidos no estrangeiro, principalmente portugueses, alemães, suíços e austríacos. A população do Liechtenstein caberia praticamente duas vezes no Estádio da Luz (cerca de 65.400 lugares sentados), em Lisboa, e quase três vezes no Estádio de Wembley (90.000 lugares sentados), em Wembley, a norte de Londres.

Os emigrantes no país representam 34.1% da população, equivalendo a quase 12.000 habitantes.

A taxa de migração não é muito elevada, rondando os 4,93 migrantes por cada 1000 habitantes. Em Portugal, estima-se que haja 14 cidadãos do Liechtenstein. Já no Liechtenstein vivem aproximadamente 561 portugueses, um número pequeno mas maior que o de alguns países de maior território, como a Polónia.

A alfabetização da população atinge 100%, o que significa que toda a população está alfabetizada e não existe analfabetismo no país, uma taxa bem diferente da de Portugal e do Brasil.

O crescimento da população[editar | editar código-fonte]

A taxa de crescimiento da população equivale a 0.9%, segundo dados de 2005, algo acima da média europeia (0.2%). Está notávelmente acima da taxa portuguesa, que ronda 0.4%. A média etária da população é de 38,5 anos, equivalente à de Portugal. A têndencia é aumentar, contrariando assim a média europeia e a da maioria dos países do continente, e é provavél que o país atinja os 35.200 cidadãos nacionalizados no final de 2007.

A taxa de nascimentos ronda os 11,66 nados-vivos por cada 1000 habitantes, segundo dados oficiais de 2002, en quanto a taxa de falecimentos, aproximadamente, 6.76 falecimentos por 1000 habitantes, segundo dados do mesmo ano. A taxa de mortalidade infantil ronda os 4.92 nados mortos por cada 1000 nascimentos, algo preocupante no território europeu, representando em Portugal, 5 nados-mortos com menos de um ano por cada 1000 habitantes.

A taxa de fertilidade conta 1,5 crianças por cada mulher nacionalizada, com a inclusão das mulheres emigrantes no país. A taxa de fertilidade da população vivente no ambiente rural ronda 1,8 crianças, enquanto a população vivente nas urbes aproxima-se das 1,6 crianças. Segundo os Census a população feminina é maior que a população masculina, e a tendência é aumentar o número.

A população urbana atinge 21.2% da população, segundo dados oficiais de 2004.

Pirâmide demográfica[editar | editar código-fonte]

Contrariando a vertente europeia, o país tem uma população relativamente jovem, segundo a pirâmide demográfica de 2004.

A Europa tende a envelhecer, sendo um continente industrializado e desenvolvido, em que as mulheres conquistam de dia para dia uma forte posição na sociedade, não restando tempo para a educação de crianças, que dispendem muito tempo. A crise financeira agrava-se e os europeus não conseguem suportar o «empreendimento financeiro» que representa uma criança e o seu crescimento. Mas, no Liechtenstein essa têndencia negativa é superada e o governo empreendeu políticas natalistas, tal como na Dinamarca.

Assim a população jovem representa uma boa parte da população total, cerca de 17.8%, e supera a população idosa, que representa 11.6% dos cidadãos liechtensteinenses. A taxa de idosos residentes em Portugal é bem maior, representando 18% da população, e tende a aumentar. Os idosos com mais de 75 anos prevalecem nesta taxa em Portugal, enquanto no Liechtenstein representam um valor mínimo dentro da faixa etária idosa.

Mesmo assim a faixa etária que compreende os cidadãos de 15 a 64 anos de idade é a maior e representa mais de um terço da população, incluindo a maior parte da população jovem (dos 0 ao 35 anos de idade).

O número de mulheres, segundo esta pirâmide, é superior ao dos homens, em todas as faixas etárias.

  • 0-14 anos: 17.8%
    • Homens: 2.950
    • Mulheres: 3.014
  • 15-64 anos: 70.5%
    • Homens: 11,745
    • Mulheres: 11,837
  • Mais de 65 anos: 11.6%
    • Homens: 1,598
    • Mulheres: 2,292

Esperança média de vida[editar | editar código-fonte]

A esperança média de vida para a totalidade da população estima-se em 80,1 anos de idade. As mulheres conservam uma esperança de vida bem maior que a dos homens, sendo que para eles a estimativa é de 75,47 anos e para elas conta-se nos 83,6 anos. Comparado com Portugal, os resultados são parecido, sendo que os homens têm uma esperança de vida de 70,2 e as mulheres de 78,2 anos de idade. Algo que não surpreende, pois a qualidade de vida liechtensteinense e dos restantes países alpinos é superior à portuguesa.

A esperança de vida brasileira também é inferior à portuguesa e à do Liechtenstein, mas cresce a bom ritmo, ao contrário da portuguesa.

Densidade populacional por comuna[editar | editar código-fonte]

Densidade populacional por comuna (hab/ km²)
Balzers Eschen Gamprin Mauren Planken Ruggell Schaan Schellenberg Triesen Triesenberg Vaduz
216 367 189 441 67 237 203 275 166 86 205

Taxa de crescimento populacional: 0.7% (2013 est.)

Grupos étnicos: Alemães 85,9%, italianos, turcos e outros 14,1%


Flag-map of Liechtenstein.svg Liechtenstein
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens